Yglésio quer posto da Semfaz no Itaqui para fazer justiça fiscal

De O Estado

O candidato a prefeito de São Luís pelo Pros, deputado Yglésio Moyses, foi o entrevistado desta quarta-feira, 14, na Sabatina O Estado/Imirante.

Durante uma hora de conversa com os jornalistas Carla Lima, editora de Política de O Estado, e Thiago Bastos (O Estado) e Luciano Dias (Imirante), ele destacou propostas nas áreas de Esporte, Saúde, Segurança e Administração Pública. E fez uma arrojada proposta de combate à sonegação fiscal na capital.

Segundo o candidato, apenas 200 empresas pagam 70% de toda a arrecadação do Imposto Sobre Serviços na cidade, e há muita sonegação. Yglésio propôs, então, a implantação de um posto de arrecadação da Secretaria Municipal da Fazenda (Semfaz) no Porto do Itaqui.

“Vou atrás dos centavos que saem dali”, disse.

Segundo ele, isso pode proporcionar um incremento da ordem de 15% na arrecadação de ISS pelo Município.De acordo com o candidato, é importante descobrir quem são os devedores e cobrar dívidas de impostos. Além disso, de outro lado, o candidato propôs a isenção de impostos para microempreendedores individuais, como forma de promover justiça fiscal.

Mais detalhes da sabatina na edição de amanhã de O Estado.


4 pensou em “Yglésio quer posto da Semfaz no Itaqui para fazer justiça fiscal

  1. O caboclo da baixada não pode trazer mais nada como farinha, umas galinhas porque o fiscal fica com tudo. E esse candidato pensa como Flávio Dino do arrocha fiscal. Não vote em candidatos do consórcio de Flávio Dino, esse é um deles. Não venda seu voto nem troque por migalhas São Luís merece muito mais.

  2. As capitais, onde o prefeito dividiu a cidade em várias sub-prefeituras, prosperaram, cresceram, modernizaram-se, e a qualidade de vida de seus habitantes foi para outro patamar…Só São Luis ainda resiste a essa idéia de um só prefeito mandando, enclausurado num palácio numa ponta da ilha, e a cidade crescendo desordenadamente para outros lados sem a mínima atenção e cuidados de uma só prefeitura…

  3. Perseguição aos pobres da baixada maranhense que trazem sua farinha e algumas galinhas para vender aqui. Esse candidato está copiando o comunista Flávio Dino que aumentou os impostos e fez falir vários comércio em São Luís.

Os comentários estão fechados.