Pré-candidatura de Camarão é prova de que Dino não quer Weverton

Embora alguns aliados do senador Weverton Rocha (PDT) tenham comemorado a pré-candidatura de Felipe Camarão (PT) ao governo como um sinal de enfraquecimento da pré-candidatura de Carlos Brandão (PSDB) – até com certa razão -, a verdade é que o petista, em última análise, é também um petardo potente contra o pedetista.

Explica-se: ao permitir que Camarão se lance na disputa, muitos avaliaram que o governador Flávio Dino (PSB) estaria dando demonstrações de que não confia no projeto do tucano, e, assim, dividiria ainda mais a base.

Ocorre que, na prática, o recado é outro.

A candidatura petista é mais um dos tantos sinais do socialista de que não quer nem ouvir falar em Weverton candidato a governador.

É simples.

Se Dino não confiasse mesmo em Brandão como potencial vencedor da eleição de 2022, o mais natural é que fizesse gestos em favor do senador pedetista, que tem pré-campanha adiantada e está mais bem posicionado em todas as recentes pesquisas eleitorais.

O governador, contudo, preferiu dar asas ao voo de mais um nome do seu grupo a aproximar-se de Weverton.

Com um detalhe: ao mesmo tempo, ele barra uma aproximação do PT com o PDT no estado.

Está tudo muito claro, como água.

Só não vê quem não quer…


5 pensou em “Pré-candidatura de Camarão é prova de que Dino não quer Weverton

  1. Concordo com a opinião do blog, pois vejamos a ida do Camarão ao encontro de Sarney que , aliás, não quer nem ouvir falar em Weverton Rocha para governador. A pré- candidatura do secretário de educação enfraquece muito o pedetista já que o grupo sarney tem tudo para ser o fiel da balança em 2022, e já disse não querer Weverton. Viva que vc verá.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *