UNDB quer invalidar notas de alunos se conexão cair durante prova

Alunos da faculdade UNDB iniciaram nesta semana um protesto contra a instituição de ensino superior por conta de medidas considerada arbitrária adotadas no processo de avaliação duramte a pandemia.

Como não está havendo aula presencial, as provas também serão aplicadas remotamente. Mas a UNDB exige que os alunos tenham câmeras (webcam ou de celular) para que sejam filmados enquanto respondem às questões e, além disso, quer anular as provas daqueles cujas conexões caírem durante o exame.

Segundo uma resolução do estabelecimento de ensino, caso o aluno seja desconectado, ele só pode retornar à sala de reunião virtual uma vez, desde que a desconexão não seja mais longa que um minuto.

Nas redes sociais, os estudantes iniciaram uma campanha contra as medidas, alegando que elas os colocam em patamares diferentes de condições de fazer as provas.

Primeiro porque nem todos possuem um computador com webcam. Eles podem usar o celular, é claro, mas também nem todos possuem um aparelho com memória o suficiente para baixar os aplicativos necessários para a videoconferência.

Além disso, há os diversos problemas de conexão enfrentados por moradores de toda São Luís. Punir os alunos por um defeito que eles não causaram não parece razoável.

Neste sábado (23), o deputado Yglésio Moyses (Pros) também se pronunciou sobre o assunto.

Veja:

Mais conteúdo sobre o caso pode ser acessado na hashtag #provajustaUNDB

Outro lado

O Blog do Gilberto Léda já entrou em contato com a UNDB e aguarda retorno da direção sobre o assunto.


1 pensou em “UNDB quer invalidar notas de alunos se conexão cair durante prova

  1. Esse período não passou de locupletamento pra essas instituições.
    Era pra ter cancelado o período logo em março.
    Só teve 15 dias de aulas presenciais e pronto, o resto foi só enrolação e recebimento das parcelas normais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *