Weverton transformou derrota do 1º turno em vitória ao aliar-se a Braide

A vitória de Eduardo Braide (Podemos) no 2º turno da eleição em São Luís acabou por ser, também, um êxito do senador Weverton Rocha (PDT).

E muito por “culpa” do governador Flávio Dino (PCdoB).

Explica-se…

O pedetista tinha tudo para ser, claramente, um dos maiores derrotados na capital. Seu candidato, Neto Evangelista (DEM), ficou em terceiro lugar na disputa, fora do 2º turno.

O PDT, como se sabe, é o partido com o maior espaço na atual gestão da capital. Fora da disputa, estaria, automaticamente, fora da gestão a partir de janeiro de 2021.

Mas aí apareceu Flávio Dino, com mão de ferro, obrigando os aliados a declararem apoio a Duarte Júnior (Republicanos) após o 1º turno.

Weverton e o PDT – que poderiam muito bem ficar neutros, amargando a derrota -, então decidiram se rebelar e partiram para o apoio a Braide, que venceu a eleição.

Resultado: Dino termina o pleito com a pecha de derrotado, a base rachada e, ainda, vendo o senador pedetista comemorando a vitória de Braide como sendo também sua.

Faz tempo que não se vê Dino errando por tanto um cálculo político.


7 pensou em “Weverton transformou derrota do 1º turno em vitória ao aliar-se a Braide

  1. Sabe pq ele esta errando tanto, por que os que ajudavam ele nesse momento foram traídos por ele … ex: Reinaldo Tavares …. e acabou por acreditar em pessoas que nunca foram políticos de verdades … ex: Marcio Jerry

  2. Na verdade o grande vencedor foi Braide, pois se ele fizer uma boa administração se habilita para disputar o governo do Estado. Certamente com o apoio de Bolsonaro.
    Se o grupo todo apoiasse Duarte Junior o grupo de Flávio Dino poderia eleger o governador

  3. É uma Vitória capenga, já que é feita com o chapéu alheio, sendo assim, Weverton está nas mãos de Braide que pode ou não cumprir provável acordo feito entre o pedetista que Mira o Palácio dos Leões e o candidato do Podemos que temia ser esmagado pelo rolo compressor do governo. Entretanto, há terceiros nessa história que não estão sendo lembrados, mas que desde o início da candidatura Braide trabalharam para construir essa vitória e que também almejam a cadeira de governador, como é o caso de Roberto Rocha, resta saber se tudo foi combinado e acordado com todo mundo ou se foram apenas juras de amor no afair de uma paixão inconsequente e passageira. De qualquer modo, Weverton desmontou os articuladores político palacianos e mostrou determinação e força emparedando Flávio Dino. Cuide-se Dino!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *