César Pires: desafetação de imóveis do FEPA prejudica servidores

O deputado César Pires criticou a aprovação, em regime de urgência, do projeto de Lei 321/2020, de iniciativa do Poder Executivo, que autoriza a desafetação de imóveis pertencentes ao Fundo Estadual de Pensão e Aposentadoria do Governo do Maranhão (Fepa). Para o parlamentar, a medida trará mais prejuízos aos servidores estaduais, que no futuro poderão ficar sem benefícios previdenciários.

“O governo subtraiu mais de R$ 1 bilhão do FEPA e agora estão retirando o patrimônio do fundo para compensar sua má gestão. Quando não tiver mais nenhum recurso nem imóveis, de que o Estado vai se valer para pagar os aposentados e pensionistas”, questionou César Pires

De acordo com o projeto de lei, as áreas desafetadas são o Complexo Hospitalar composto pelo Hospital Carlos Macieira, terreno destinado ao novo Hospital do Servidor e terreno destinado ao respectivo estacionamento, na Avenida Jerônimo de Albuquerque; área destinada à ampliação da Avenida Jerônimo de Albuquerque, no bairro Angelim; e o Edifício Governador Archer, na Avenida Magalhães de Almeida, Centro.

Pelas áreas desafetadas, o Governo do Estado indenizará ao FEPA o valor de R$ 274.749.453, 91, descontando desse total os aportes já realizados pelo Tesouro Estadual para o pagamento de benefícios previdenciários. O saldo dessa compensação será pago em 12 parcelas mensais. Para o deputado, o governo deveria apresentar o valor do metro quadrado de cada um desses imóveis, para informar de forma transparente quanto estão pagando pelo patrimônio dos servidores.

“O governo quebrou o FEPA e agora estão desafetando os imóveis para compensar os recursos que o Estado, por obrigação legal, teve que utilizar para pagar os benefícios previdenciários a que os servidores têm direito. Apostam na leniência da Assembleia Legislativa, que aprova sem sequer discutir uma proposta tão séria para os servidores estaduais”, lamentou ele.


1 pensou em “César Pires: desafetação de imóveis do FEPA prejudica servidores

  1. É a implantação do comunismo no Estado. E esses deputados de olhos fechados aprovam tudo que Flávio Dino manda. É bom a população gravar bem o nome desses deputados. É por essas e outras que o presidente da assembléia e outros quatro deputados construíram mansões na beira do rio preguiça em Barreirinhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *