Senadores do PT processam Bolsonaro por motociata sem capacete no MA

Imirante

Um grupo de senadores do Partido dos Trabalhadores (PT) encaminhou uma representação ao Ministério Público do Maranhão (MPMA) pedindo investigação sobre eventual omissão de órgãos de fiscalização e de policiamento durante uma motociata do presidente Jair Bolsonaro (PL) em Imperatriz (MA), na semana passada.

A informação é da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo.

No pedido, a bancada petista alega que tanto o presidente quanto o passageiro na garupa de sua motocicleta não usaram capacete, o que configuraria infração de trânsito gravíssima.

O evento contou com a participação do inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Antônio Noberto, do Agir 36. Ele é cotado para candidato a vice-governador na chapa de Lahesio Bonfim (PSC).

Segundo a publicação, o representação junto ao Ministério Público afirma que essa não é a primeira vez em que Bolsonaro não faz uso do equipamento de segurança ao andar de moto. Chama a atenção, ainda, para a falta de atuação de autoridades e de órgãos fiscalizadores que deveriam zelar pelo Código de Trânsito Brasileiro.

“É possível observar que estas autoridades ficam inertes durante esses eventos, não sendo lícito nem correto que o presidente da República e seus apoiadores presentes se beneficiem da omissão desses agentes públicos”, afirmam os senadores Paulo Rocha (PA), Humberto Costa (PE), Fabiano Contarato (ES), Jaques Wagner (BA), Jean Paul Prates (RN) e Rogério Carvalho (SE) e pela senadora do Pros Zenaide Maia (RN).

O documento ainda afirma que não há exceção no ordenamento jurídico brasileiro que isente o presidente da República do cumprimento de normas de trânsito, sugerindo que, ao dirigir sem capacete, o mandatário também incentiva a população ao desvio da legalidade.

“A Constituição Cidadã não acolhe ao chefe do Poder Executivo o direito de se eximir do cumprimento das leis, posto que não se trata de soberano, mas, sim, de cidadão mandatário incumbido de deveres e responsabilidades essenciais para a condução da nossa nação”, diz a representação.


12 pensou em “Senadores do PT processam Bolsonaro por motociata sem capacete no MA

  1. Rapaz só pq foi o Bolsonaro e como a q mais tem aqui no Maranhão e corriata com vem em carroceria de cominhonete motoqueiro sem capacete é uma verdadeira bagunça aí os petistas nunca se manifestarão

  2. Esses senadores nao tem o que fazer, se for ao pé da letra, infelizmente no MA como demais estados onde a grande maioria dos municipios o uso do capacete é praticamente zero. Eles ai sim terão muito trabalho à frente.

  3. É cada argumento sem sentido esses senadores do Maranhão são uma vergonha. Se querem mostrar serviço processem o Lula por andar sem algemas.. vão procurar o que fazer.

  4. É muita falta do que fazer… sobre a eterna duplicação da estradinha BR 135 ninguém quer cobrar…
    Agora se preocupar com a cabeca do presidente…

  5. Bando de senadores VAGABUNDOS que em vez de esta se preocupando em trabalhar pelo o povo estão preocupados o presidente Jair Bolsonaro, vão procurar o que fazer bando de CANALHAS IMCOMPETENTES, IMBECIS, PATETICOS E LADÕES DO DINHEIRO PÚBLICO.
    Estes jornalistas e blogueiros daqui do Maranhão e com esta imprensa nacional acostumados com dinheiro público tão numa abstinencia de fazer dó, vão continuar sem o dinhiro do povo

  6. É muita cara de pau e falta do que fazer, esse bando de representantes dos seus estados, em perder tempo protocolando uma petição para processar o Presidente da Republica, por não usar capacete durante uma motociata. Vamos arrumar uma PROMOÇÃO desses Senadores para guardas de transito?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.