Em busca de novo empréstimo, MA deu calote em banco dos EUA em 2020

Enquanto busca autorização para a contração de um empréstimo de R$ 180 milhões (saiba mais), o governo Flávio Dino (PCdoB) vem enfrentando problemas para pagar parcelas de uma dívida contraída com um banco norte-americano.

Em meados de 2020, a União precisou arcar com o pagamento de uma parcela de US$ 49,9 milhões devida pelo Maranhão ao Bank of America Merryl Lynch, em virtude de empréstimo da ordem de US$ 661,9 milhões, contraído ainda em 2013.

A parcela do empréstimo deveria ser paga pela gestão estadual no dia 23 de julho, mas, alegando problemas de caixa em virtude do combate à pandemia do novo coronavírus, o governo ajuizou ação judicial e conseguiu uma liminar, proferida pelo juiz Douglas de Melo Martins, da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís, autorizando o não pagamento (reveja).


5 pensou em “Em busca de novo empréstimo, MA deu calote em banco dos EUA em 2020

  1. Faltando menos de 11 meses pra sair, o “Papudo” quebrou mesmo o Governo do Estado com empreguismos e contratos amigos sem mostrar realizações importantes no governo.

    À medida que avançava sobre o pobre contribuinte com 3 aumentos sucessivos de ICMS vimos que estava tudo perdido. Depois vieram os calotes dos Precatórios, o uso indevido de recursos da EMAP, Fepa, Funbem, Fundo de Combate à Pobreza. Assim como, moratória dos pagamentos dos empréstimos bancários. Idem calotes sem piedade nos tradicionais fornecedores e prestadores de serviço do estado. O rombo que vai deixar deve ser monumental, pois se o Edivaldo — se comenta — que deixou R$ 1 bilhão de rombo para o seu sucessor para um orçamento anual de R$ 3,4 bilhões, imaginem o comuna com um orçamento de R$ 21,5 bilhões?

    • O pior governador da história do Maranhão.

      Sem discurso, tenho dúvidas se a campanha de FD pra senador centrada em ataques Bolsonaro em 2022 vingará ou se tiro sairá pela culatra?

    • O pior governador da história do Maranhão.

      Perdido, sem discurso, tenho dúvidas se a campanha de FD pra senador no MA em 2022 centrada em ataques a Bolsonaro vingará ou se o tiro sairá pela culatra?

  2. Pois Eh! Lembro bem desse emprestimo, às vésperas do término do governo Roseana. Disse na época que era para erradicar a pobreza do MA, com anuência e benesses da AL.!

Os comentários estão fechados.