Governos de AL e CE isentam milhões em impostos de bares e restaurantes; Dino vai pagar R$ 1 mil

Os governadores de Alagoas e do Ceará, Renan Filho (MDB) e Camilo Santana (PT), respectivamente, a deram verdadeiras aulas ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), de como tratar o setor de bares e restaurantes, os maiores atingidos no atual momento da pandemia da Covid-19 no Brasil.

Em Alagoas, o governo tomou a iniciativa de lançar um pacote de medidas econômicas que procuram beneficiar os empresários do Turismo, entre outros segmentos, com um aporte de R$ 100 milhões em isenções tributárias e linhas de crédito para o setor.

As medidas tributárias e de crédito beneficiam em especial empreendimentos como bares, restaurantes, lanchonetes, foodtrucks e similares (saiba mais).

Já no Ceará, Camilo Santana anunciou na semana passada medidas de apoio aos setores de restaurantes, bares e demais estabelecimentos de alimentação fora do lar, entre elas a isenção do pagamento da conta de água, do IPVA e o pagamento de um auxílio emergencial para os trabalhadores desempregados (leia mais).

Nesta sexta-feira (12), o governador do Maranhão anunciou seu plano para socorrer o setor de bares e restaurantes, que já vem sofrendo com medidas restritivas e, agora, ficará uma semana fechado: vai pagar R$ 1 mil a cada um dos estabelecimentos que se cadastrarem para receber o auxílio (veja aqui).

Quanta diferença!


5 pensou em “Governos de AL e CE isentam milhões em impostos de bares e restaurantes; Dino vai pagar R$ 1 mil

  1. Esse governador é uma farsa, tudo o que ele faz ou diz não se pode confiar ou escrever. Aguardem pra daqui a mais 6 ou 8 meses quando se aproximar a saída dele do governo, como estará a sua aprovação política?

  2. Leda, já te falei que, TUDO é uma questão de INTELIGÊNCIA, ou da ABSOLUTA FALTA DELA (será o teu caso???).
    CORTAR IMPOSTOS e FECHAR as atividades comerciais tem algum sentido????
    Ora se eu fecho teu negócio, não irás gerar DINHEIRO, assim, sem Dinheiro no caixa ( sem a base para a cobrança de IMPOSTOS) , tanto faz cobrar 1% ou 200% pois quelquer percentual sobre ZERO será ZERO ( sera que as escolas do Maranhao ensinaram isso?).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *