“Pacote de Maldades”: saiba quem votou a favor do aumento de impostos

 

Aprovado hoje (5) exatamente como pretendia o governo Flávio Dino (PCdoB), o “Pacote de Maldades” teve o apoio maciço da base aliada em plenário (saiba mais).

O Blog do Gilberto Léda divulga agora a lista completa de todos os governistas que apoiaram o novo aumento de impostos no Maranhão.

Votaram a favor da proposta comunista:

Marcos Caldas (PTB), Cabo Campos (PEN), Neto Evangelista (DEM), Rafael Leitoa (PDT), Marco Aurélio (PCdoB), Bira do Pindaré (PSB), Levi Pontes (PCdoB), Vinícios Louro (PDT), Edivaldo Holanda  (PTC), Francisca Primo (PT), Rogério Cafeteira (DEM), Valéria Macedo (PDT), Paulo Neto (DEN), Zé Inácio (PT), Antônio Pereira (DEM), Raimundo Cutrim (PCdoB), Ricardo Rios (PDT), Fábio Macedo (PDT), Hemetério Weba (PP), Glalbert Cutrim (PDT), Júnior Verde (PRB), Stênio Rezende (DEM) e Edson Araújo (PSB)

Votaram contra o aumento de impostos:

Adriano Sarney (PV), Wellington do Curso (PSDB), Léo Cunha (PSC), Roberto Costa (MDB), Nina Melo (MDB), Max Barros (PMB) e César Pires (PV).

Eduardo Braide (PMN) absteve-se da votação


15 ideias sobre ““Pacote de Maldades”: saiba quem votou a favor do aumento de impostos

    • O Braide agiu com inteligência pra se isentar de os comunistas dizerem agora que ele voltou contra a cortina de fumaça do Pacote de Maldades que é a redução e até a isenção de carga tributária para micro e pequenas empresas; e contra a criação de cheque cesta básica e um monte de bobagens. Como estão dizendo em “releases” distribuídos pelo Palácio dos Leões para os seus obedientes jornalistas e blogueiros pagos com o dinheiro do contribuintes pra defender os comunistas de seus desatinos tributários. Já estão dizendo nos blogs alugados que o “Adriano Sarney vai entrar na Justiça pra barrar projeto que reduz impostos para pequenas empresas e motos” etc., etc. Parece coisa de meninos bobões. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  1. O Braide agiu com inteligência pra se isentar de os comunistas dizerem agora que ele voltou contra a cortina de fumaça do Pacote de Maldades que é a redução e até a isenção de carga tributária para micro e pequenas empresas; e contra a criação de cheque cesta básica e um monte de bobagens. Como estão dizendo em “releases” distribuídos pelo Palácio dos Leões para os seus obedientes jornalistas e blogueiros pagos com o dinheiro do contribuintes pra defender os comunistas de seus desatinos tributários. Já estão dizendo nos blogs alugados que o “Adriano Sarney vai entrar na Justiça pra barrar projeto que reduz impostos para pequenas empresas e motos” etc., etc. Parece coisa de meninos bobões. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Verdadeiras verdades

    O estado tá quebrando (quebrado) e hoje é complicado manter um estado só com receita própria.
    Hoje Flávio é oposição ferrenho (meninote Lula tá preso) do presidente eleito Jair Bolsonaro e todos os estados precisam de verbas federais e provavelmente isso o governo não terá, com isso dificilmente ele conseguirá manter o estado, por tanto o “pacote da maldade” é uma sobre vida para o estado.

    Ovo não briga com pedra, essa briga pessoal contra Bolsonaro quem vai pagar o pato somos nós.

  3. Pingback: Flávio Dino sanciona lei que aumenta ICMS no Maranhão - Gilberto Léda

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *