Sem acordo, greve de rodoviários continua; Prefeitura nega auxílio

Terminou no início da tarde deste sábado, 23, mais uma audiência de conciliação na Justiça do Trabalho entre representantes dos rodoviários, das empresas de transporte de passageiros e da Prefeitura de São Luís. E novamente não houve acordo entre as partes. Com isso, a greve de motoristas e cobradores de ônibus, iniciada na última quinta-feira, 21, continua por tempo indeterminado.

Uma nova rodada de negociações deve ocorrer ainda hoje, às 16h.

Durante a reunião, chamou atenção a postura da Prefeitura de São Luís. Segundo apurou o Blog do Gilberto Léda, representantes da administração municipal firmaram compromisso verbal de ajudar financeiramente o sistema, mas se recusaram a permitir que a garantia constasse na ata da audiência.

O posicionamento deixou insatisfeito o desembargador Evandro de Souza, que mediava a reunião. Diante da negativa do Município de registrar no papel a proposta, novamente a negociação fracassou.


4 pensou em “Sem acordo, greve de rodoviários continua; Prefeitura nega auxílio

  1. Prefeito, construa um metrô e siga o progresso. Ônibus retrógradas, pessoas mal acomodadas, poluição. Invista em infraestrutura. Procure o Governo Federal. Deixe os Dinistas para trás.

    • Metrô em São Luís? Uma Ilha pequena e cruzada por rios e riachos? Acho que sai mais barato comprar um carro pra cada são luisense. Kkkkk
      Procurar o governo federal? Aquele que tá querendo furar o gasto do teto pra promover ação eleitoreira causando desvalorização da moeda, aumento do dólar e arriscando aumentar ainda mais a inflação e meter o país em uma recessão?
      Espero que o prefeito não te ouça.

  2. A receita é um tanto simples porém não é fácil pelo crescimento desordenado da cidade: metrô de superfície. Recursos federais e pronto. Deixe esses empresários se matarem com as sucatas deles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *