Novo presidente da Caema foi condenado a devolver R$ 742 mil aos cofres públicos

O novo presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), Carlos Rogério Santos de Araújo, já é figura conhecida de gestões em São Luís.

Foi secretário adjunto de obras por seis anos – durante um mandato e meio de Jackson Lago (PDT) – e, por igual período, titular da pasta, já na gestão Tadeu Palácio (PP).

Mais recentemente, foi secretário de Trânsito e Transportes, no primeiro mandato de Edivaldo Holanda Júnior (PDT) – reveja.

Mas foi na passagem pela gestão Palácio que Carlos Rogério ficou marcado. Não por obras.

Em março de 2013, ele foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) a devolver R$ 742 mil e pagar multas nos valores de R$ 74 mil e R$ 3 mil (saiba mais). Os processos referiam-se aos exercícios financeiros de 2007 e 2008.

Antes disso, em 2011, Rogério foi condenado a pagar multa de R$ 10 mil por conta da desaprovação das contas da Secretaria de Obras referentes ao ano de 2005 (relembre).

Pirata

Para quem não lembra, era Carlos Rogério o titular da SMTT quando do episódio do reboque do Fusquinha do “Pirata da Litorânea” (leia aqui).


3 ideias sobre “Novo presidente da Caema foi condenado a devolver R$ 742 mil aos cofres públicos

  1. Eita , agora ele coloca o Buriti (irmao) na caema , pois , o mesmo perdeu o a pasta da Limpeza Pública porque nao fazia nada . A Estrela esta fazendo um ótimo trabalho o prefeito acertou em cheio na mudança.

  2. Conheço o Dr Carlos Rogério,desde a Sec.de Obras do Município.Competente,desenrolado e presente nos canteiros de obras.Sério e,como funcionário da CAEMA com certeza vai dar um grande impulso na administração.Aliás já estava fazendo isso na Diretoria de Obras da companhia.Essa condenação do TCE,com certeza deve ter sido de contratos de interesse de Tadeu Palácio e sua família que,aliás por incrível que pareça teve suas contas aprovadas.pode?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *