Judiciário solicitará crédito ao Estado para pagar reajuste a servidores

presidente do TJ e servidoresO presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Cleones Cunha, comunicou ao presidente em exercício do Sindicato dos Servidores da Justiça do Maranhão (Sindjus-MA), Márcio Souza, que solicitará ao governador do Estado, Flávio Dino, a transferência da suplementação de crédito adicional, destinada ao pagamento da Gratificação de Produtividade Judiciária (GPJ), para a atualização das tabelas de vencimentos dos servidores efetivos do Poder Judiciário, no percentual de 6,3%.

O desembargador explicou que no ofício – apresentado em mãos ao sindicato e que será entregue ao governador – é solicitada, também, a garantia da inclusão do montante, referente à atualização dos vencimentos nas propostas orçamentárias dos exercícios subsequentes, uma condição para a transferência do valor.

Na formalização do pleito, o Judiciário considera que, tecnicamente, não haverá impedimento legal para a transferência da suplementação de crédito adicional, por tratar-se do mesmo Grupo de Natureza de Despesa (GND-I).

O encontro com o governador, para tratar da proposta, poderá acontecer na próxima segunda-feira (27). De acordo com o presidente do TJMA, a decisão acordada será informada ao Sindjus, em reunião com a entidade sindical.

Outra deliberação acordada é que o Poder Judiciário constituirá uma comissão, formada por desembargador e servidores, para discutir as demandas do Sindicato dos Servidores da Justiça a médio e longo prazo.

TJMA


9 pensou em “Judiciário solicitará crédito ao Estado para pagar reajuste a servidores

  1. Este é o Brasil da ineficiência, do cartorio, do privilégio, do atraso.
    Os servidores do judiciário ganham muito pelo que fazem e trabalham pouco, só no judiciário um arquivador de processos ganha 10, 12 , 18 mil reais por mês.
    Deveriam trabalhar 8 horas por dia como todos os mortais, não precisava de tanta gente !

  2. Esse comunista vai repassar o valor que o judiciário pedir e vai deixar os servidores do estado sem correção dos salários que o mês de junho é a data da correção.

  3. Que desde já, eu espero que o senhor Governador Flávio Dino rejeite tal medida. Manda esse pessoal do TJ/MA, juntamente com essa galera dos SINDJUS/MA(que não passam de verdadeiros desocupados e vagabundos) irem trabalhar.
    Querem receber esses reajuste? Primeiramente, negociem com o próprio TJ a demitir centenas de terceirizados,cedidos da prefeituras, os “fantasmas” e, por fim acabar com essa mamata dada aos juízes e Desembargadores, com esses “super salários”.
    Por fim, um recado aos servidores de alguns dos juizados de nosso Estado, principalmente da Capital: vão trabalhar e parem de ficar indo apenas para “bater ponto” e, também com essa história de ficarem acumulando horas e mais horas depois do expediente, para faltarem na repartição e alegarem que estão cumprindo as horas já anteriormente trabalhadas,ok? O povo merece respeito e não podem ficar sem atendimento.

    • Primeiro não é aumento, é reposição inflacionária do ano de 2014 que nunca pagaram e que de acordo com dados oficiais da inflação do período é de 6,3%. Todo ano o salário mínimo aumenta em janeiro e quem recebe salário baseado no mínimo, em janeiro recebe aumento. Porém, os servidores que tem plano de cargos não recebem esse aumento porque seus salários não são baseados no mínimo, mas no plano de cargos de cada órgão, se houver. De acordo com a Constituição Federal, a reposição inflacionária é devida ao servidores públicos e deve ser paga anualmente, pra que o trabalhador não perca seu poder de compra. Isso não é favor do Estado. Pra ser servidor do Judiciário estadual, o candidato passa por um concurso público que pode chegar até três etapas dependendo do cargo. Quem acha que o servidor do Judiciário Estadual ganha milhões, se inscreva no próximo concurso e venha vivenciar a nossa realidade. Dois anos sem reposição das perdas inflacionárias só conhece quem passa pelo problema. A reposição de 2015 então, nem se cogita quando vão pagar, que está em torno de 10%. Então não venha generalizar, nem acusar os servidores de vagabundos. Se alguém tem alguma queixa contra algum servidor, junte a comprovação do alegado e faça uma representação na Corregedoria. Direito não é favor, é obrigação.

  4. não se trata de reajuste e sim de perdas inflacionárias!!! o que é bem diferente…

    os sslários estão há quase 2 anos super defasados e completamente consumidos pela inflação galopante!

  5. Anne Frank me diga onde um servidor “arquivador de processos” como vc mencionou, ganha 10,12,18 mil? Só se for no ” TJ encantado do mundo da Anne Frank” pelo amor de Deus, se informe antes da realidade dos servidores do TJMA para não falar asneira e passar ridiculo..

Os comentários estão fechados.