Zé Reinaldo vê confiança extrema de Flávio Dino em Carlos Brandão

O ex-governador José Reinaldo Tavares (PSDB), atual diretor de Relações Institucionais do Porto do Itaqui, foi o entrevistado desta quinta-feira, 6, pelo jornalista Clóvis Cabalau, no quadro Bastidores, do Bom Dia Mirante.

No bate-papo, ele voltou a comentar os recentes movimentos envolvendo o governador Flávio Dino (PCdoB), o vice-governador Carlos Brandão (PSDB) e sua própria nomeação para o cargo na gestão estadual.

Na avaliação do tucano, Dino tem dado mostras de que deve mesmo apoiar uma candidatura do seu vice ao Governo do Maranhão em 2022. O comunista deve ser candidato a senador e, nesse cenário, Brandão concorreria à reeleição para o cargo de governador – já que o atual mandatário do Estado precisa deixar o posto seis meses antes do pleito.

Para Zé Reinaldo a escolha do vice-governador por Flávio Dino é lógica, pois trata-se de assumir que o governo acredita numa continuidade do que vem sendo feito.

“O Flávio convidou o Carlos Brandão para ser vice duas vezes. A primeira [em 2014] teve uma junção política. Mas a segunda, não. A segunda [em 2018] foi uma escolha direta e a mais importante do governador, sem a interferência de ninguém. Isso mostra uma confiança no Brandão. O Brandão significa a continuidade do governo do Flávio. Qual é o governador que não quer ver as suas ações principais, a sua direção preservada depois que ele sair? E, é uma pessoa que dá absoluta tranquilidade ao Flávio de que ele pode ir para o Senado, mas conta com o estado”, disse.

O ex-governador avalia, ainda, que, como senador – aliado aos também senadores Weverton Rocha (PDT) e Eiziane Gama (Cidadania) -, Dino tem a possibilidade de garantir, junto com Brandão, o alinhamento necessário para desenvolver um bom trabalho no Senado.

Além disso, Zé Reinaldo destaca o poder que Brandão terá nas mãos assim que assumir o cargo de governador para disputar uma eleição “sentado na cadeira”.

“Essa receita foi feita aqui por Vitorino [Freire], foi feita pelo [José] Sarney, foi feita pelo Renan [Calheiros, em Alagoas], por todos esses grandes senadores que foram governadores, porque você precisa ser um senador, mas tem o estado. Porque aí o seu voto não é um só, são quatro no Senado e mais a influência na Câmara. De forma que o Brandão garante isso a ele. Eu não vejo ele ter isso com ninguém mais, porque o Brandão é quem conhece tudo. É quem inaugura muitas obras e muito mais. Segundo, ele vai sentar na cadeira e ali é um poder enorme, e eu sei porque eu passei por isso. De forma que eu acho o candidato Carlos Brandão muito forte, tanto politicamente como na parte institucional quando ele sentar na cadeira e presidir a eleição”, afirmou


2 pensou em “Zé Reinaldo vê confiança extrema de Flávio Dino em Carlos Brandão

  1. Gosto da sinceridade de Zé Reinaldo referindo a relação FD/CB quando diz: “E, é uma pessoa que dá absoluta tranquilidade ao Flávio de que ele pode ir para o Senado, mas conta com o estado”, e fica implícito o seguinte: ” O Brandão vai ser um poste que sustentará a influência política dos comunistas e quem vai continuar a governar mesmo o estado é FD”. Com WR, FD não tem nem de longe essa certeza, apesar de que pra mim, os dois são troncos do continuísmo político da famigerada administração comunista.

    Se Bolsonaro quer dar fim aos comunistas de shoppings e churrascadas, que direcione sua munição e que sua infantaria no MA esteja pronta para guerra, pois se continuar assim de forma atabalhoada e desorganizada, a derrota além de ser certa, será fatal.

  2. Amigos,acho que o ex-ministro,ex-governador José Reinaldo com sua experiência, poderia fazer uma dobradinha com o Brandão na sua chapa para comandar esse estado problemático.Como vice governador ,daria mais tranquilidade ao Brandão,visto que ,trabalharam juntos e se conhecem muito bem. Torço para que o meu xará seja convidado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *