Yamaguchi processa senadores e pede R$ 320 mil por ‘misoginia’ e ‘humilhação’

Edilson Rodrigues/Agência Senado

A médica oncologista Nise Yamaguchi processou os senadores Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Pandemia, e Otto Alencar (PSD-BA).

Ela pede que cada um dos parlamentares pague R$ 160 mil a título de indenização por danos morais após depoimento prestado no dia 1° de junho à Comissão.

A profissional afirma ter sido vítima de misoginia, preconceito às mulheres, e humilhação durante a oitiva. Nise Yamaguchi foi incluída entre os 14 investigados pela CPI. 

Leia abaixo carta da médica sobre o caso

São notórios e de conhecimento nacional o desrespeito e a humilhação por mim sofridos durante o depoimento prestado à CPI da pandemia no Senado Federal no dia 1º de junho de 2021.

Médica há mais de quatro décadas, nunca imaginei passar por situação parecida. É triste perceber que, na Casa do Povo Brasileiro, mesmo após décadas de evolução, ainda se perpetuem comportamentos misóginos.

Por diversas vezes, tive minhas falas e raciocínios interrompidos. Ignoraram meus argumentos e atribuíram a mim palavras que não pronunciei. Não foi por falta de conhecimento que deixei de reagir, mas, sim, por educação. Não iria alterar a minha essência para atender a nítidos interesses políticos.

A partir daquele momento, passei a ser extremamente vilipendiada nas redes sociais com agressões em tons ameaçadores, o que é muito preocupante para um estado democrático.

Não faço parte de nenhum partido político. Atuei nos últimos cinco governos como colaboradora eventual, pelo bem da saúde do Brasil e do mundo, sendo que entre 2007 e 2011, participei oficialmente do gabinete do Ministério da Saúde. Meus principais trabalhos foram em ações de controle do tabaco, tratamento personalizado e de precisão do câncer, dentre outros afazeres de compliance e governança.

Agradeço o apoio do Conselho Federal de Medicina, do Conselho Regional de Medicina do Distrito Federal e às inúmeras manifestações de apoio de entidades de classe e de apoio à mulher e ao idoso. Atendo os meus queridos pacientes em Brasília e em São Paulo e deles, de suas famílias e dos colegas, tenho recebido um reconfortante apoio.

Na qualidade de mulher e de idosa, optei por entrar com uma ação judicial contra os senadores Omar Aziz e Otto Alencar, como uma medida para restaurar minha integridade e a de diversos outros médicos brasileiros, os quais também foram afetados com os discursos proferidos pelos parlamentares naquele dia.

Todos os valores ganhos com a causa serão revertidos a hospitais que tratem de crianças com câncer.


5 pensou em “Yamaguchi processa senadores e pede R$ 320 mil por ‘misoginia’ e ‘humilhação’

  1. Respeito acima de tudo, que a justiça prevaleça e faça com que as humilhações à essa grande mulher guerreira sejam reparadas de forma exemplar, já que senadoras como a Eliziane Gama, apenas assistiu a tudo isso, e não teve a capacidade e a coragem em defendê-la, concordando com tal absurdo, como se fosse um calango…..

    • Defende a vida indicando tratamento precoce com cloroquina que não tem eficácia nenhuma e ja foi comprovado no mundo, tu tomou cloroquina ou a vacina?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *