Barão de Grajaú: Receita acusa ex-prefeito Gleydson Rezende de improbidade

O ex-prefeito de Barão de Grajaú Gleydson Rezende está enrolado com a Receita Federal: segundo documento do órgão a que o Blog do Gilberto Léda teve acesso, ele descontou o INSS dos funcionários ainda em 2020 e não repassou o valor, fazendo com que a dívida ficasse para a próxima gestão e fosse descontado diretamente no repasse do FPM para o município de Barão de Grajaú. 

Da competência do mês de 11/2020, foram descontados R$ 173.723,61 e outra parcela de R$31.681,37. Do mês de 10/2020 foram descontados R$ 179.430,17. Do mês de 12/2020 foram descontados R$ 248.574,43 e ainda do mês 13/2020 (13°) R$ 111.452,70. 

Os descontos nos cofres públicos já somados até agora chegam ao montante de R$ 744.862,64 (Setecentos e quarenta e quatro mil, oitocentos e sessenta e dois reais e sessenta e quatro centavos).

Atitudes como essa inviabilizam a boa gestão e podem prejudicar o andamento da máquina pública.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.