NOTINHAS DA MANHÃ

Fora do jogo
O secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão (PT), confirmou o que todos já sabiam: ele não será mesmo candidato a governador. O petista justificou a decisão “em virtude da atual conjuntura política vivenciada em nosso estado; pelo bem de um projeto nacional do nosso Partido dos Trabalhadores, cuja tática principal é clara, no sentido de eleger o presidente Lula e constituir uma forte bancada federal nas eleições de 2022; pela minha posição de aliado do governador Flávio Dino, que já apresentou o nome do vice-governador Carlos Brandão como sua escolha pessoal para a sucessão no Governo do Maranhão”.

Na Justiça

A Defensoria Pública do Estado (DPE/MA), por meio do Núcleo Regional de Caxias, ingressou na Justiça para que seja suspenso o reajuste da tarifa de água na cidade. A DPE já havia tentado solucionar a demanda pela via administrativa, com a emissão de uma recomendação (saiba mais). No entanto, não houve resposta por parte da gestão Fábio Gentil (Republicanos).

Triplicou
A DPE insurgiu-se contra a Prefeitura de Caxias depois de a gestão local quase triplicar o valor da tarifa de água na cidade. Um absurdo.

Explicação
A Prefeitura de Afonso Cunha manifestou-se, em nota encaminhada ao Blog do Gilberto Léda, a respeito do curioso fato de a Saúde local haver aplicado vacinas contra a Covid-19, até agora, em 104% do público alvo. Repetindo argumento do secretário de Saúde, Carlos Lula (saiba mais), a gestão municipal alega que, por conta do avanço da campanha na cidade, pessoas de outros municípios acabaram sendo atraídas para se imunizar por lá.

“O Município de Afonso Cunha, desde o início da vacinação, sempre foi referência na região com oferta da vacina aos públicos alvo, inclusive com a realização do primeiro mutirão de vacinação no interior do estado, sendo esse um dos fatores principais que fizeram a população de municípios vizinhos procurar o serviço em Afonso Cunha, e jamais poderíamos deixar de compartilhar com os nossos irmãos circunvizinhos; um dos fatores que contribuiu para ultrapassarmos os 100%”, diz o comunicado. Leia aqui a íntegra.

Doações

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), iniciou na quarta-feira (12), a entrega de cestas básicas, kits de higiene e EPIs para proteção contra o coronavírus, por meio do projeto União Pelo Maranhão. A ação é uma iniciativa da Federação e tem como objetivo mobilizar a classe empresarial do Maranhão e todos que queiram ajudar as famílias desalojadas e desabrigadas pelas enchentes que castigam o estado.

Falando nisso…
Por falar em enchentes, o presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou na quinta-feira (13), em conversa com deputado Aluisio Mendes (PSC), que o Maranhão pode ser incluído entre os beneficiários de um aporte de R$ 2,3 bilhões para do governo federal aos estados para mitigar os efeitos de enchentes – R$ 1,3 bilhão via Ministério do Desenvolvimento Regional e R$ 1 bilhão via Ministério da Infraestrutura.

Mais cestas
Na mesma conversa, o presidente confirmou ao parlamentar maranhense o envio de mais 30 mil cestas de alimentos aos municípios atingidos pelas cheias e fortes chuvas no interior do Maranhão.


2 pensou em “NOTINHAS DA MANHÃ

  1. Em Codó terá o maior reboliço neste final de semana.
    É um bloquinho que tem políticos com velhas idéias e será no meio da rua com cantor de renome nacional.
    As autoridades estão caladas porque o bloquinho é bancado por políticos.
    O Ministério Público não fez nada para impedir.
    A gripe é grande na cidade e também na UPA muitos doentes e testes positivos para covid10.

    Alô MP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *