Glalbert Cutrim anuncia asfaltamento da Estrada ligando Matinha a Itans

glalbertOs moradores de Matinha e demais cidades próximas também localizadas na Região da Baixada estão em festa.

O deputado Glalbert Cutrim (PRB) anunciou, nesta quinta-feira (20), que o governador Flávio Dino (PC do B) assinará, às 11h deste sábado (22), ordem de serviço autorizando o início da obra de pavimentação da estrada que liga Matinha ao povoado de Itans, considerado como um dos maiores polos de psicultura sustentável do estado.

O asfaltamento da estrada era uma reivindicação antiga dos moradores e tem sido bandeira de luta do deputado na Assembleia Legislativa.

“Minha família é baixadeira e ama essa região. Meu pai, quando foi deputado, também solicitou a pavimentação desta estrada. Ano passado, solicitamos novamente ao governo estadual e, desde o início deste ano, venho rotineiramente pedindo ao governador Flávio a execução da obra. Agora, o sonho irá tornar-se realidade. Estou muito feliz, principalmente pelos meus irmãos da Baixada”, afirmou o parlamentar.

A obra, que será custeada com recursos do Governo do Estado, consistirá na pavimentação de um trecho de 16 km da estrada beneficiando, além de Itans, moradores das localidades São Rufo, Roque, Coroatá, Ilha Verde, Aleluia, Boa Fé e Enseada Grande.


1 pensou em “Glalbert Cutrim anuncia asfaltamento da Estrada ligando Matinha a Itans

  1. Gostaríamos, meu nobre deputado, que fosse dado mais atenção ao povoado de coroata, preterido em tudo, pelos governos quando de ações como essas. o povoado é o maior produtor de pescado da região. e a estrada não chegará até nós. QUE POSSAM PENSAR EM ATENDER a quem também contribui com a psicultura local.
    Pois não temos ações do poder publico em nosso povoado. APLAUDIMOS SIM A ESTRADA (estrada do peixe) mas queremos também ser contemplados. POIS NÃO ESTÁ SENDO DEMOCRÁTICO EM NADA. a distribuição dos equipamentos publicos nos povoados. NÃO TEMOS ESCOLHA SATISFATÓRIA, não temos posto de saúde, nem espaço para a pratica esportiva. OU SEJA. mal um colegio. que é aquém do que se necessita. NOS SENTIMOS DESPRESTIGIADOS. mas vamos dar a resposta nas urnas.

Os comentários estão fechados.