No escuro

Da coluna Estado Maior

O Governo do Maranhão e a Prefeitura de São Luís estão sem informações, até agora, sobre o impacto que a crise do novo coronavírus (Covid-19) pode ter sobre as contas públicas neste ano.

Estão totalmente no escuro.

Para conter a expansão do vírus, várias medidas foram tomadas com impactos diretos sobre a economia e as finanças do Estado e do Município, como o fechamento do comércio, suspensão de serviços, concessão de benefícios sociais e uma infinidade de gastos diretamente ligados à solução de problemas inerentes à crise sanitária.

Que fique claro: são medidas, gastos e isenções absolutamente necessários para se preservar vidas e amenizar o sofrimento do cidadão enquanto durar o período crítico de propagação da doença.

Mas não deixa de ser importante, também, que os gestores tenham algum controle sobre os impactos de tudo isso sobre as contas públicas.

Não como forma de se conter gastos exorbitantes – como se pode pensar -, mas até mesmo para saber se é possível ir mais além para garantir melhores condições aos maranhenses em geral, e ludovicenses, especificamente.

Um pouco mais de controle sobre como está sendo gasto o dinheiro público também não faria mal algum.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *