Após evento de Brandão no interior, Weverton vê defecções

De O Estado

A disputa entre o vice-governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSDB), e o senador Weverton Rocha (PDT) pelo apoio do governador Flávio Dino (PSB) e do seu grupo político a seus respectivos projeto de candidatura ao Governo do Estado ganhou novo capítulos nos últimos dias.

Na sexta-feira, 30, o tucano realizou nesta um evento político na cidade de Presidente Dutra. Apiado pelo prefeito da cidade, Raimundinho da Audiolar, ele reuniu outros 102 prefeitos em evento no qual voltou a defender a unidade do grupo do governador Flávio Dino (PSB) em prol de uma candidatura única em 2022 (saiba mais).

Na ocasião, conseguiu arrancar declarações de apoio dos prefeitos de Bacabal, Edvan Bandão, que é do PDT; de Santa Luzia, França do Macaquinho (PP); de Coroatá, Luizinho (PT); e de Barreirinhas, Dr. Amílcar (PT), todos considerados aliados de Weverton até algumas semanas atrás.

Em discurso aos Brandão voltou a criticar a possibilidade de rompimento na base governista por conta do pleito do ano que vem.

“Casa dividida cai”, disse, referindo-se às quatro pré-candidaturas já postas na base governista – além dele e de Weverton, tentam emplacar candidaturas ao governo o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Energia, Simplício Araújo (SDD), e o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL).

O vice-governador lembrou, ainda, que, após uma derrota em 2010 – quando a oposição à então governadora Roseana Sarney (MDB) lançou mais de um candidato e perdeu -, os aliados de Dino uniram-sem em 2014 e 2018 para duas vitórias em primeiro turno.

“Agora nós temos quatro pré-candidatos ao governo. Legítimo o pleito de cada um. Mas novamente eu quero aqui pregar a união. União pelo bem do Maranhão. Por isso, eu e o governador Flávio Dino estamos conversando com todos os pré-candiidatos, dialogando, avançando, para que a gente possa não dividir essa casa”, declarou.

Além dos 103 prefeitos, Brandão teve confirmado hoje o apoio de 55 vice-prefeitos, 87 presidentes de Câmaras, 49 ex-prefeitos, 326 vereadores e 12 deputados estaduais.

Agenda

Com o avanço de Brandão pelo interior – principalmente sobre algumas de suas bases -, o senador Weverton Rocha decidiu cumprir uma agenda política a partir do mês de agosto.

Os compromissos incluem atos regionais, começando por Imperatriz, no dia 14, e encerrando em Pinheiro, no dia 19 de setembro. Haverá, ainda, eventos nas cidades de São Bernardo (21 de agosto), e Presidente Dutra (4 de setembro) – este último justamente o local do maior evento de Brandão.


3 pensou em “Após evento de Brandão no interior, Weverton vê defecções

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *