Ibope: Neto avança e já tem empate técnico com Duarte Jr.

A pesquisa Ibope/TV Mirante de intenções de votos divulgada nesta segunda-feira (21) pelo Bom Dia Mirante (saiba mais), confirmou uma tendência que já vinha sendo apontada por outros institutos.

Segundo o levantamento, o candidato do DEM à Prefeitura de São Luís, Neto Evangelista, já tem 10% – e está tecnicamente empatado com Duarte Júnior (Republicanos), que segue na casa dos 14%

O Ibope confirma uma tendência que já vinha sendo apontada em outras consultas.

Em julho, por exemplo, instituto Prever mostrou que o deputado do DEM tinha apenas 5,3% das intenções de votos, e era o sexto colocado na disputa.

Em agosto, ele já aparecia com 7,9%, em terceiro lugar em nova pesquisa do mesmo instituto (números completos e dados do registro aqui).

Já num primeiro levantamento do mesmo Ibope, também em agosto, Evangelista aparecia com 8%.

Agora chega a 10%.

Mostra consistência…

Ibope aponta vitória de Eduardo Braide em 1° turno

Pesquisa Ibope/TV Mirante divulgada nesta segunda-feira (21) no Bom Dia Mirante confirma liderança do candidato do Podemos, Eduardo Braide, na disputa pela Prefeitura de São Luís.

Segundo o levantamento, o parlamentar venceria em 1° turno se as eleições fossem hoje.

De acordo com a pesquisa, Braide aparece em um cenário de primeiro turno com 43% (tinha 39% em agosto – reveja), seguido por Duarte Júnior com 14%. Aparece na terceira colocação o candidato democrata, Neto Evangelista, com 10%.

Na quarta colocação, está Bira do Pindaré, com 5%. Em seguida, está o candidato do PV, Adriano Sarney, com 4%.Carlos Madeira (SD), Jeisael Marx (Rede) e Rubens Júnior (PCdoB) aparecem com 2% das intenções de votos. Franklin Douglas (PSOL) e Dr. Yglésio (PROS) com 1% cada encerram a pesquisa.

Ao todo, 8% declararam voto branco ou nulo. Outros 8% não souberam responder.

Se considerados apenas os votos válidos, Braide teria 51,19%.

Segundo turno

A pesquisa ainda simulou dois cenários de segundo turno. Braide venceria em ambos. Em uma primeira simulação, Braide aparece com 63% das intenções de votos contra 25% de Duarte Júnior.

Em um cenário com o candidato do DEM, Neto Evangelista, Braide aparece com 61% contra 24% de Evangelista.

No total, foram ouvidas 602 pessoas entre os dias 12 e 14 de setembro deste ano. O registro na Justiça Eleitoral foi feito sob o número MA-01425/2020. A margem de erro é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos, e o intervalo de confiança é de 95%.

O nome do candidato do PRTB, Apóstolo Silvio Antônio, não foi incluído porque ele entrou na disputa quando a pesquisa já havia sido realizada.

Oficialmente com Rubens Jr., PT tem filiados com Duarte Jr. em SLZ

O PT segue dividido sem São Luís.

Embora esteja oficialmente apoiando a candidatura de Rubens Júnior a prefeito – indicando o candidato a vice, inclusive – lideranças da sigla não seguem o mesmo rumo.

No fim de semana, deputado federal Zé Carlos e o secretário de Trabalho do governo Flávio Dino, Jowberth Alves, ambos do PT, declararam apoio a Duarte Júnior, candidato pelo Republicanos.

Rubens segue com a ala de Honorato Fernandes, seu candidato a vice.

Sindicato diz que ônibus circularão normalmente em São Luís na segunda

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informou hoje (20) que os ônibus do sistema de transporte público de São Luís circularão normalmente na segunda-feira (21).

A categoria havia paralisado as atividades neste domingo, após o assassinato do motorista de ônibus Francisco Teixeira, na Cohama, na noite de sábado (19). Os acusados do crime já foram presos (saiba mais).

De acordo com os rodoviários, a decisão pela retomada da circulação a frota na capital ocorreu após reunião na Segurança Pública do Estado (SSP), que se comprometeu a intensificar ações de segurança.

ARTIGO: O prefeito que a cidade quer

José Carlos Madeira

Candidato a prefeito de São Luís pelo Solidariedade

São Luís mudou muito nos últimos anos. E continua querendo mudar, porque a população não se acomoda. São Luís continua rebelde. Mas não é a rebeldia de antes, incendiária, do confronto nas ruas, do punho cerrado de 1951 ou de 1979, por exemplo. A rebeldia de hoje é quase silenciosa, mas igualmente transformadora. 

A cidade rebelde de agora é feita de gente que quer algo diferente na administração pública, de gente que não quer mais continuar como antes. São Luís não quer mais o clientelismo da velha política. São Luís não quer mais ser refém do assistencialismo promíscuo de práticas caducas das emendas parlamentares envelopadas na carapaça do bom-mocismo. 

São Luís não engole mais o novo que já nasceu velho, entranhado no carcomido livro da história que não se apaga ao simples bafo da perfumaria, do marketing. A cidade não aceita mais que a política vigore como se fosse aquele velho e lucrativo cartório de antes, que passa de pai para filhos e netos e sobrinhos.

Não importa mais a vontade individual, o desejo seletivo, o capricho particular. Não importa mais o prefeito que o fulano ou o beltrano quer. Esse tempo já se foi. O que vale agora é o projeto coletivo, a força mobilizadora, o plano colaborativo. Importa agora o prefeito que a cidade quer. Eis a diferença gritando, mas que alguns ainda fingem não ouvir!

O prefeito que São Luís quer deve ter, minimamente, uma história de vida, uma biografia reconhecida, respeitada, e não um prontuário eleitoral, meramente de ocasião. O prefeito que a cidade quer não precisa ostentar herança política familiar, não carece de sobrenome forjado nas incubadoras dos palácios.

O prefeito que a cidade quer deve ter uma vivência semelhante à grande maioria da população, que reconheça a periferia como se fosse sua própria casa, que tenha experimentado na pele o que são as dificuldades da vida. O prefeito que a cidade quer deve conhecer – na prática, e não como tese de gabinete – as limitações do ensino público, o problema da água e do saneamento, a falta de infraestrutura, o caos da saúde pública e o drama do transporte coletivo.

O prefeito que São Luís quer agora não pode ser alguém alheio a essa realidade. Não pode ser alguém estranho ao cotidiano da cidade, que só conhece a crueza das coisas em tempos de eleição. A cidade quer um filho legítimo como prefeito, e não um candidato de laboratório, um salvador de proveta. São Luís quer um dos seus, sem alegoria. Apenas isso.    

VÍDEO! Veja momento da prisão de acusado de matar motorista de ônibus

A Equipe Albatroz do 8º Batalhão de Polícia Militar do Maranhão liberou neste domingo (20) um vídeo da ação que resultou na prisão de um dos suspeitos de haver matado o motorista de ônibus Francisco Teixeira, durante um assalto ao coletivo da linha Bequimão/Ipase, em São Luís (saiba mais).

O acusado foi abordado no Recanto dos Vinhais, com manchas de sangue pelo corpo, para as quais ele não tinha explicação no momento

Levado à Delegacia de Homicídios, ele foi reconhecido por testemunhas e acabou confessando o crime, além de delatar o comparsa com o qual praticou o assalto.

MPF investiga se prefeitura petista recebeu respiradores como ‘propina’ do Consórcio Nordeste

Da coluna Radar

O MPF avança nas investigações de um suposto esquema de corrupção na aquisição de respiradores pelo Consórcio Nordeste, grupo criado por governantes da região para atuar no combate à pandemia de coronavírus.

O secretário do consórcio é o ex-ministro petista Carlos Gabas. Segundo o MPF, a prefeitura de Araraquara (SP), governada pelo petista Edinho Silva, teria sido beneficiada por 30 respiradores exigidos como “propina” pelo fechamento do negócio. Gabas teria participação na negociata.

Segundo o MPF, “o Consórcio Nordeste firmou contrato com a empresa Hempcare Pharma Representações LTDA para o fornecimento de 300 respiradores, mas, para viabilizar a negociação, teria exigido a doação de 30 respiradores ao município de Araraquara”.

A investigação se concentra no fato de que a “suposta vantagem indevida seria recebida por agentes públicos do município”.

________________Leia mais
SES quer sigilo em apuração sobre compra de respiradores no MA
MA pegou calote de R$ 490 mil na compra de respiradores via Consórcio

Qualidade nos serviços de saúde será prioridade na gestão Braide

O pré-candidato a prefeito de São Luís, Eduardo Braide, tem assegurado nos encontros “Braide em todo canto” que a prioridade número um da sua gestão será aprimorar a qualidade da saúde pública municipal. Ele destaca que, em sua administração, a Prefeitura fará parcerias com instituições reconhecidas por oferecer serviços de excelência na área, entre elas o Hospital Aldenora Bello, a APAE e o Hospital Sarah de reabilitação.     

“Governar é eleger prioridades. É saber onde os recursos precisam ser aplicados para que as pessoas possam ter uma vida melhor. Vamos unir todos os esforços possíveis em prol da saúde. Em parceria com essas grandes instituições vamos poder prestar, em pouco tempo, um serviço público de saúde com qualidade e, sobretudo, com a eficiência que as pessoas tanto precisam”, destacou Braide.   

Eduardo Braide e a pré-candidata a vice-prefeita de São Luís, professora Esmênia Miranda, estiveram no Cohatrac, um dos bairros mais populosos da capital, que recebeu a mais recente edição do “Braide em todo o canto”. Lá, ele anunciou aos moradores do Cohatrac que durante seu governo, a Prefeitura dará a sua contribuição para que possam ser instalados postos avançados de segurança em cada bairro da cidade.

“A segurança pública é atribuição constitucional dos governos Federal e Estadual, mas a Prefeitura vai contribuir, construindo postos de segurança avançada em alguns dos muitos terrenos que possui pela cidade e, por meio de parceria, ceder o uso do espaço para a Polícia Militar.”, explicou.     

Braide reafirmou aos moradores do Cohatrac que um bom gestor precisa ir às ruas, ouvir as comunidades de cada bairro, antes de tomar suas decisões. “São Luís é uma ilha formada por várias cidades, que são os bairros, e cada um deles tem suas particularidades e reivindicações. É isso que temos buscado nesses encontros: saber exatamente o que a comunidade quer e precisa para tornar a sua vida melhor”, finalizou ele.

Estiveram presentes ao evento no Cohatrac, a vereadora Bárbara Soeiro e os pré-candidatos a vereador Marcial Lima, Sá Marques, Lothar Mateus, Madeiras, Gleidson Oliveira, Leôncio Jansen, Dr. Ubirajara, Thiagão Austríaco, Professor Sidiney, Ronaldo Serra, Inácio Lindoso, Tânia do Povo, Pryscila Selaris, Caio Carvalhal, Kalil Seba, Fróes Silva, Irmão Jardson, Diogo Ávila, Jânio Monteiro, Jean Fábio, Octávio Soeiro e Irmão Dijé.

A próxima edição do “Braide em todo canto” já tem data e local marcados. Será nesta segunda-feira (21), no Anjo da Guarda.

ARTIGO: Crime contra o consumidor

Sabendo que o dia de ontem, o decimo primeiro deste mês de setembro, seria marcado pelo aniversário de trinta anos do Código de Defesa do Consumidor, preparei-me para homenagear o estatuto brasileiro de defesa do consumidor e chamar atenção à necessidade de termos um código de defesa do consumidor genuinamente maranhense, contudo, na última quinta-feira (10/11), para além do ato bestial que abreviou a vida de – mais um – jovem em São Luís, supostamente também ocorrerá um crime contra a ordem tributária e às relações de consumo, ao qual a imprensa normalmente não dá o devido destaque e as instituições pouco ou nada combatem – razão pela qual o faremos neste espaço, assim como um ato lesivo ao direito à vida, à saúde e à segurança do consumidor.

Trata-se, pois, do crime de “suprimir ou reduzir tributo, ou contribuição social e qualquer acessório, mediante” a conduta de “negar ou deixar de fornecer, quando obrigatório, nota fiscal ou documento equivalente, relativa a venda de mercadoria ou prestação de serviço, efetivamente realizada, ou fornecê-la em desacordo com a legislação”.

Nos termos da lei, portanto, o fornecedor de produtos e serviços não pode se negar a emitir a nota fiscal correspondente ao bem disponibilizou ao seu consumidor.

Nesse sentido, uma vez que o consumidor a exija no ato da compra, não cabe ao comerciante ou prestador de serviço, deixar de fornecê-la ou, em retaliação, negar-se a vender seu o produto ou realizar o serviço solicitado. Pois, “é vedado ao fornecedor de produtos ou serviços, dentre outras práticas abusivas, recusar atendimento às demandas dos consumidores, na exata medida de suas disponibilidades de estoque, e, ainda, de conformidade com os usos e costume” (Art. 39, II, do CDC).

Além disso, “são direitos básicos do consumidor” e, portando, dever do fornecedor, a proteção à vida e à saúde (Art. 6, I, do CDC). Nessa direção, “produtos e serviços colocados no mercado de consumo não” podem abreviar a vida ou lesar o estado de completo bem-estar físico (físico, mental e social) do consumidor (Art. 8º, do CDC) e “o fornecedor de serviços responde, independentemente da existência de culpa, pela reparação dos danos causados aos consumidores por defeitos relativos à prestação dos serviços” (Art. 14, do CDC).

Portanto, se a vida de um consumidor é ceifada no interior de um estabelecimento comercial e a integridade física de outro é gravemente violada, além das penalidades de caráter penal, que se dirigem à pessoa física que praticou tais condutas atentatórias à vida, o fornecedor responsável pelo estabelecimento tem o dever de indenizar os consumidores, em razão dos – graves e/ou irreversíveis – transtornos que a eles foi causado.

Fique ligado! Consumidor tem direito à proteção à sua vida e à saúde e a receber a nota fiscal.

SÉRGIO MELO
ADVOGADO
CONSELHEIRO ESTADUAL DA JOVEM ADVOCACIA DA OAB/MA

Presos suspeitos de matar motorista de ônibus em SLZ

G1 Maranhão

Na noite desse sábado (19), a Polícia Militar do Maranhão prendeu os dois suspeitos de terem assassinado o motorista de ônibus Francisco Teixeira, durante um assalto ao coletivo da linha Bequimão/Ipase, em São Luís.

Em depoimento, os homens afirmaram que mataram o motorista porque ele não abriu a porta do ônibus para eles descerem, após o assalto.

Segundo a PM, logo após o latrocínio (roubo seguido de morte), a polícia iniciou as buscas pelos suspeitos.

Policiais da equipe Albatroz do 8º Batalhão de Polícia Militar (BPM) receberam a informação de que um dos envolvidos estaria na rua 25 de Maio, no bairro do Recanto dos Vinhas, em São Luís.

A PM foi até o endereço e encontrou um homem, em atitude suspeita, com manchas de sangue pelo corpo. Na hora da abordagem ele não soube explicar a procedência das manchas e foi levado para a Delegacia de Homicídios.

Na delegacia, o suspeito foi reconhecido pelas testemunhas e acabou confessando a autoria do crime. Além disso, o homem indicou quem seria seu comparsa e qual era o endereço dele.

Com base nas informações, os policiais militares do 20º BPM conseguiram localizar e prender o segundo suspeito.

De acordo com a PM, em depoimento, os homens afirmaram que mataram o motorista pelo fato de ele não ter parado e aberto a porta do ônibus, após os criminosos terem roubado os objetos dos passageiros.