Pesquisas devem ser registradas a partir de janeiro

Castelo nervoso com pesquisa de Duda Mendonça

Termina no próximo sábado (31) o prazo para que pré-candidatos, partidos e afins possam contratar e divulgar pesquisas eleitorais sem registro no Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A partir do primeiro dia de 2012, a Justiça Eleitoral veda a divulgação de números sem o prévio protocolo da consulta no tribunal. Quem desrespeitar a determinação paga multa – pesada, diga-se de passagem – e, se repetir o descumprimento, pode até “pagar” com a perda do registro de candidatura.

A medida visa a coibir o uso mal-intencionado de pesquisas fajutas com o objetivo de ludibriar o eleitor – embora estejamos numa capital, ainda é comum a existência de cidadãos que não querem “perder o voto” e, assim, acabam “escolhendo” o candidato que lidera as pesquisas e tem mais chances de vencer as eleições.

Com a proibição em vigor, ficaria vedada, por exemplo, a divulgação da pesquisa Exata que aliados do prefeito João Castelo (PSDB) dizem ter. Segundo esse levantamento, a administração do tucano teria 55% de aprovação popular.

Os números “vazaram” justamente dois dias depois de este blog ter revelado os números da pesquisa Metodológica, empresa ligada ao publicitário Duda Mendonça, segundo a qual a gestão Castelo é reprovada por mais de 60% dos ludovicenses.

Nas redes sociais e no meio político, a pesquisa Exata foi tratada como piada na última segunda-feira (26). Sobrou até para o colega Décio Sá.

Veja:


4 pensou em “Pesquisas devem ser registradas a partir de janeiro

  1. Chega a ser cômica essa pesquisa exata que dá um índice fictício de aprovação de 55% ao prefeito.

    Quem anda pelos bairros pode constatar que essa pesquisa foi propositadamente maquiada para ludibriar o eleitor,uma vergonha.

Os comentários estão fechados.