Tiago Fernandes: escolha de Brandão como sucessor de Dino foi madura

Matias Marinho

Em entrevista ao programa Xeque-Mate, o secretário de estado de Saúde, Tiago Fernandes, comentou sobre o legado construído no governo Flávio Dino (PSB) e a continuidade do trabalho que vem sendo realizado pelo atual governador Carlos Brandão (PSB).

Para o secretário, o projeto do governo “Flávio Dino – Carlos Brandão” foi aceito e incorporado por outros grupos políticos e que agora se uniram com o objetivo de preservar e aperfeiçoar os avanços já alcançados no estado.

“Existe um legado que foi construído e todos esses equipamentos que incorporam na garantia dos direitos sociais da população maranhense precisam ser preservados e nós precisamos entender esse momento. Houve uma decisão de um grupo político, que entendeu esses avanços e abraçaou o projeto para que o Maranhão possa continuar avançando”, disse o secretário de Saúde.

Tiago Fernandes também classificou como “madura” a decisão de Flávio Dino em escolher o governador Carlos Brandão para ser o seu sucessor. “O cenário que eu vejo hoje é de uma decisão madura. Uma decisão pautada também no grupo político, mas sobretudo nos maranhenses e na gestão pública”, completou.

Sobre o desempenho da gestão de Carlos Brandão, o secretário destacou a experiência do governador, que segundo ele, é quem tem o melhor entendimento de função administrativa para gestão pública do estado do Maranhão.

“Carlos Brandão já teve uma experiência (como vice-governador) e acompanhou esse processo. Para o grupo, ele é quem tem o melhor entendimento de função administrativa para a gestão pública do estado do Maranhão. Vamos apoiá-lo para a preservação desse legado que foi construído, mas sobretudo pra gente continuar avançando em novas ações”, finalizou.

Fabio Macedo tem apoio de 4 deputados estaduais em sua pré-campanha

O deputado estadual Fábio Macedo, em sua pré-campanha para Câmara federal, conta com o apoio de 4 deputados estaduais, que fecharam compromissos em suas principais bases eleitorais para as próximas eleições.

Com colégios eleitorais expressivos, os deputados Leonardo Sá em Pinheiro, Socorro Waquim em Timon, Adelmo Soares em Caxias e Jota Pinto em São José de Ribamar, reforçam o projeto político de Macedo, que tem consolidado bases em mais de 90 municípios do Maranhão.

Nosso projeto cresce cada dia mais em todo estado. É uma grande honra contar com a parceira dos meus nobres companheiros de parlamento, que confiam no meu trabalho e trajetória e somam na minha pré-candidatura de deputado federal, afirmou Fábio.

Prefeituras do MA receberão R$ 88,9 mi de royalties da Petrobras; saiba quanto vai para o seu município

O governo federal, por meio do Banco do Brasil, começou repassar, na sexta-feira, 20, R$ 7,7 bilhões para todos os estados, para o Distrito Federal e 5.569 municípios do valor relativo à arrecadação dos bônus de assinatura do leilão dos excedentes para exploração de petróleo e gás natural da cessão onerosa dos campos de Sépia e Atapu, no pré-Sal, de acordo com informações do Ministério de Minas e Energia.

No total, o Maranhão receberá R$ 232.482.179,40 de um total.

Serão R$ 143,5 milhões para o Governo do Maranhão, e outros R$ 88,9 milhões às prefeituras (saiba mais).

Veja a lista completa por município.

Centro Histórico começa a receber decoração junina

O colorido forte e vibrante das bandeirinhas de São João já começou a dar um ar todo especial ao Centro Histórico de São Luís. A cidade já respira São João, e nesta sexta-feira (20), o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), iniciou a montagem da decoração do São João 2022 na Praia Grande.

Além da Rua Portugal, vão receber a decoração de mosaico de bandeirolas o Centro Histórico, as ruas Djalma Dutra, da Estrela, a Rua da Alfandega (próximo à Feira da Praia Grande), e ainda a Ponte José Sarney (conhecida como Ponte do São Francisco). Na Praça dos Catraieiros (próximo à Casa do Maranhão), será montado um painel instagramável junino. Todo o trabalho deve ser concluído até a próxima sexta-feira (27).

Os responsáveis pela decoração são Maria Ylma Santana da Costa e o esposo, João Carlos Formiga Leite. Segundo Maria Ylma, além de São Luís, o casal está decorando mais 20 cidades. Algumas instalando e outras fornecendo as bandeirolas para eles instalarem, nem todas assim como São Luís, com a decoração de mosaicos.

“A técnica dos mosaicos foi evoluindo com o tempo. A cada trabalho, nós descobríamos um jeito melhor de fazer. Este ano estamos com mais demanda, e com menos tempo para produzir também”, disse a decoradora.

A novidade deste ano na decoração será o mosaico na Ponte do São Francisco, que nunca havia sido decorada. A última decoração no Centro Histórico foi em 2019, última realização dos festejos juninos oficiais do governo do Estado, antes da pandemia de covid-19.

“A realização do São João, depois de dois anos, era um momento muito aguardado. É um atestado de liberdade para todos nós, que passamos tanto tempo isolados”, disse Maia Ylma.

Para o secretário de Estado da Cultura, Paulo Victor, se concretiza a realização do maior São João do Brasil, não apenas em termos de dias de programação, mas de locais em que vão acontecer os festejos, além de outros fatores que fazem a diferença nos festejos maranhenses.

“Voltar com um São João repleto de atrações, com espaços pulsando a cultura maranhense, é, além de gerar entretenimento para uma população ávida por essa festa, gerar emprego e renda para o trabalhador com a contratação e destinação de serviços, gerar retorno para o estado em termos de turismo. Nossas decorações são apreciadas por moradores e turistas e isso se torna um atrativo a mais para o São João do Maranhão”, disse o secretário.

Turistas encantados com as bandeirolas

A engenheira civil Leda Fagundes de Lima, turista da cidade de Curitiba (PR), se surpreendeu quando, ao sair do Mercado das Tulhas, viu a decoração. “Muito bonito, muito colorido. Saímos de dentro do mercado e demos de cara com essa paisagem que eu achei realmente muito alegre, muito aconchegante”. E se eles vão voltar a São Luís, ela diz que sem dúvidas. “Voltaremos em outra oportunidade, com certeza. Porque a cultura é muito específica da região. A paisagem e a cultura, realmente para a gente que mora no Sul, é muito diferente. Vale a pena conhecer”, recomenda.

Primeira vez em São Luís com a família, o corretor de imóveis Rubens Baron, de Santa Catarina, presenciou a montagem, aprovou a decoração e já aproveitou para mandar as fotos para os parentes. “Muito impressionado pela dedicação de todo mundo, nunca tinha visto. Tá muito legal, muito bonito mesmo”, disse.

A servidora pública Viviane, de Belo Horizonte (MG), está de férias no Maranhão e se mostrou emocionada pela vida estar voltando ao normal. “Achei vibrante e emocionante ver, depois de tanto tempo, tanta alegria em cores. Muito lindo, parabéns. Eu acredito que vai ser uma festa muito bonita. Já ouvi falar da festa de São João daqui, mas é emocionante ver tudo sendo montado”, comentou.

Base de Alcântara está à disposição, diz Bolsonaro a Musk

Elon Musk, Fabio Faria,Jair Bolsonaro

Durante entrevista coletiva pela passagem do empresário Elon Musk ao Brasil, o presidente Bolsonaro disse que colocou à disposição do empreendedor a base de Alcântara para ser usada pela SpaceX.

O centro localizado ao norte do Maranhão é considerado um dos melhores locais do mundo para lançamento de foguetes por causa de sua posição geográfica privilegiada.

“A base de lançamento de Alcântara está disponível [para lançamento de foguetes de Musk], como conversado entre ele e o comandante da Força Aérea”, afirmou Bolsonaro.

Musk esteve no Brasil para um primeiro contato com o governo brasileiro sobre a possibilidade de uma parceria que disponibilize a Starlink – internet via satélite do dono da Tesla e da SpaceX – para 19 mil escolas desconectadas em áreas rurais e monitoramento ambiental da Amazônia.

MA recebe R$ 232 milhões da Petrobras até terça-feira

O governo federal, por meio do Banco do Brasil, vai repassar R$ 7,7 bilhões para todos os estados, para o Distrito Federal e 5.569 municípios do valor relativo à arrecadação dos bônus de assinatura do leilão dos excedentes para exploração de petróleo e gás natural da cessão onerosa dos campos de Sépia e Atapu, no pré-Sal, de acordo com informações do Ministério de Minas e Energia.

O valor será pago desta sexta-feira (20) até a próxima terça-feira (24).

No total, o Maranhão receberá R$ 232.482.179,40 de um total.

Serão R$ 143,5 milhões para o Governo do Maranhão, e outros R$ 88,9 milhões às prefeituras (saiba mais).

Juiz maranhense renunciou a meio milhão em penduricalhos

Marco D’Eça

Desde que decidiu abrir mão dos privilégios legalmente garantidos aos magistrados maranhenses, o juiz Carlos Roberto Gomes de Oliveira Paula, titular da 2ª Vara de Paço do Lumiar (MA), já deixou de receber R$ 503.417,77 dos cofres públicos.

A economia de mais de meio milhão de reais que um único magistrado poderia ter recebido em um período de cinco anos é a soma de valores referentes a licença-prêmio, pagamento por férias não gozadas, auxílio moradia, auxílio saúde, auxílio alimentação, auxílio livro e abono por acervo, uma série de privilégios a que a maioria absoluta dos trabalhadores brasileiros não tem direito.

Em novembro de 2017, Roberto de Paula oficializou a primeira renúncia: abdicou dos auxílios concedidos à magistratura maranhense relativos a moradia, saúde, alimentação e livro, argumentando que, por norma constitucional o magistrado deve ser remunerado exclusivamente por subsídio em parcela única, vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio ou outra espécie remuneratória; e que esse subsídio é fixado ou alterado por lei de iniciativa da presidência do Supremo Tribunal Federal. Assim, desde então ele deixou de receber R$ 271.518,72.

Ainda incomodado com as regalias, em março de 2019 o juiz também renunciou ao direito a licença-prêmio, embasado na mesma norma constitucional de que o magistrado deve ser remunerado somente pelo subsídio mensal.

Naquele ano, a verba complementar teria rendido ao juiz R$ 50.533,74.

Além disso, se em vez de gozar os 60 dias de férias a que tem direito o magistrado optasse por “vender” parte desse período, o que também lhes é assegurado desde 2018, ele já teria embolsado mais R$ 149.729,60.

Em vez de aproveitar mais um privilégio, em janeiro deste ano Roberto de Paula renunciou a 30 dos seus 60 dias de férias, assim como ao percentual excedente do terço constitucional.

Por último, já no final de janeiro deste ano, o juiz renunciou à verba de acumulação de acervo processual, garantida aos magistrados maranhenses a título de gratificação pelo exercício cumulativo de jurisdição, o que somente em 2022 já teria rendido ao juiz mais R$ 16.812,48 em sua conta bancária.

Paralelamente, ele fez a devolução de R$ 14.823,23 referentes aos auxílios que já havia recebido.

Transformada em valor monetário, com base em dados do Portal da Transparência do Tribunal de Justiça do Maranhão, a decisão do juiz de abrir mão de tantas vantagens legalmente instituídas já gerou uma economia de mais de meio milhão de reais ao Poder Judiciário maranhense.

Em um país de tantas desigualdades, em que milhares de famílias sobrevivem com o salário mínimo e há milhões de pessoas passando fome, é um exemplo de que os recursos públicos podem – e devem – ser gastos de forma mais justa.

Exame/Ideia: Bolsonaro reduz diferença para Lula em 2° turno

Exame

Se o segundo turno da eleição presidencial fosse hoje, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) teria 46% das intenções de voto, e o presidente Jair Bolsonaro (PL) teria 39%, segundo a pesquisa eleitoral EXAME/IDEIA divulgada nesta quinta-feira, dia 19 de maio. A distância entre os dois é de 7 pontos percentuais, a menor em um ano.

Na série histórica, considerando a simulação de segundo turno, Bolsonaro tinha vantagem sobre Lula até abril do ano passado, quando o petista ultrapassou o atual presidente na preferência dos eleitores.

A maior distância entre os dois chegou a 17 pontos percentuais no fim do ano passado, mas desde então começou a diminuir.

Na pesquisa feita em abril, a diferença entre os dois foi de 9 pontos.

Josimar começa a definir hoje rumo político em 2022

Depois de admitir pela primeira vez que pode não vir a ser candidato a governador nas eleiçÕes deste ano (reveja), o deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PL) inicia nesta sexta-feira (20) uma série de reuniões para definir seu futuro.

O parlamentar deve desistir do projeto e declarar apoio ao senador Weverton Rocha (PDT), ou ao governador Carlos Brandão (PSB). Aliados do pedetistas estão mais otimistas que os membros do governo.

Entre hoje e domingo, Josimar reunirá prefeitos, vereadores, deputados e lideranças políticas de todo o estado, em São Luís, para discutir o assunto. Uma decisão deve ser anunciada na segunda-feira (23), quando ele normalmente faz uma transmissão ao vivo pela internet ao lado da esposa, a deputada estadual Detinha (PL).