CoronaVac: César Pires é mais um a defender revacinação no Maranhão

O deputado César Pires foi à tribuna da Assembleia Legislativa, na sessão desta quarta-feira (07), para demonstrar preocupação com a ocorrência de óbitos de pessoas vacinadas com a Coronavac, e defender a revacinação dos profissionais de saúde que estão na linha de frente no atendimento aos pacientes acometidos pela Covid-19 no Maranhão. “E se fosse possível, que esses profissionais tomassem outro tipo de vacina, para reforçar sua imunização e evitar mais mortes”, enfatizou ele.

Citando três amigos vítimas da Covid-19 que faleceram mesmo tendo tomado as duas doses da vacina Coronavac, César Pires disse que ouviu infectologistas, virologistas, epidemiologistas antes de sair em defesa da revacinação dos profissionais de saúde. “Citei três casos, mas poderia citar muito mais de pessoas que conheço que tomaram a Coronavac. É claro que devemos também considerar que essa foi a primeira vacina utilizada, à mercê das suas limitações e da ansiedade das pessoas”, declarou ele.

César Pires disse, ainda, que pessoas de alto vulto da política maranhense e ex-prefeitos que fizeram exames após receberem as duas doses da Coronavac e não ter nenhum anticorpo. “Os amigos falecidos mesmo já imunizados e esses que tive conhecimento de que não apresentaram anticorpos após vacinados têm mais de 70 anos de idade. Devemos questionar a eficácia da vacina para esse faixa etária? É uma questão grave que precisa ser avaliada”, ressaltou.

Mesmo questionando a eficácia da Coronavac para os mais idosos e defendendo a revacinação dos profissionais de saúde que receberam essa vacina, o deputado fez questão de conclamar a população a buscar a vacina e tomar as duas doses, como única forma de enfrentar o coronavírus.

“O governador Flávio Dino disse que mais de 100 mil pessoas no Maranhão não foram tomar a segunda dose, o que é gravíssimo. Não temos a intenção de causar alarde com o nosso questionamento, mas sim defender que os profissionais de saúde tenham reforçada a sua imunização, para que possam continuar prestando assistência à população”, finalizou ele.

Em seguida, o deputado Yglésio Moisés disse ficar feliz com o pronunciamento de César Pires, pois reforça o seu posicionamento também em defesa da revacinação para os que tomaram Coronavac. “Essa discussão ganha corpo com a adesão de pessoas qualificadas, como o deputado César Pires. É uma questão muito séria que precisa ser debatida”, destacou.

O parlamentar chegou a solicitar na Justiça a revacinação de idosos no Maranhão (reveja).


2 pensou em “CoronaVac: César Pires é mais um a defender revacinação no Maranhão

  1. Eu tomei as duas doses de Coronavac. A primeira no dia 02 de abril e a segunda no dia 22. No dia do meu aniversário, dia 04 de junho, fui internado com COVID no São Domingos, onde passei 12 dias. Estou me recuperando. Caminho, dirijo. Ressalte que perdi 10 kg.
    Hj tenho dúvidas sobre a vacina que tomei. Tenho 70 anos.

  2. Esses caras tem que procurar o que fazer. Essa narrativa já encheu o saco. A vida não gira em torno do vírus. Vão procurar o que fazer. Deixem a vida funcionar. Tem quem não queira se vacinar experimentalmente. Povo chato.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.