Lutador de São Luís estreia com vitória no UFC, em Las Vegas

Globo.com

(Foto: Getty Images)

A estreia do peso-médio Caio Borralho no UFC não foi como ele esperava. Após quase três rounds de domínio sobre o russo Gadzhi Omargadzhiev, que vinha invicto em 13 lutas no MMA, o brasileiro conectou uma joelhada ilegal na cabeça do rival no terceiro round. Como Omargadzhiev não retornou para a luta, o árbitro decidiu considerar as papeletas dos juízes, que apontaram vitória do brasileiro por decisão unânime (triplo 29-27).

A luta começou com os dois lutadores apostando nos chutes, e com Borralho mostrando velocidade nos golpes. Após um bloqueio de chute por parte de Omargadzhiev, o brasileiro caiu por baixo no chão, mas inverteu a posição imediatamente. Borralho ficou por cima e tentou aplicar o “ground and pound”, mas Omargadzhiev defendeu-se e chegou a acertar um chute na cabeça do brasileiro, que absorveu o golpe e voltou a pressionar o russo no chão, dominando as suas costas. Com o cadeado fechado na cintura, Borralho buscava um estrangulamento, mas também aplicava cotoveladas na lateral da cabeça do russo, pressionando-o até o intervalo.

No recomeço da luta, Omargadzhiev começou tentando buscar o ataque na luta em pé, mas Borralho manteve a calma, e mesmo após receber alguns golpes, voltou a pressionar o russo, acertando bons golpes. Omargadzhiev pareceu sentir um direto e abaixou-se junto à grade. O brasileiro quase aplicou uma joelhada ilegal, mas travou o movimento a tempo. Logo em seguida, Borralho encurtou a distância e dominou Omargadzhiev, voltando a ficar nas suas costas com o cadeado fechado na cintura e terminando o round exatamente como o anterior.

Na volta para o terceiro round, Omargadzhiev acertou uma joelhada na região genital de Borralho, que levou algum tempo para se recuperar. No retorno ao combate, o brasileiro tentou duas joelhadas voadoras sem sucesso, e depois partiu para a luta agarrada. No chão, o russo tentou encaixar uma chave de perna, mas Borralho defendeu e saiu da posição. Novamente nas costas de Omargadzhiev, o brasileiro aplicou uma joelhada ilegal na cabeça do rival, que ficou caído no chão. O árbitro retirou um ponto de Borralho, mas Omargadzhiev não retornou para a luta e o árbitro Dan Miragliotta encerrou o combate.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.