Justiça cassa prefeita de Nova Olinda por trocar remédios por votos

O juiz Rodrigo Costa Nina, titular da 80ª Zona Eleitoral, cassou, no dia 26 de março, a prefeita de Nova Olinda, Iracy Weba (PDT), e o seu vice, José Alberto Lopes.

Apesar da decisão desfavorável, ambos permanecem nos cargos, em virtude do entendimento de que a saída efetiva ocorre apenas após trânsito em julgado no TSE.

A ação que culminou com a cassação da dupla foi protocolada ainda durante as eleições de 2016, quando Iracy foi acusada de trocar consultas médicas e remédios por votos.

A fraude consistia, de acordo com a representação – acatada pela Justiça – em promover eventos para realização dos exames e distribuição dos medicamentos. As reuniões ocorriam em povoados de Nova Olinda e eram anunciado com o slogan “Agora é ela”, em referência à então candidata.

Além disso, uma das testemunhas, identificada como João Evangelista Rodrigues Filho, confirmou ter recebido R$ 100 para votar em Iracy Weba. Ele disse também ter recebido uma promessa de emprego na Prefeitura Municipal.

O blog já tentou contato com a defesa da prefeita cassada, e aguarda retorno.

Baixe aqui a decisão.

Direitos políticos

A decisão da Justiça Eleitoral sai pouco mais de uma semana depois de o ministro Francisco Falcão, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), suspender, por três anos, os direitos políticos do deputado estadual Hemetério Weba (PV), marido da prefeita Iracy (reveja).


2 pensou em “Justiça cassa prefeita de Nova Olinda por trocar remédios por votos

  1. Blogueiro me responde, se vc sabe quando o processo q pede a cassação de edivaldo e o vice, pois fizeram coisas semelhantes a da prefeita demolindo compra de votos ou será q ele vai se safar dessa

Os comentários estão fechados.