Madeira define “limbo” em que se encontra Weverton

O secretário-chefe da Casa Civil do governo Carlos Brandão (PSB), Sebastião Madeira, utilizou uma metáfora interessante para definir a situação política do senador Weverton Rocha (PDT) em relação ao debate nacional atrelado ao local.

Segundo ele, o pedetista está em uma espécie de “limbo”.

“Por que é que o Weverton está faltando terra nos pés? Porque ele não é carne, nem peixe. Ele não é Bolsonaro porque a vida dele toda não condiz com isso, e não é Lula porque Lula não quis. Ele está num limbo. Se tiver segundo turno, é com o Lahesio”, comentou, ontem, 12, em entrevista ao programa Panorama, da Mirante AM (saiba mais).


4 pensou em “Madeira define “limbo” em que se encontra Weverton

  1. Só mesmo UM FORA DA POLÍTICA, como esse SEBASTIÃO MAMADEIRA , pra fazer uma afirmativa dessa:

    “WEVERTON ROCHA., iNDECISO !!!? ” Depois de tudo que aconteceu (cooptação de aliados) o ROCHEDO não cedeu….

    Esse negócio de APOIO DE LULA é só ilusão. Se surtisse efeito , Rubens Júnior seria o prefeito de São Luís.

    Isso é FALTA DO QUE FAZER na sua CASA SERVIL , ficar falando besteiras, SEBASTIÃO MAMADEIRA.

    Marco Antônio Carvalho Diniz

  2. Agora o bicho pegou, o desespero já está no limite do surto nos corredores dos leões. Não foi por falta de alerta, subestimaram o povo porque acharam que o Maranhão não tem um povo valente, consciente e inteligente. Agora é tarde demais para mudar de plano, e uma coisa é certa, já não vai ser mais desespero e sim surto rodando os corredores dos leões porque um povo valente, consciente e inteligente, jamais cairá numa cilada para eleger um poste. Não adianta querer inventar fake news, é só desespero no limite do surto que roda os corredores dos leões por saberem que o próximo governador do Maranhão é Weverton Rocha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.