Fachin nega pedido da PF para abertura de inquérito contra Toffoli

Foto: Marcello Casal JrAgência Brasil

CNN Brasil

O minsitro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta sexta-feira (14) pedido da Polícia Federal para abertura de inquérito contra o também ministro Dias Toffoli com base na delação premiada do ex-governador do Rio Sérgio Cabral. A CNN teve acesso à decisão, que está sob sigilo.

O ex-governador do Rio Sérgio Cabral acusou o ministro do STF Dias Toffoli de recebimento de propina por decisões judiciais.

Fachin também proibiu a polícia de executar qualquer ato de investigação a partir da delação do ex-governador do Rio Sérgio Cabral, que embasava o pedido da PF, até que o plenário do Supremo decida sobre a validade da colaboração premiada. 

“Determino, com fundamento nos incisos I e V do art. 21 do RISTF, ‘ad referendum’ do Plenário, que a autoridade policial se abstenha de tomar qualquer providência ou promover qualquer diligência direta ou indiretamente inserida ou em conexão ao âmbito da colaboração premiada em tela até que se ultime o julgamento antes mencionado.”


5 pensou em “Fachin nega pedido da PF para abertura de inquérito contra Toffoli

  1. Quer dizer que quando é para botar no c* dos outros eles estão de acordo quando é para botar no c* deles eles correm com a cangaia todo mundo é impedido de ir contra eles assim não existe parcialidade na justiça brasileira virou tudo uma farofa bando de corrupto é uns corruptos querendo julgar os outros corruptos é impossível

  2. Novidade , claro que iria negar , afinal esses canalhas se protegem para não ser investigados , por isso que esse País está uma merda , corrupção , impunidade , judiciário corrupto .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *