Escutec: Brandão segue com gestão aprovada no Maranhão

Imirante

A pesquisa Escutec/Imirante de intenções de votos para o Governo do Maranhão, Senado e Presidência da República, divulgada ao longo desta semana, levantou, também, a avaliação da gestão Carlos Brandão (PSB) à frente do Executivo estadual.

Segundo a consulta, 46% dos 2 mil entrevistados disseram aprovar a administração do socialista – eram 50% em junho.

De outro lado, a reprovação ao governador também caiu: chegou a 32% no mês passado, agora está em 30%.

Outros 24% não sabem, ou não responderam.

Federal – A pesquisa questionou o eleitorado local, ainda, sobre a gestão do presidente Jair Bolsonaro (PL).

Os percentuais mantiveram-se praticamente inalterados: 59% disseram desaprovar a administração federal (mesmo percentual de junho) e 34% disseram aprová-la – apenas 1 ponto percentual a menos, enquanto 7% não sabem ou não responderam.

O Instituto Escutec ouviu 2 mil eleitores entre os dias 2 e 7 de julho. O registro na Justiça Eleitoral é MA-01386/2022 e o intervalo de confiança é de 95%. A margem de erro é de 2,19% para mais ou para menos.


15 pensou em “Escutec: Brandão segue com gestão aprovada no Maranhão

  1. Qual gestão é essa? 43 dias internado e suas mais “importantes” ações foram o Melhor São João do Mundo, onde 25 milhões de reais foram gastos enquanto a pobreza só aumenta e o feryy de 35 anos de idade construído prara fazer transporte em rios…. onde acharam essa aprovação?????

  2. Gestão não , mas GASTÃO sim …foi só o que ele fez , gastando dinheiro público com FESTAS e o povo passando fome …até o combustível ele foi contra a redução de preço, esse PATIFE.

  3. Eu gostaria de entender porque uns caras que estudaram e se formaram Jornalistas, e a gente passa a acreditar e de repente a gente descobre que ele fornecem as senhas de suas redes sociais e blogues pra políticos que estão no poder escrever e publicar suas baboseiras, isso é só curiosidade, mais eu continuo acreditando na credibilidade destes jornalistas, até porque nem tudo está perdido.
    Será porquê os jornalistas fazem isso?
    Ah ia esquecendo se não quiser publicar o comentário/pergunta, não tem problema, porque vou entender o motivo

  4. Não é gestão. O que vemos é um cortejo de comissionados para o governador e um estado à beira do abismo, com praias poluídas e estradas que mal servem para transportar commodities.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.