Contra jornada dobrada, PMs apresentam atestados médicos

Uma enxurrada de atestados médicos foi recebida pelo Comando Geral da Polícia Militar nos últimos dias.

Policiais militares do Maranhão têm alegado de tudo, todo tipo de doença, para não enfrentar o penoso trabalho durante o Carnaval.

É uma forma velada de protestar contra o Governo do Estado.

Dias antes das festas de Momo, o Executivo anunciou que dobraria a carga horária dos homens da PM. Quem ates fazia um turno de 24h trabalhadas, por 48h, está sendo obrigado a trabalhar em escala de 24h x 24h.

A corporação não recebeu bem a determinação governamental. E está reagindo.


2 pensou em “Contra jornada dobrada, PMs apresentam atestados médicos

  1. A escala 24h x 24h é cansativa, mas eventual e perfeitamente possível de ser cumprida até porque o período do carnaval é curto.

  2. Essa escala der 24 por 24 é desumana,assim como também o é sustar a folga dos policiais de ferias sem a devida recompensa pecuniária.O policial é um trabalhador como outro qualquer e merece ter os seus direitos trabalhistas respeitados.Ele não é burro de carga do estado. Este deve fazer concurso e melhorar o efetivo nas ruas, no entanto é omisso em relação a isso.

Os comentários estão fechados.