PT enterra narrativa de Weverton

A decisão do PT de apoiar a reeleição do governador Carlos Brandão (PSB) – e ainda indicar Felipe Camarão como vice na chapa – foi mais uma derrota do senador Weverton Rocha (PDT) no seu projeto de candidatura.

Apesar de já de conhecimento geral antes mesmo do Encontro de Tática Eleitoral, a definição petista foi um petardo no pedetista porque enterra mais um dos argumentos da sua pré-campanha: o de que ele tem apoio do PT e de que é amigo “o melhor amigo do Lula no Maranhão”.

A aliança PT/PSB no estado teve apoio da quase unanimidade do partido.

A situação para Brandão ficou ainda mais confortável depois que alguns dos poucos petistas aliados de Weverton decidiram sequer participar do encontro.

Sem apoio da militância local, e com Lula cada vez mais próximo da dupla Carlos Brandão/Flávio Dino, Weverton vai, mais uma vez, precisar corrigir a rota rumo à disputa pelo Palácio dos Leões.


2 pensou em “PT enterra narrativa de Weverton

  1. O PT não tinha mais no estado um grande líder e a sorte desse partido,foi a chegada oportuna do Felipe Camarão,que poderá dar a essa agremiação um futuro governador do estado.Coisa jamais imaginada ! O Zé Inácio sabia que não tinha condições de alavancar milhões de voto para ajudar o Brandão e com sua desistência,acabará sendo beneficiado com a sua reeleição,coisa que andava muito difícil e agora com a ajuda do Camarão,pode começar a sonhar co a assembleia.AVANTE BRANDÃO/CAMARÃO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.