Advogados do MA pedem na Justiça que Bolsonaro se abstenha de nomear o filho embaixador nos EUA

Jair Bolsonaro levou o filho Eduardo à cúpula do G20 em Osaka, no fim de junho (Reprodução)

Os advogados Aidil Carvalho e Bertoldo Rego, ambos do Maranhão, ingressaram com Ação Popular em que pedem que o presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), se abstenha de nomear o seu filho, deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), embaixador brasileiro nos Estaos Unidos.

De acordo com Bertoldo Rêgo, em trecho do documento, ” é público e notório que o deputado [Eduardo Bolsonaro] não possui qualificação técnica específica para ocupar o cargo de embaixador”.

Ainda segundo um dos autores, a indicação do presidente, caso confirmada, violaria “aos princípios da Moralidade Administrativa e da Impessoalidade”.

O órgão julgador é a 17ª Vara Federal Cível da SJDF.

Saiba mais

A possível nomeação do próprio filho como embaixador da República gerou críticas ao presidente que, ao justificar, disse que o deputado falava “fluentemente” inglês e construiu bom relacionamento com o governo americano.

Eduardo, por sua vez, disse que “já fritou hambúrguer” no território norte-americano.


1 pensou em “Advogados do MA pedem na Justiça que Bolsonaro se abstenha de nomear o filho embaixador nos EUA

  1. Porque não? O cara fez intercâmbio e fritou muito hambúrguer, conhece bem as entranhas da política dos USA. Eu que passei só NOVE ANOS estudando nos USA e fiz SÓ DOIS CURSOS SUPERIORES posso almejar o que? Palmas, temos que bater muitas palmas, o rumo é esse.

Os comentários estão fechados.