Autorização para compra de vacinas por empresas também precisa ser dada a estados

30/10/2020 REUTERS/Dado Ruvic/Foto ilustrativa

É importante a aprovação do projeto de lei que autoriza a iniciativa privada a comprar vacinas contra a Covid-19 para a imunização gratuita de seus empregados, desde que seja doada a mesma quantidade ao Sistema Único de Saúde (SUS).

Não se pode negar que se trata de um reforço e tanto ao Plano Nacional de Imunização (PNI), já que metade de tudo o que for adquirido será incluído nele.

O governo federal apoia a ideia.

Mas, se concorda que esse projeto pode ser um alento ao plano nacional, não há por que, então, atuar contra a iniciativa de governadores que também desejam importar imunizantes.

Ora, se já será um alento a inclusão de vacinas compradas por empresas, maior ainda seria com a contribuição dos estados que também desejam importar.

É uma questão e lógica: quanto mais gente importando, mais vacinas para todo mundo.

E, se apoia a compra de vacinas por empresas, o governo federal também deve apoiar as pretensões dos estados.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *