A digital de Barroso na decisão da CPI da Covid sobre Bolsonaro

Lauro Jardim

O impasse entre os senadores do G7 sobre a imputação de genocídio a Bolsonaro contou com um importante elemento para a sua solução.

Luís Roberto Barroso alertou Omar Aziz que tomassem cuidado porque os elementos juntados pareciam precários e poderiam fragilizar o relatório da CPI da Covid.

O ministro é relator de uma ADPF impetrada no Supremo pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil sobre o tema.

A ponderação de Barroso ajudou a convencer Renan Calheiros a retirar o pedido de indiciamento do presidente da República por crime dessa natureza.


5 pensou em “A digital de Barroso na decisão da CPI da Covid sobre Bolsonaro

  1. Meu Nobre Gilberto rapaz se isso for verdade judiciário CPI tão todos com o .mesmo objetivo derrubar presidente a oposição nao tem voto para eleger o querido deles o Sr Honesto Lula esperem a eleição para o.ano tirem Bolsonaro no Voto ou eles tem medo de levarem outra taca so pode ser isso.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *