Até aliados de Dino reclamam de aumento de ICMS: “Pacote de Maldades”

O Projeto de Lei nº 239/2018 – de autoria do governo Flávio Dino (PCdoB) e que aumenta, mais uma vez, o ICMS de uma série de produtos no Maranhão (saiba mais) – já provocava calafrios em aliados do comunista na Assembleia  há semanas.

Logo após a reeleição do governador maranhense, deputados da sua base já anunciavam que se preparavam para aprovar um tal “Pacote de Maldades”.

O dia chegou.

Deveria ser ontem (3), quando o projeto foi publicado no Diário da Assembleia. Mas a votação foi adiada por um pedido de vista do deputado Eduardo Braide (PMN) quando era discutido em reunião extraordinária na CCJ (reveja).

Agora, para tentar amenizar o impacto negativo do anúncio da medida, o governo chama a proposta de “Pacote Anticrise” e jura que a medida é para “proteger o consumidor”.

Como se o aumento de impostos nada tivesse a ver com a necessidade de arrecadar mais, depois de quebrar as finanças do Estado nos últimos quatro anos.


12 ideias sobre “Até aliados de Dino reclamam de aumento de ICMS: “Pacote de Maldades”

  1. Reclamam, mas vão votar a favor do Pacote de Maldades. E não pedem para o governador fazer primeiro o que tem que ser feito que é acabar com o empreguismo no seu governo, bem como fazer um corte drástico nas verbas de publicidade entre outras mazelas do seu desgoverno.

  2. pacote anticristao olha quem falava em oligarquia os outros nao chegam nem nas unhas comparando esse tal de de flavio dino ele e um lobo com pele de cordeiro agora esta pagando com suas proprias palavras

  3. Pingback: Pacote de Maldades: envergonhados, governistas deixam Cafeteira sozinho - Gilberto Léda

  4. Que sina dos maranhenses, tiraram do poder uma oligarquia corrupta e violenta para cair nas maos de comunstas, realmente é lamentável e que Deus abençoe o nosso querido Maranhão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *