Petista critica ‘esquerda-lacração’ por debate sobre estátua da Havan em SLZ

A militante petista Patrícia Carlos fez nesta sexta-feira, 23, uma crítica contundente ao que chamou de “esquerda-lacração” por conta da polêmica criada em torno da instalação de uma réplica da Estátua da Liberdade na loja da Havan que será inaugurada em São Luís.

Há pouco mais de uma semana, setores da esquerda maranhense e até membros do governo Flávio Dino vêm promovendo campanhas contra o empreendimento por conta do símbolo norte-americano, que é também marca registrada da loja.

Para ela, a discussão apenas reforçou a direita, que debate “geração de emprego e renda”, enquanto a oposição ao bolsonarismo, “estética e simbolismos”.

“A polêmica da estátua da Havan em SLZ é mais uma prova de que a esquerda-lacração precisa acabar. Só dá discurso pra direita, nos afasta das pautas palpáveis da classe trabalhadora. É tudo que o outro lado quer: a gente falando de estética e simbolismos, eles de geração de emprego e renda”, destacou.

Roberto Rocha pode assumir controle do PP no Maranhão, dizem aliados

A indicação do senador Ciro Nogueira (PP) para o comando da Casa Civil do governo Bolsonaro pode ter repercussão no Maranhão.

Com a oficialização do partido em posição de destaque na base do presidente, crescem os rumores de que a sigla pode passar ao controle do senador Roberto Rocha no estado.

Rocha segue filiado ao PSDB, mas está de saída.

Como é o único senador maranhense alinhado ao bolsonarismo, aliados dão como certa sua migração para o PP, para assumir o controle do partido.

Falta combinar com André Fufuca, que ainda preside a legenda no Maranhão. E é muito próximo de Ciro Nogueira.

Braide saúda chegada da Havan: ‘São Luís é livre!’

O prefeito de São Luís, Eduardo Braide (Podemos), comentou ontem, 22, no Twitter a polêmica sobre a instalação de uma réplica da Estátua da Liberdade em frente à loja da Havan que será inaugurada na capital maranhense.

Há pouco mais de uma semana, setores da esquerda maranhense e até membros do governo Flávio Dino vêm promovendo campanhas contra o empreendimento por conta do símbolo norte-americano, que é também marca registrada da loja.

Braide não falou especificamente sobre a estátua, mas aproveitou sua postagem para saudar a chegada da empresa.

“São Luís é livre! E sempre vai receber com entusiasmo empresas e iniciativas que gerem emprego e renda pra nossa gente. Seja bem-vinda à nossa Ilha do Amor, Havan”, declarou.

Prefeitura nivela bueiros nas principais vias de São Luís

Em uma ação inédita, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), deu início, na terça-feira (20), ao nivelamento de bueiros nas principais ruas e avenidas da cidade com o objetivo de melhorar a trafegabilidade e garantir segurança aos condutores. A intervenção, que segue orientação do prefeito Eduardo Braide, vai solucionar uma queixa antiga de quem já contabilizou prejuízos ao cair em um desses buracos formados pelo desnível da tampa em relação ao asfalto. 

“Essa ação se dá em atendimento a uma demanda muito antiga da população. Com o nivelamento dos poços de visita, ou seja, dos bueiros, vamos minimizar o risco de acidentes, proporcionando mais segurança a quem trafega por nossas ruas e avenidas. O nosso objetivo é assegurar que os condutores não sejam surpreendidos por essas armadilhas que já causaram muitos sustos e prejuízos”, destacou o prefeito Eduardo Braide.

A ação, que deve se estender pelas próximas semanas e nivelar centenas de bueiros nas vias com maior fluxo de veículos, teve início pela Avenida dos Holandeses, uma das mais importantes da capital. A orientação do prefeito é fazer a colocação da nova tampa em todos os bueiros, sem exceção. O serviço se dá com a instalação da tampa, deixando-a compactada ao pavimento, ou seja, sem qualquer desnível que possa continuar oferecendo riscos aos condutores. Para isso, os operários cortam o asfalto ao redor da tampa e preenchem com massa de concreto para que a estrutura de metal possa ser reinstalada. 

“Estamos trabalhando em uma demanda das vias da nossa cidade em que o nível das tampas de bueiros ficaram mais baixo do que o nível do asfalto, então, a gente está, agora, pegando todos esses pontos das nossas ruas e avenidas para fazer este serviço para que a gente tenha maior trafegabilidade, garantindo mais segurança para os motoristas e usuários das nossas vias”, destacou o secretário David Col Debella, titular da Semosp. 

Ainda que mais difícil de observar, Col Debella diz que é possível haver alguns bueiros que estejam sem tampa, perigo ainda mais iminente aos condutores, mas que, “caso não exista tampa ou ela tenha sido furtada anteriormente, a empresa responsável, seja de saneamento ou de telefonia, terá de repor a tampa para instalação” ao mesmo nível do asfalto. 

O engenheiro civil João Henrique Azevedo, de 28 anos, comemora a iniciativa. Ele é um dos milhares de condutores que utilizam a Avenida dos Holandeses, por onde o serviço foi iniciado, para se locomover entre casa e trabalho. “É um alívio ver que esse serviço está sendo executado. Com o nivelamento do bueiro ao asfalto, não precisaremos mais nos preocupar em cair em um desses buracos que vinham causando muitos prejuízos aos condutores”. 

Não diferente, o universitário Ruan Abreu, de 19 anos, também demonstra alívio com a iniciativa. “É muito bom que a gestão tenha enxergado essa necessidade, pois os buracos formados pelos bueiros são uma armadilha ainda mais perigosa durante as chuvas. Para quem anda de moto, então, a situação fica ainda mais difícil. Eu mesmo já caí e também presenciei outros caindo nesses bueiros”, conta o motociclista.

Ministério da Saúde decide rescindir contrato de compra da Sputnik V

Valor

Assim como deve acontecer com a Covaxin, o Ministério da Saúde vai rescindir o contrato para a compra de 10 milhões de doses da vacina russa Sputnik V. O anúncio depende apenas da conclusão das análises jurídicas necessárias.

Segundo o Valor apurou, o governo vai argumentar que a vacina não conseguiu obter a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), o que consta como uma das exigências do contrato, que teve a empresa União Química como intermediária.

A Anvisa autorizou, no dia 4 de junho, a importação excepcional de um volume reduzido de doses da vacina. Isso aconteceu por conta da falta de informações que garantissem a segurança e a eficácia da Sputnik V.

Além do volume reduzido, correspondente a, no máximo, 1% da população, a vacina só poderia ser aplicada após aprovação de cada lote pelo Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS).

As primeiras aplicações também teriam que ser seguidas por uma intensa ação de vigilância, a fim de observar efeitos adversos. Somente pessoas jovens e sem comorbidades poderiam receber o imunizante.

Soma-se a todas essas dificuldades o cenário atual mais confortável para a oferta de vacinas. O ministério estima a chegada de cerca de 80 milhões de doses somente no mês de agosto e pretende concluir a vacinação dos maiores de 18 anos até novembro.

Diante disso, chegou-se à conclusão de que não faz mais sentido seguir com a Sputnik e a Covaxin, esta última envolvida em denúncias de corrupção. No caso da vacina russa, há ainda um contrato de 37 milhões de doses com o consórcio de governadores do Nordeste.

Na última segunda-feira (19), o consórcio cobrou do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a inclusão da Sputnik V no Programa Nacional de Imunizações. Queiroga, no entanto, sinalizou que não pretende atender ao pleito.

Responsáveis pela vacina no Brasil, o Fundo Soberano da Rússia e a União Química não haviam se manifestado até o momento da publicação.

Em possível recado a Weverton, Gil Cutrim critica antecipação de debate político

Dias depois de uma intensa movimentação política do senador Weverton Rocha (PDT) – que segue tentando angariar apoio do grupo Flávio Dino (PSB) ao seu projeto de candidatura ao Governo do Estado em 2022 -, o deputado federal Gil Cutrim (Republicanos) parece ter mandado um recado ao ex-colega de partido.

Ao lado do vice-governador Carlos Brandão (PSDB) – que também almeja uma candidatura ao governo com apoio do Palácio dos Leões -, o parlamentar criticou o que considera antecipação do debate.

“A gente não pode esticar a corda e antecipar o debate político. Nós temos que, justamente, pregar essa palavra união em, torno de um bem para o estado do Maranhão e para o país”, destacou.

A declaração parece ainda mais direcionada a Weverton quando se sabe que ele mobilizou lideranças nacionais do PDT e do PT – Carlos Lupi e Zé Dirceu, respectivamente – em mais uma tentativa de se afirmar como candidato.

ABSURDO! No MA, prefeitura precisa ser obrigada pela Justiça a reformar escola

Noventa dias foi o prazo estabelecido pela Justiça, em sentença proferida na terça-feira, 20, para a Prefeitura de Tufilândia concluir a reforma e regularizar os espaços do prédio da escola municipal Nova Tufilândia, obedecendo as normas de segurança, saúde e acessibilidade e realizando acabamento e pintura compatíveis com o desenvolvimento e bem estar das crianças e adolescentes que ali estudam.

A determinação judicial atendeu a uma Ação Civil Pública proposta pela Promotoria de Justiça de Pindaré-Mirim, de cuja comarca Tufilândia é termo judiciário. O juiz da comarca, João Vinícius Aguiar dos Santos, julgou procedente a Ação, de autoria do promotor de justiça Cláudio Borges dos Santos.

Após diversas denúncias e verificação no local constatou-se a morosidade da obra na escola Nova Tufilândia, iniciada em 2018. Foi constatado que o prédio para o qual realocaram os alunos, de forma improvisada, não dispunha de estrutura básica adequada, oferecendo risco à segurança e integridade física daqueles.

O Município de Tufilândia ficou também obrigado a fazer, no prazo de 30 dias, a realocação provisória dos estudantes da referida escola para outras escolas próximas, ou para prédio com estrutura adequada ao ambiente escolar, enquanto perdurar o serviço de reforma.

O possível descumprimento das determinações judiciais resultará em multa diária no valor de R$ 50 mil, a ser revertida ao Fundo Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente.

O Município não negou o atraso na conclusão da reforma, deixando, inclusive, de apresentar contestação. “Não bastasse isso, não é razoável admitir que uma reforma de um prédio, aparentemente sem complexidade, se arraste há quase três anos”, comentou o promotor de justiça Cláudio Borges.

Gestão Felipe dos Pneus presta contas do seus 200 primeiros dias

O prefeito de Santa Inês, Felipe dos Pneus (Republicanos), o vice, Sirino Rodrigues (PTB) e todo o secretariado da gestão, apresentaram na Praça das Laranjeiras no final da tarde da terça-feira, 20, as ações mais impactantes que foram realizadas de janeiro até agora. A ação foi uma forma de comemorar 200 dias da gestão que tem sido modelo para outros municípios.

Toda a apresentação foi acompanhada pelos vereadores.

Neste mesmo dia, na parte da manhã, todos participaram de um café da manhã com a imprensa. “A gente acredita que a imprensa é fundamental para o desenvolvimento de qualquer sociedade, por isso, fica aqui o nosso agradecimento e sempre nos colocamos à disposição”, destacou o prefeito Felipe dos Pneus.

Cada Secretaria comentou as principais ações realizadas neste período e projetos que devem ser realizados até o final do ano. Entre as tantas ações, resume-se aqui algumas: na Secretaria de Obras, os trabalhos de infraestrutura com recomposição asfáltica e recuperação de ruas tanto na sede quanto na zona rural. E a conclusão dos projetos arquitetônicos do novo Mercado Central e Terminal Rodoviário; na educação, posse de concursados; formação continuada dos professores e distribuição de kits merenda escolar e retorno de aulas presenciais em 6 escolas no mês de agosto; na saúde, o trabalho intenso em combate à pandemia, sendo destaque estadual em aplicação mais rápida de vacinas e maior aproveitamento das doses, além da reforma do hospital municipal provisório; no saneamento, ruas, avenidas e praças mais limpas tanto na sede quanto na zona rural; na agricultura, o enorme incentivo aos produtores; ainda, o resgate e apoio aos produtores culturais e artistas do município; a instalação de 7 grandes empresas pela pasta de Industria, Comércio e Turismo…

Segundo o prefeito Felipe dos Pneus, esta é uma maneira de apresentar transparência ao povo de Santa Inês. “É o mínimo que podemos fazer para honrar a confiança que nossa gente depositou em nós. É só o começo… a cada avanço, a cada conquista, aumenta nossa vontade de trabalhar ainda mais, porque nossa gente merece” – conclui.

No final da apresentação, foi feita uma homenagem às vítimas de Covid do município.

Covid-19: governo Dino vai desativar hospital de campanha de São Luís

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) do Maranhão anunciou nesta semana que vai desativar o hospital de campanha para pacientes com Covid-19 instalado no Espaço Renascença, em São Luís.

A informação consta de ofício encaminhado na segunda-feira, 19, pela coordenadora do Departamento de Alta Complexidade da SES, Hivena Lima, ao presidente da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), Marcos Grande.

Segundo ela, a medida está em linha com a “diminuição vertiginosa dos casos de internação por Covid-19” na unidade.

“Possuímos, dentro da grande ilha unidades e saúde suficientes para atender a população maranhense que venha à procura de atendimento”, destacou.

O prazo máximo para desmobilização da estrutura é 31 de julho.

O hospital de campanha foi aberto pelo governador Flávio Dino (PSB) no dia 31 de março, e oferecia 60 leitos exclusivos para pacientes com novo coronavírus, sendo 10 de UTI.

Nesta quinta-feira, 22, o jornal O Estado já havia apontado o fechamento de 180 leitos de Covid-19 em todo o estado desde o início do mês (reveja).