Lula descarta Felipe Camarão para o Governo do Maranhão

O ex-presidente Lula descartou na semana passada, em entrevista aos jornalistas Clóvis Cabalau e Carla Lima, comentaristas de Política do Bom Dia Mirante, a possibilidade de o PT lançar o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, como candidato a governador do Maranhão.

A entrevista exclusiva foi exibida nesta segunda-feira, 23.

Lula afirmou que o mais provável é que o partido articule apoio a um dos candidatos com potencial de vitória no estado. Disputam acirradamente esse apoio o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), e o senador Weverton Rocha (PDT).

“Eu acho que o PT tem o direito de tomar a posição de querer ter candidato. Não é o caso no Maranhão. Eu acho que o PT vai pretender fazer um acordo, ainda não se sabe com quem. Mas acho que o PT vai fazer um acordo. A presidenta Gleisi tem orientado o partido para que a gente pense nos estados em que a gente não pode ter chances de ter candidato a governador, que a gente possa reforçar a possibilidade de eleição de candidatos federais, porque você precisa ter um presidente da República e ter uma bancada capaz de dar sustentação às inovações e as coisas novas que você quer colocar em votação. Se não, você não aprova”, explicou o petista.


5 pensou em “Lula descarta Felipe Camarão para o Governo do Maranhão

  1. Hahahahhaa. FD com toda babação de ovo do lularápio não tem força nem pra emplacar camarão como candidato.
    Apesar de ser um estado costeiro, aqui não é terra nem de lula nem de camarão, muito menos de dinossauro.

  2. Se o Felipe Camarão,que tem uma cotação expressiva atualmente em todo o Maranhão e principalmente em São Luis, não sair como vice governador ,o cometa Zé Carlos do PT estará em maus lençois. Ambos serão candidatos a deputado federal e o partido só faz um,Felipe Camarão.que vem dando visibilidade e mais divulgação ao PT depois da sua chegada. Então,o Zé tem que preparar muito cascalho,sabemos que ele tem bem guardado,para começar a articular uma virada com aquisição de adeptos nas urnas.

  3. Camarão ainda é novo na política. Tem um potencial enorme para crescer
    e continuar um trabalho exitoso, como na SEDUC!
    Foi meu professor e orientador na UFMA, se ele não mudar seu caráter teremos
    um político de valor no nosso estado, independente de ideologia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *