Polícia abre inquérito para investigar origem de mancha na praia do Calhau

manchaO delgado Sebastião Uchoa, titular da Delegacia Especializada do Meio Ambinente, informou hoje (12), por meio de postagem na área de comentários do Blog do Gilberto Léda, que instaurou inquérito policial para apurar a origem das manchas escuras que foram registradas na praia do Calhau, na terça-feira (11).

Segundo ele, o objetivo é identificar os responsáveis pelo que chamou de “tragédia anunciada”.

“Fomos (Polícia Civil por meio da Delegacia Especializada do Meio Ambiente – DEMA e ICRIM) ao local hoje com os órgãos municipal e estadual responsáveis pela fiscalização (SEMAN E SEMA), a fim de identificamos a origem para iniciarmos o procedimento de identificação do (s) responsável (eis) por mais essa tragédia anunciada no que diz respeito aos esgotamento sanitário da cidade de São Luís”, disse.

Uchoa acrescentou que provocará, também, o Ministério Público, para que este ingresse com Ação Civil Pública.

“Contudo, estamos instaurando Inquérito Policial em torno do acontecido, bem como iremos provocar o Ministério Público estadual objetivando este ingressar com a competente Ação Civil Pública que o caso requer, independente da responsabilidade criminal pertinente”, completou.


5 ideias sobre “Polícia abre inquérito para investigar origem de mancha na praia do Calhau

  1. Sebastião Uchoa num é aquele que fez anos do grupo Sarney e não sei se ainda se ainda faz parte, que não deu conta de arrumar a SEJAP lugar que lhe garantiu um salario gordo durante anos, agora vem querer apurar coisas de meio ambiente, ele vai ter que apurar o Governo Roseana, que nunca trataram do esgoto e se as praias esrão poluidas como estão e como são, não é de agora, não começou ontem. Quando era pra ter mostrado serviço, não mostrou.

  2. Isso é só esgoto que vem das mansões dos Sarneys que tão cagando para meio ambiente e para o povo de São Luís.

  3. Pingback: Após remoção, Sebastião Uchôa diz temer tornar-se um novo Stênio Mendonça | Gilberto Léda

Comentários encerrados.