Flávio Dino é eleito imortal da Academia Maranhense de Letras

O governador Flávio Dino (PSB) foi eleito nesta quinta-feira, como novo membro da Academia Maranhense de Letras (AML).

O socialista ocupará a cadeira nº 32, deixada pelo pai, Sálvio Dino, que faleceu no ano passado.

Ele disputou a vaga com Antônio Guimarães de Oliveira, José Rossini Corrêa, José Carlos Sanches e Azenate de Oliveira, e obteve 25 votos dos 35 válidos.

Guimarães teve 9 votos, e Rossini, 1 voto. Houve, ainda, um voto nulo e uma abstenção.

A escolha confirma um movimento iniciado pelo próprio governador ainda em 2020, e antecipado pelo jornalista Pergentino Holanda (relembre), que chegou a ser atacado pelo imortal Lino Moreira como se houvesse divulgado fake news (releia).


23 pensou em “Flávio Dino é eleito imortal da Academia Maranhense de Letras

  1. Qual a obra que esse infeliz publicou do meu conhecimento nem uma.
    Mais vou lha dar uma dica.
    Publique uma as mazelas de um comunista que acabou com o estado do Maranhão

  2. O governador-ditador foi clamar pelo apoio de Sarney – a quem atacava e condenava – para vencer a eleição como membro da Academia Maranhense de Letras, apesar de nunca ter escrito um conto ou algum poema.
    Um semideus na academia de letras mortas…

  3. Uma vergonha para a AML! Nomes de muito mais conteúdo literário deixados de lado para dar lugar a um que simplesmente queria apenas alimentar seu ego!!! Este de bagagem literária???…Me compre um bode e peça para ele declamar Ariano Suassuna!!!kkkkkkk

  4. Curioso foi ver ontem o juiz Ney Belo, neto de Newton Belo arqui-inimigo de Sarney com a família historicamente desafeta também de Sarney, em cima da mesa de apuração pareado com os amigos do velho oligarca torcendo pela eleição de Flávio Dino. É Maranhão, o que a eleição de 2022 não faz e ainda vai fazer?

  5. teve Meu caro Gilberto: houve um equívoco em sua informação sobre o resultado da eleição na Academia Maranhense de Letras, que peço para corrigir. Quem teve nove votos foi Rossini e Guimarães apenas um.

  6. Para os desinformados ou não adeptos do habito da leitura o governador Flávio Dino já publicou os seguintes livros: “Medidas provisórias no Brasil; origem, evolução e Novo Regime Constitucional”; “O poder, o controle social e o orçamento público”; “Reforma do Judiciário: Comentários à Emenda nº 45”; e “Autogoverno e Controle do Judiciário no Brasil: a proposta de criação do Conselho Nacional de Justiça”

  7. DINÓQUIO SORVETAO, IMORAL, pois, IMORTAL KKKK.CUBA DA ODEBRECHT NAO TEM UMA OBRA LITERÁRIA WUE POSSA SER UTILIZADA COMO REFERÊNCIA E, PRESSUPOSTO PARA UMA POSSÍVEL CANDIDATURA À ACADEMIA. QUEM VOTOU NRSSE IMORAL É MAIS IMORAL QUE ELE, É SEM PERSONALIDADE!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *