PF desencadeia operação contra vazamento de informações no Maranhão

A Polícia Federal deflagrou na manhã de hoje (21) a Operação Turing, com o objetivo de desarticular organização composta por servidores públicos e particulares que causavam embaraço a investigações da PF no estado.

Aproximadamente 80 policiais federais estão cumprindo 23 mandados judiciais, sendo 4 de prisão temporária, 4 de condução coercitiva e 15 de busca e apreensão, em residências e locais de trabalho dos investigados. As ordens judiciais foram expedidas pela 2ª Vara da Justiça Federal de São Luís/MA.

Foram decretadas as prisões temporárias dos blogueiros Luis Cardoso, Luis Pablo e Neto Ferreira e do ex-secretário adjunto da Administração, Logística e Inovação Penitenciária do governo Flávio Dino (PCdoB), Danilo dos Santos Silva – ele foi exonerado no dia 9 de março, quando a operação já estava em andamento.

Foram conduzidos coercitivamente, ainda, outros cinco blogueiros. A decisão foi divulgada pelo blog O Informante.

A investigação, iniciada em 2015, revelou que um policial federal revelava antecipadamente fatos sob sigilo de Justiça a blogueiros. Estes, por sua vez, ameaçavam funcionários públicos e empresários e pediam valores em troca da não divulgação na mídia local dos fatos descobertos em desfavor deles.

Os investigados aproveitavam também a oportunidade para fugirem ou destruírem provas. Em troca, o servidor público era agraciado com publicações na imprensa em seu favor, permitindo sua inserção em cargos de confiança do Estado. Ele chegou a assumir a função de Secretário Adjunto da Administração, Logística e Inovação Penitenciária.

A PF apura, ainda, possíveis frustrações do caráter competitivo de licitações do sistema prisional, bem como eventuais desvios na execução de verbas públicas.

O nome da operação é uma referência a Alan Turing, um cientista e matemático britânico responsável pelo desenvolvimento de uma máquina utilizada durante a Segunda Guerra Mundial, capaz de interceptar e decodificar dados criptografados transmitidos pela máquina Enigma.


17 ideias sobre “PF desencadeia operação contra vazamento de informações no Maranhão

  1. Caro bloguista, esse Danilo eta filiado ao partido do governador, fez inumeras irregularidades na Seap, se investigarem essa adm não escapa um,Esse moço foi candidato a deputado , tem mais de 15 pessoas diretamente ligadas a ele, Essa licitação da seap vai dá o que falar

  2. atualiza essa informação aí Leda, foram decretadas as prisões preventivas do Luís Cardoso, Luís Pablo, Ferreira neto e Yuri.

  3. Além da cadeia, o descrédito público… Trabalhar honestamente, pegar no pesado, cumprir horários… Ganhar dinheiro fácil, mole, muitos querem. Agora, extorsão, chantagem…, meu velho, isso dá uma cadeia braba. Mas a pior prisão é a repercussão disso tudo. Rapaz, nunca um ditado foi tão certo: “A cobra provou do próprio veneno”

  4. Pingback: Membro do governo foi exonerando dias antes de ser preso pela Policia Federal

  5. Eu sempre falo aqui, depois que o governador extinguiu o Código de Licitações do Estado e colocou na Comissão Central de Licitações pessoas sem a mínima experiência no assunto era pra ficar do jeito que o diabo gosta. Mas o que mais me impressiona é que o TCE de Edimar Cutrim está cego, surdo e mudo. Esse é o nosso Maranhão da página virada.

  6. Se os blogueiros foram presos por terem acesso as investigações da polícia federal e vazarem essas informações. Quem informou ao governo do estado que o então servidor público Danilo seria preso pela PF também teve acesso as citadas investigações. E aí vai ser preso também?
    .

Comentários encerrados.