Bolsonaro destaca ação da PF contra contra possível fraude no Consórcio NE

Imirante

O presidente da Repúbica, Jair Bolsonaro (PL), comentou nesta segunda-feira, 2, a Operação Cianose, da Polícia Federal, deflagrada na semana passada em meio a apurações sobre possíveis fraudes do Consórcio Nordeste na compra de respiradores em meio à pandemia da Covid-19.

“Operação Cianose aprofunda investigações de fraude e lavagem de dinheiro na aquisição de respiradores pulmonares no valor de quase R$ 49 milhões. Dentre os equipamentos médicos de urgência e emergência mais necessários e mais adquiridos durante a pandemia, os ventiladores pulmonares tiveram destaque, notadamente, pela característica da doença de ocasionar o comprometimento extenso dos pulmões nos casos mais graves”, afirmou Bolsonaro.

Para Bolsonaro, eventuais desvios podem ter prejudicado a população carente dos nove estados da Região Nordeste.

“Assim, os desvios promovidos pela empresa contratada e demais envolvidos deixou a população de nove Estados – que abrangem 1.793 municípios e quase 60 milhões de pessoas, carente não apenas de equipamentos imprescindíveis para a sobrevivência de pessoas acometidas da forma mais grave de Covid-19, como também de recursos que poderiam ser aplicados em diversas outras ações de prevenção e combate à pandemia”, completou.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.