Flávio Dino corta R$ 8,4 milhões da Uema

O governador Flávio Dino (PCdoB) retirou, na semana passada, R$ 8,4 milhões do orçamento da Universidade Estadual do Maranhão (Uema).

O ato foi oficializado por meio de três decretos, no dia 13 de junho.

O primeiro deles cancelou dotação de R$ 2 milhões que seriam aplicados na “Promoção de Eventos Científicos, Tecnológicos e Sócio-Culturais” e agora serão destinados ao “poço sem fundo” da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).

Da administração da Uema o comunista retirou mais R$ 1 milhão, que será destinado à construção de um prédio anexo do Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), em São Luís.

Dino retirou, ainda, R$ 5,4 milhões da “Formação de Profissionais de Nível Superior” para entregar à Procuradoria-Geral de Justiça do Estado do Maranhão (PGJ-MA).

TCE de bolso cheio

Além da dotação de R$ 1 milhão, o TCE ainda garantiu do Governo do Estado, no mesmo dia 13 de junho, outros R$ 8,9 milhões.

Serão R$ 6,4 milhões para fiscalização externa e mais R$ 2,5 milhões para a construção do anexo.

3 ideias sobre “Flávio Dino corta R$ 8,4 milhões da Uema

  1. CAEMA é aquele negócio que fornece água a diversos no Maranhão?
    Com tanto dinheiro gasto sem nenhum resultado, daria para, em vez
    de água, vinho e da melhor qualidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *