Yglésio detalha embate com promotor, que diz que deputado descumpre ordem judicial

O deputado estadual Yglésio Moyes utilizou as redes sociais, nesta segunda-feira, 16, para divulgar um vídeo com mais detalhes do seu mais novo embate com o promotor Cláudio Guimarães.

Apoiado em depoimentos de moradores do Olho d’Água, o parlamentar acusa o representante do Ministério Público de haver fechado o acesso à praia.

Guimarães sustenta que há ordem judicial com esse fim. Yglésio, por outro lado, diz que, da forma como foi feito, o fechamento impede que mesmo quem mora na praia chegue de carro até suas casas.

Decisões

Procurado pelo Blog do Gilberto Léda, o promotor Cláudio Guimarães deunsua versão.

“O deputado está descumprido determinação da Justiça Federal. As anilhas pertencem à SMTT. Eu apenas não permiti que ele retirasse as anilhas. Quem bloqueou os acessos à praia foi a Prefeitura”, destacou.

Ele também encaminhou ao blog duas decisões judiciais do juiz federal Ricardo Macieira, uma de 2012, outra de 2015.

Em ambas o magistrado confirma a determinação de se fazer cumprir uma portaria de 2008 da Prefeitura de São Luís – proibindo o acesso de veículos à faixa de praia -, mas reforçando que o próprio Município deveria garantir a identificação de moradores que não tivessem outra alternativa, que não a praia, para chegar em casa, além dos fornecedores de estabelecimentos comerciais localizados na areia.


3 pensou em “Yglésio detalha embate com promotor, que diz que deputado descumpre ordem judicial

  1. O promotor Guimarães não é figura das mais simpáticas, mas a sua atuação é no cumprimento da lei e da decisão judicial. Já o deputado, no afã do engajamento que bem lhe interessa parece ter extrapolado: encarnando uma mistura de Duarte Júnior e Cid Gomes, já publicou até foto de abadá da polêmica em suas redes sociais… Esquecendo-se que, antes de tudo, é uma autoridade que deve zelar pelo decoro e respeito às instituições. A lei, que ele bem conhece, é instrumento de defesa da população, e não oportunidade de palco.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.