“Flávio será o governador da magistratura”, diz Froz Sobrinho

Froz Sobrinho / Foto ascom TRE

Desembargador Froz Sobrinho / Foto ascom TRE

Ronaldo Rocha – Na solenidade de diplomação dos eleitos onte, o presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do Maranhão, desembargador Froz Sobrinho, rasgou elogios ao governador eleito Flávio Dino (PCdoB).

Ele lembrou que ambos são amigos de infância e alcançaram juntos o ensino superior, ao cursarem Direito na Universidade Federal do Maranhão (UFMA).

Mas, de todas as referências feitas pelo desembargador ao comunista, o que mais chamou a atenção foi a confirmação do apreço pelo qual a magistratura tem por Flávio Dino, ex-juiz federal. Froz fez questão de ressaltar que Dino terá o apoio do Tribunal de Justiça no seu governo.

“Flávio Dino sempre foi um sujeito muito a frente de seu tempo, obcecado pelas coisas que ele imagina. Fico imaginando eu juiz ou desembargador largar a minha toga para se enveredar na política. Esse ato de coragem ficará para a história do Maranhão e foi coroado hoje e será no dia 1º de janeiro [com a posse]. Vossa excelência ainda é e será o governador da magistratura maranhense e terá todo o apoio do Tribunal de Justiça quando se tratar de assuntos de interesse dos maranhenses”, disse.

Antes das palavras de Froz Sobrinho, Flávio Dino já havia feito questão de ressaltar a longa amizade que mantém com o desembargador e com membros da Corte Eleitoral. Alguns foram seus colegas na magistratura, outros alunos na UFMA.


1 pensou em ““Flávio será o governador da magistratura”, diz Froz Sobrinho

  1. Vamos esperar que o compromisso do novo Governador seja com o fortalecimento do Judiciário, especialmente na melhoria do aparato posto à disposição do Povo para aplicação da Justiça: seja no auxílio das políticas de planejamento e melhoramento da prestação jurisdicional, seja na ampliação do já diminuto quadro de magistrados, promotores e defensores públicos e na construção das unidades para eles necessárias (fóruns, promotorias e defensorias), bem como na nomeação de servidores. Não cabe a ele nomear ou construir, mas se garantir o apoio, talvez a Justiça no Maranhão se aproxime mais do cidadão. Lembrando também compromisso com o pagamento dos advogados dativos e melhoria dos serviços de segurança pública.

Os comentários estão fechados.