‘Vergonhosa’, dizem rodoviários sobre proposta de reajuste de 2%

(Foto: Matheus Soares/Grupo Mirante)

Depois de mais de seis horas reunidos na sede da Prefeitura de São Luís, rodoviários e empresários, mais uma vez, não chegaram a um consenso.

Os patrões, diante da paralisação dos ônibus na Grande São Luís, que já está no quinto dia, apresentaram uma proposta considerada vergonhosa pelos trabalhadores: 2% de reajuste salarial.

Segundo os rodoviários, o prefeito Eduardo Braide (Podemos) comprometeu-se a apresentar até a próxima quinta-feira, 28, uma medida que serviria para solucionar o impasse, uma espécie de auxílio.

“Desde a manhã, estamos reunidos e mais uma vez, o sentimento é de frustração. O empresários seguem com a intransigência deles, em não oferecer uma proposta digna aos trabalhadores, que atuam na precariedade, arriscando a própria vida, que quando não são ameaçados por criminosos, se expõem a Covid-19. Realizamos atividade essencial e sem dúvida, merecemos mais respeito por parte dos patrões. Levamos a proposta aos trabalhadores, que não aceitaram. Nestas condições, ficará difícil avançar nas negociações”, afirma Marcelo Brito, presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.


4 pensou em “‘Vergonhosa’, dizem rodoviários sobre proposta de reajuste de 2%

  1. Vergonha foi a proposta que a direção da caema fez ao trabalhadores depois de 3 anos ser reajuste, pior que foi aceito uma proposta que pode acontecer de no futuro os trabalhadores vão devolver dinheiro para empresa. Pode uma coisa dessa. Dino impondo a reforma trabalhista na caema. Parabéns governador. Nunca terá meu voto

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *