Delator diz que Ulisses Souza cobrou propina da Odebrecht no governo Zé Reinaldo

Partiu do então procurador-geral do Estado no governo José Reinaldo (PSB), Ulisses Sousa, o pedido de propina à Odebrecht para a liberação de pagamentos a que a empreiteira tinha direito do Governo do Maranhão, durante a gestão do socialista.

A informação é do Ministério Público Federal (MPF) e embasa o pedido do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, para a abertura de inquérito contra os dois – as investigações foram autorizadas pelo ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (reveja).

“Segundo o Ministério Público, narram os colaboradores que Ulisses César Martins de Sousa, na qualidade de Procurador-Geral do Estado do Maranhão, solicitou vantagem indevida ao Grupo Odebrecht para facilitar o pagamento de valores devidos à empresa decorrentes de contrato administrativo. O pagamento da propina foi efetuado por meio do Setor de Operações Estruturadas, mencionando-se, inclusive, remessa de recursos financeiros ao exterior sem o cumprimento dos requisitos normativos”, diz trecho do relatório de Fachin.

De acordo com o ministro, a PGR acrescentou que Ulisses Sousa “exercia cargo de intensa confiança do então Governador do Estado do Maranhão, José Reinaldo Carneiro Tavares, bem como que a expressividade econômica do contrato e a facilidade de adimplemento experimentada após o pagamento da propina, na visão do Ministério Público, sugerem a possível conivência do então mandatário do Executivo, circunstância que demanda apuração aprofundada”.

É o que será investigado em relação ao socialista.

2 ideias sobre “Delator diz que Ulisses Souza cobrou propina da Odebrecht no governo Zé Reinaldo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *