Adutora do Italuís: governo Flávio Dino entrega obra de Roseana

O fornecimento de água em 159 bairros de São Luís abastecidos pelo Sistema Italuís foi interrompido desde ontem (6), às 6h, devido a uma obra no sistema para a interligação de uma nova adutora com o sistema antigo.

A obra, iniciada no governo Roseana Sarney (PMDB) e deixada praticamente pronta, arrastou-se pelos últimos três anos, sendo retomada efetivamente apenas em 2017. Afetadas, cerca de 600 mil pessoas ficarão sem água nas torneiras até as 6h do próximo sábado, 9, totalizando 72 horas de transtornos.

De acordo com a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), a interrupção no abastecimento é necessária para a interligação da nova adutora com o sistema antigo. Ainda segundo o órgão, na fase de conclusão os serviços no sistema precisaram passar por diversas adequações.

Bairros atingidos pela interrupção de água durante 72h:

Zona 01:

Centro; São Pantaleão; Madre Deus; Goiabal; Codozinho; Vila Bessa; Belira; Lira; Parte da Areinha; Macaúba; Apicum; Camboa; Vila Bangu; Diamante; Vila Passos; Coréia de Baixo; Coréia de Cima; Sítio do Meio; Alto da Boa Vista; Retiro Natal; Liberdade; Tomé de Sousa; Fé em Deus; Floresta; Retiro Natal e Monte Castelo.

Zona 02:

Apeadouro; Irmãos Coragem; Bairro de Fátima; Bom Milagre; Parque Amazonas; Alemanha; Caratatiua; Vila Ivar Saldanha; Alto da Vitória; João Paulo; Jordoa; Vila Palmeira; Barreto; Túnel do Sacavém; Santa Cruz; Vera Cruz; Cutrim; Radional; Coroado; Parque Pindorama; Parque do Nobres; Redenção; Barés; Filipinho; Sítio Leal; Sacavém; Coheb do Sacavém; Santo Antônio; Vila Conceição; Bom Jesus; Vila dos Frades; Parque Timbira; Alto do Parque Timbira; Primavera; Sítio do Pica Pau Amarelo; Coroadinho.

Zona 04:

São Cristóvão; Tirirical; Solar das Mangueiras; Parque Universitário; João de Deus; Sítio Pirapora; Vila Itamar; Parque Jaguarema; Parque Sielândia; Residencial Canaã; Alameda dos Sonhos; Vila Lobão; Parque Roseana Sarney; Santo Antônio; São Bernardo; Vila Brasil; Cohapan; Jardim São Cristóvão; Residencial João Alberto; Parque Sabiá.

Zona 05:

Alto do Calhau; Calhau; Cohafuma; Conjunto Basa; Ilhinha, Jaracaty; Jardim São Francisco; Loteamento Boa Vista; Loteamento Jaracaty; La ravardiere; Ponta D’Areia; Ponta do Farol; Residencial Novo Tempo; Recanto dos Nobres; Renascença I e II; Residencial Ana Jansen; São Marcos; São Francisco; Vila Conceição I e II; Av. Litorânea; Angelim Velho; Bequimão; Cohajoly; Cohama; Condomínio Villagio Esperança; Conjunto Angelim; Residencial Marfim; Conjunto Boa Morada; Conjunto Vinhais; Eco Villagio; Maranhão Novo; Parte do Primavera; Turu; Planalto Cohaserma; Planalto Vinhais I e II; Recanto Vinhais; Residencial Jaqueira; Residencial Vinhais II e III; Rio Anil; Vila Fialho; Villagio do Angelim; Vivendas da Cohama; Vinhais Velho; Olho D’água, Parte do Habitacional Turu.

Zona 06:

Jambeiro; Porto da Vovó; Sá Viana Novo; Sá Viana Velho; UFMA; Vila Bacanga; Vila Dom Luís; Vila Isabel; Vila Cerâmica; Vila Primavera; Vila Embratel; Vila Nova; Bonfim; Vila Verde; Fumacê; Anjo da Guarda; São Raimundo; Alto da Vitória; Gancharia; Vila São Luís; Vila Ariri; Vila Mauro Fecury I e II; Conjunto Taguatur.

Benefícios

Segundo a Caema, com a entrada em operação da nova adutora do Sistema Italuís, com 19 km de extensão em aço, haverá uma “salto de qualidade e quantidade” no abastecimento d’água da capital.

“A nova adutora é muito mais resistente. Trata-se de 19 km de tubulação de aço mais espesso e seguro. É uma obra de R$ 134 milhões, complexa e de grandes proporções, por isso será necessário fazer a interrupção de 72 horas”, diz o órgão.

Depois de instalado, o novo sistema vai captar 500 litros a mais por segundo. Isso significa 30% a mais de água para 600 mil moradores. Como os vazamentos freqüentes causados pela estrutura precária vão ter fim, haverá uma revolução no abastecimento na capital.


34 ideias sobre “Adutora do Italuís: governo Flávio Dino entrega obra de Roseana

    • Essa obra é do povo, pois pagou por ela com seus impostos e ainda pagou, muito bem pago por sinal, o salário tanto de Dino quanto de Roseana. Então, palmas para o povo

      • Engraçado é falar que foi o povo que pagou…
        O povo do MA na sua maioria faz é receber uma tonelada de benefícios, onde a minoria é que paga impostos.
        Num país sério, não existe esse tipo de discrepância entre classes sociais.
        Mas enfim, que Deus abençõe o MA e que o povo posso evoluir e não depender tanto de ajuda de governo.

  1. Se essa manobra fosse em outro estado não aconteceria esse sacrifício da população, mas aqui tudo ê diferente dos grandes centros. Eu amo o meu Maranhão mas detesto esses políticos.

  2. Governo Flavio Dino por isso que o povo maranhense se orgulha do governo que tem, se o governador Flavio fosse ex-governador e essa obra fosse dele e a Rosemgana fosse governadora essa obra ai ela nunca pegava nelea, já tinha era tocado fogo, mas o governador Flávio Dino pela responsabilidade que tem com o dinheiro do povo público em vez de parar ao contrário está concluindo todas as obras ou ordem de serviços assinadas, esse sim é um governo sério e esse blogueiro não se conforma porque a mamata dos sarneys pra ele a fonte secou kkkkk.

  3. Tudo bobagens!

    Não se trata de “Obra de Roseana”.
    A construção da adutora Italuís é uma obra do governo do Estado Maranhão que, em boa hora, vai ser entregue à população de São Luís, depois de muita delonga.
    A administração pública é impessoal.
    Não tem esse negócio de “obra de Roseana”; “José Reinaldo”; “Flávio Dino” ou qualquer Mequetrefe que por acaso venha ocupar o palácio dos leões.

  4. São 19km de trecho novo, com um diametro um pouco maior que o da linha antiga. Substitui o trecho critico às margens da BR no Campo de Perizes.
    Na prática não haverá aumento nenhum , pois no restante do trecho o sistema continuará com o mesmo diametro, a não ser que a Caema aumente a pressão da linha para aumentar o volume, mas creio que neste caso, vão pipocar problemas em outros lugares.
    Além disso a qualidade dos serviços de construção destes 19km não é das melhores. Podem acontecer problemas neste trecho novo.

  5. Vários pontos estão enfraquecidos na tua retórica, primeiro que a obra é feita toda com recursos federais que foram sangrados durante anos pela gestão SARNEY/MURAD, inclusive com licitações e aditivos absurdos e com trocas de materiais básicos que não tinham condições técnicas de serem utilizados na obra, SEGUNDO que existe um princípio constitucional chamado impessoalidade, ou seja, as obras são de gestão e não de PERSONALIDADE, apesar de teu grupo chupista fazer isso a décadas, tudo é feito através de alta tributação, então seja mais inteligente em fazer seu trabalho de oposição para tentar voltar a ter os privilégios de outrora.

    Saudações!

  6. 1. A obra não é dela nem de FD. É do POVO. Foi feita com o dinheiro que eu e todos os ludovicences PAGAM em impostos;

    2. Uma obra que estava amarrada desde 2012 e NUNCA foi concluída por ela sabe-se lá o motivo. Foi governadora do MA zilhões de vezes e JAMAIS conseguiu melhorar o sistema de abastecimento de água na capital

    3. Concluir uma obra iniciada na gestão anterior é OBRIGAÇÃO de qualquer governante que se preste. Abandonar uma obra pq ela foi feita na gestão passada é coisa de oligarquia. Não adianta. Vocês podem tentar ao máximo incitar essa guerra imbecil. Os tempos são OUTROS.

  7. A obra é da população maranhense. Agora, esses acéfalos nunca vão admitir que esse preguiçoso encontrou a obra em andamento, com quase 99%, os canos de aço ao lado da rede, era só ele prosseguir. Mas levou 3 anos , pra fazer esse serviço simples!

  8. A mesma lenga-lenga : Estava 90% pronta kkkkkkk coisa pra otário acreditar …
    Ainda ficará conhecida como Governadora 99 kkkkkk , aliás foi o número de cabeças cortadas em Pedrinhas, ao fim de 2014.

  9. Esses blogueiros da Oligarquia, só falam em obras de Rosengana, como coisa que o Maranhão é dela ou da família. ..o Maranhão é do povo …as obras são do povo ..Rosengana vai pegar é TACA nas urnas , deixa ela vir !!!

  10. Brincadeira à parte, o fato é que Iniciado no ano de 2000, quando Roseana Sarney era governadora do Maranhão, o Italuís passou mais de 10 anos com suas obras suspensas por determinação do Tribunal de Contas da União (TCU), que identificou várias irregularidades, entre elas a falta de licenciamento ambiental, indícios de superfaturamento de preços e licitação dirigida para favorecer as construtoras OAS e Gautama.

    O Italuís, à época, foi orçado em mais de R$ 300 milhões, sendo R$ 152,5 milhões para a OAS e R$ 149,4 milhões para a Gautama. A obra foi paralisada por quase dez anos, mas não se tem notícia de que alguma dessas empresas tenha sido condenada a devolver dinheiro aos cofres públicos.

    As inconclusas obras do Italuís deixadas pelo governo passado são um monumento à incompetência de Roseana Sarney como gestora. Um símbolo da corrupção que marcou as décadas de domínio oligárquico no Maranhão.

    Em menos de três anos, Flávio Dino consegue fazer o que em 14 anos Roseana Sarney teve a oportunidade e não fez. Basta comparar!

    • Em menos de três anos, Flávio Dino consegue fazer o que em 14 anos Roseana Sarney teve a oportunidade e não fez, depois de receber a obra 99,9% pronta.

  11. MESMO QUE VC ESTIVE RAZÃO EM DIZER QUE É OBRA DE ROSINHA,QUER DIZER QUE NÃO ERA PRA TERMINAR NÃO…TENHO UMA ALTERNATIVA PRA ESSA DOR DE COTOVELO ,SE FOSSE FLÁVIO PRA ROSINHA NÃO ENTRAR EM DEPRESSÃO DO JEITO QUE ELA É MIMADA A CONVIDAVA PRA INAUGURAÇÃO OU MANDAVA EM TEMPO REAL NA REDE SOCIAL DELA …SIMPLES ASSIM.

  12. Não adianta enganar o povo.
    Todos nós sabemos que Flávio Dino é o autor da obra.
    Se dependesse da tal Roseana nunca seria feito.
    Flávio Dino está reeleito porque o povo quer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *