“Governo nem quis nos receber”, diz presidente da Acadêmicos do Tatuapé

Eduardo dos Santos disse que tentou desde agosto do ano passado uma agenda com Flávio Dino, sem sucesso; ele exaltou apoio de empresas e da Prefeitura de São José de Ribamar

(Foto: Mariana Pekin/UOL)

Com passagens pela Unidos de Vila Maria e Acadêmicos do Tucuruvi, entre outras, Wagner Santos, carnavalesco da bicampeã do Carnaval de São Paulo Acadêmicos do Tatuapé, está completando 21 anos na arte de desenvolver o enredo de escolas. Pela primeira vez, porém ele comemora um título.

“Estou duplamente feliz porque sou campeão pela primeira vez e maranhense! Conheço bem o enredo. É meu Estado! Muita gente não gosta de temas chamados CEP porque talvez não emocionem, mas aqui deu certo”, celebrou o carnavalesco durante a festa na quadra da escola.

Wagner ainda destacou que a escola não contou com o apoio do Governo do Maranhão. “Entretanto tivemos a garra, dedicação e criatividade de todos os envolvidos. Estão todos de parabéns”, completou.

Este é o seu primeiro ano na agremiação da zona leste. “É difícil chegar numa.escola que acaba de ser campeã. Há sempre uma cobrança, mas a comunidade me conquistou e vice-versa porque o resultado foi para lá de positivo”.

O presidente da Acadêmicos do Tatuapé, Eduardo dos Santos, também reclamou da falta de apoio oficial. “O governo nem quis nos receber. Nós tentamos desde agosto e nada. Tivemos apoio sim de alguns empresa e da prefeitura de São José do Ribamar”, contou.

(Informações do UOL)

__________________Leia mais
Depois de negar verba, governo agora quer faturar com título da Tatuapé

Agradecimento

Em São Luís, ainda durante o Carnaval do PH, Eduardo dos Santos agradeceu o apoio que recebeu também do Grupo Mirante.

Veja:

 


17 ideias sobre ““Governo nem quis nos receber”, diz presidente da Acadêmicos do Tatuapé

    • Faltou o RINCHO final. Depois do Resultado, o “Comuna”, como bom CHUPIM que é, na maior cara-de-pau, quis puxar a sardinha para o lado dele. E ainda me aparece “baba-ovo” ou Asponin (Asponin: Aspone interino) adulando….

    • Espero que realmente esteja feliz e satisfeito com seus comentários. Com certeza muito infelizes. Fomentar o turismo é obrigação do governo de cada estado, de cada país, mas o Sr acha injusto ? Injusto é este seu governo colher frutos do investimento feito por uma escola de Samba do estado de São Paulo, a acadêmicos do Tatuapé, e colher os frutos advindos dos esforços de toda uma comunidade sem ter ao menos movido uma única palha para isso. Nos orgulhamos de maranhenses dignos, como nosso carnavalesco, as meninas do balé e muitos outros que direta e indiretamente nos apoiaram, auxiliaram e vestiram nossa camisa, mas lamento profundamente a visão microscópica de pessoas como o Sr., que não é digno de enfileirar-se com um povo tão querido como os maranhenses, povo este que homenageamos, e tenho certeza que milhares de brasileiros se entristecem Pelo Sr e pelo vosso governador, que como leio nos comentários, está realmente fazendo um governo dentro das suas expectativas… Meus pêsames.

  1. O governo do Estado fez muito bem em não patrocinar a escola de samba vencedora do carnaval de São Paulo. Não porque não valha a pena, mesmo porque,caso fosse possível, tal ajuda contribuiria para divulgar o Maranhão Brasil a fora.
    No entanto, considerando a situação de escassez de recursos público, para fazer frente às ações de saúde, educação e segurança pública, doar recursos para escolas de sambas, além de ser um desvio de finalidade, é também uma tremenda irresponsabilidade administrativa.
    Parabéns para o Governo do Estado do Maranhão.
    Administrar é escolher as prioridades.
    Com toda certeza, escolas de samba não é prioridade para a gestão estadual.

    • Faltou o RINCHO final. Depois do Resultado, o “Comuna”, como bom CHUPIM que é, na maior cara-de-pau, quis puxar a sardinha para o lado dele. E ainda me aparece “baba-ovo” ou Asponin (Asponin: Aspone interino) adulando….

  2. Luis Fernando, prefeito de São José de Ribamar, está de parabéns. Esse sim soube valorizar a cultura do Maranhão, diferentemente de um comunista aí que anda só sambando na cara do povo maranhense.

    • Marcela, imagine q alguem, por um motivo qquer, se proponha a te homenagear, mas q, para ser homenageada, vc teria q pagar por isso. Seria uma justa homenagem???

  3. Para gastar mais de 14 milhões com propaganda enganosa na pasta de MJ pode. Gastar também 6 milhões com assessoria de comunicação para mostrar o que não existe pode. E nada disso tem retorno para o estado, somente para estes patifes. Nem vou enumerar o outros gastos que é a mesma coisa de queimar dinheiro.

  4. O grande problema do dino e seus discípulos e assim como o joao de barro q se apropria do ninho de outros passaros ele tbm se apropria do q outros fizeram e quer tomar pra si como se fosse ele o autor da obra, ontem os sites e blogs ligado ao governo comemoravam como se a vitoria da escola fosse obra direta desse governo incompetente

  5. Chegou a hora de mudar
    Erguer a bandeira do samba
    Vem a luz à consciência
    Que ilumina a resistência dessa gente bamba
    Pergunte aos seus ancestrais
    Dos antigos carnavais, nossa raça costumeira
    *Outrora marginalizado já usei cetim barato*
    *Pra desfilar na mangueira*
    A minha escola de vida é um botequim
    Com garfo e prato eu faço meu tamborim
    Firmo na palma da mão, cantando laiálaiá
    Sou mestre-sala na arte de improvisar

    Ôôôô somos a voz do povo embarque nesse cordão
    Pra ser feliz de novo
    Vem como pode no meio da multidão

    Não… não liga não!
    Que a minha festa é sem pudor e sem pena
    Volta a emoção
    Pouco me importam o brilho e a renda
    Vem pode chegar…
    Que a rua é nossa mas é por direito
    Vem vadiar por opção, derrubar esse portão, resgatar nosso respeito
    O morro desnudo e sem vaidade
    Sambando na cara da sociedade
    Levanta o tapete e sacode a poeira
    Pois ninguém vai calar a Estação Primeira
    Se faltar fantasia alegria há de sobrar
    Bate na lata pro povo sambar

    Eu sou Mangueira meu senhor, não me leve a mal
    Pecado é não brincar o carnaval!
    Eu sou Mangueira meu senhor, não me leve a mal
    Pecado é não brincar o carnaval!
    Este é enredo da ESTAÇÃO 1° DE MANGUEIRA e assim foi com a BEIJA-FLOR e ACADÊMICO DO TUIUTI sob a falta de recursos o governo do Maranhão não tem obrigação nenhuma de repassar recursos quem tem é o governo de São Paulo. Em Ribamar tem a unidos de Ribamar alguém poder falar qual foi o repasse da PREFEITURA DE RIBAMAR para essa escola que desfilou em São Luís?

  6. Se o governo do Estado tivesse patrocinado a escola de samba de São Paulo estariam todos criticando. O governador fez o certo, acabou os tempos em que eles vinham e levavam milhões de reais do povo maranhense.

  7. Espero que realmente esteja feliz e satisfeito com seus comentários. Com certeza muito infelizes. Fomentar o turismo é obrigação do governo de cada estado, de cada país, mas o Sr acha injusto ? Injusto é este seu governo colher frutos do investimento feito por uma escola de Samba do estado de São Paulo, a acadêmicos do Tatuapé, e colher os frutos advindos dos esforços de toda uma comunidade sem ter ao menos movido uma única palha para isso. Nos orgulhamos de maranhenses dignos, como nosso carnavalesco, as meninas do balé e muitos outros que direta e indiretamente nos apoiaram, auxiliaram e vestiram nossa camisa, mas lamento profundamente a visão microscópica de pessoas como o Sr., que não é digno de enfileirar-se com um povo tão querido como os maranhenses, povo este que homenageamos, e tenho certeza que milhares de brasileiros se entristecem Pelo Sr e pelo vosso governador, que como leio nos comentários, está realmente fazendo um governo dentro das suas expectativas… Meus pêsames.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *