CNT prova que Hildo Rocha estava certo: estradas do MA são péssimas

O deputado federal Hildo Rocha (MDB) virou alvo de impropérios comunistas – puxados pelo presidente do Procon-MA, Duarte Júnior (reveja) – depois de citar em discurso que mais de 90% das estradas sob responsabilidade do governo Flávio Dino (PCodoB) são consideradas ruins ou péssimas.

O parlamentar citou a fonte: a Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Mesmo assim, foi chamado de “mentiroso”, “pinóquio” e “safado” por auxiliares do governador.

Ocorre que Hildo Rocha falou apenas a verdade.

Levantamento divulgado no dia 7 de novembro pela CNT – que analisa o estado geral das estradas em todo o país –, apontou que o Maranhão piorou a qualidade da malha rodoviária estadual.

De acordo com a entidade, de 2016 a 2017, o índice de trechos considerados ruins ou péssimos nos aspectos de pavimentação, sinalização e geometria passou de 88,7% para 91,6% (saiba mais).

Ainda de acordo com a entidade, nenhum quilômetro de rodovias mantidas atualmente pelo Governo do Maranhão foi avaliado como ótimo e apenas 4,6% da malha do estado é considerada boa para se trafegar. Outros 3,8% quilômetros de estradas maranhenses são apenas regulares.

Quem é o mentiroso?


14 ideias sobre “CNT prova que Hildo Rocha estava certo: estradas do MA são péssimas

  1. Contra fatos não há argumentos. Quem realmente precisa transitar pelas estradas estaduais sabe que elas realmente são péssimas, cheias de buracos. Talvez os comunistas dino, clayton e duarte não saibam disso porque devem voar só de avião e helicóptero, tudo a custa do povo maranhense.

    • Cobrou sim, tanto é que finalmente a obra foi concluída graças a pressão dele e de outros deputados. Infelizmente o governador Flávio Dino ainda tentou impedir a continuidade da duplicação, pedindo que a bancada destinasse verbas para outros projetos. E mesmo com a maioria dos deutados federais em suas mãos, Flávio Dino não conseguiu isso, mas teve a cara de pau de aparecer kkkk

  2. Em qual governo as estradas foram boas? Nas de Roseana que não tinham acostamentos e que se desfaziam com as chuvas? Nos governos de Lobão e João Alberto ou de Luiz Rocha que nada construiram?

  3. Proveniente o principal motivo das rodovias estaduais estarem nas condições que estão, foram obras mal executadas em governos passados … Um exemplo claro disso é a MA-014, obra concluída em 2014 pela Ducol, e já em 2015 estava totalmente comprometida, que mesmo fazendo recapeamento, não resolve, pois o problema é estrutural e não somente de revestimento. Esse é só um exemplo… Podemos citar inúmeros outros…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *