Brandão precisa desarmar ‘bombas’ deixadas por Flávio Dino

O governador Carlos Brandão (PSB) tem pelo menos duas “bombas” de efeitos devastadores para desarmar em seu governo.

Ambas deixadas pelo ex-governador Flávio Dino (PSB).

A primeira ele já sabia de antemão que precisaria: a ponte Central-Bequimão.

Inaugurada às pressas, no dia 1° de abril, a obra está incompleta. Faltam acessos e são poucos os carros que conseguem atravessá-la ilesos. Ou atolam ou cortam pneus numa cabeceira exposta.

Brandão já disse que concluirá o serviço, seja com recurso do Tesouro Estadual, seja com verba de empréstimo (saiba mais).

A segunda pode ser ainda mais destruidora para sua gestão.

Na semana passada, o TJ anunciou que iniciou procedimentos para sequestrar mais de R$ 150 milhões dos cofres do Estado.

Motivo?

Mesmo tendo sido incluída num regime especial de pagamento de precatórios, a gestão Dino não honrou parcelas mensais acordadas.

E a conta agora pode sobrar para Brandão.

Se efetivado o sequestro – e se não houver empréstimo para a conclusão da ponte -, restará pouco ou quase nada para a atual gestão fazer a não ser pagar a folha.


15 pensou em “Brandão precisa desarmar ‘bombas’ deixadas por Flávio Dino

  1. PELO JEITO FALTOU CORAGEM/INDEPENDÊNCIA AO TJ/MA PARA TOMAR DE FORMA TEMPESTIVA TAL MEDIDA NECESSÁRIA, OU SEJA, FAZER CUMPRIR O TAL “plano de pagamento homologado em dezembro de 2021″, DURANTE A GESTÃO DINO. DEIXOU ELE SAIR DO CARGO PARA DELIBERAR ACERCA DO TAL ” sequestro de verbas do Estado do Maranhão para regularização das parcelas mensais inadimplidas referentes ao pagamento de precatórios”. RESULTADO: SOBROU PARA BRANDÃO.

  2. Sobre o acesso a Ponte Central-Bequimão, não é verdade que “faltam acessos e são poucos os carros que conseguem atravessá-la ilesos. Ou atolam ou cortam pneus numa cabeceira exposta”. A cabeceira da ponte ta sim acessível e sem riscos de cortar ou danificar qualquer carro que seja, pequeno ou grande. Tão usam politicamente esse assunto. Claro que necessita sim, da pavimentação asfáltica, mas já há um monte de carros atravessando a rodovia e a ponte diariamente, principalmente ambulâncias.

  3. Quem foi esse gênio que descobriu isso, governo tem que ter continuidade, me lembro da ponte Bandeira Tribuzzi que ficou incompleta e Castelo terminou, lá nos idos anos 80. Brandão ou o que vier depois tem que terminar a ponte.

  4. ESSA SERA A CONTINUIDADE FE UM DESGOVERNO COMUNISTA. O LAHESIO BOMFIM TALVEZ SEJA A MELHOR OPÇÃO FUANTE DOS DEMAIS AÍ PRESENTES, ESCROQUES DA PIOR ESPÉCIE!

    • Esquece, essa dai nem inaugurada foi, se a ponte que foi não tem nem asfalto, essa estrada ai só terminará completamente depois de umas 10 inaugurações.

  5. Não são só essas duas bombas deixadas pelo irresponsável governador FD, um dos piores da história recente do Maranhão.

    Ainda tem o saque no Fepa, Funbem, Emap. Tem o superendividamento do Estado, os “aluguéis camaradas” funcionando quase como uma despesa supérflua para agradar os “amigos” e “parceiros”, bem como o desequilíbrio das despesas de pessoal com empreguismos demagógico que ninguém vai mexer, as terceirizações com Oscips, a situação financeira dramática do estado ao ponto de não ter dinheiro sequer pra concluir uma mísira ponte na Baixada Maranhense etc.

  6. A única coisa que o Dino realmente trouxe como uma tendência para o nosso estado, é a inauguração fake. São tantas fotos, algumas coisas se inauguram até duas vezes, com direito a fogos e tudo mais. Essa ponte foi “inaugurada” mas vai ser “inaugurada” mais algumas vezes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.