Fortalecido no MDB, Roberto Costa recebe Baleia Rossi em live

O Deputado Estadual Roberto Costa recebeu o Presidente Nacional do MDB e Deputado Federal Baleia Rossi. Na conversa, as pautas prioritárias do partido no Congresso Nacional, os impactos da pandemia na economia do país e as conjunturas políticas no Maranhão para as eleições municipais.

O debate se iniciou, inevitavelmente, pela discussão do futuro pós-coronavírus. “Nós vamos aprender com tudo isso. O brasileiro não será mais o mesmo. Mas, depois de superada, tem um projeto que é fundamental para a geração de renda: a reforma tributária”, pontuou Baleia Rossi.

Rossi é o autor da proposta de reforma tributária que simplifica o sistema tributário, substituindo cinco tributos (PIS, Cofins, IPI, ICMS e ISS) pelo Imposto sobre Bens e Serviço (IBS).
Projeções indicam um aumento no PIB de 15 a 20 pontos, caso a proposta do MDB seja aprovada. A proposição está em discussão na Câmara.

Durante a live, que foi transmitida pelo Instagram, na quinta-feira (9), às 19h, os participantes discutiram, também, o cenário eleitoral para o certame municipal deste ano. No Maranhão, Roberto Costa é o vice-presidente do partido e o coordenador das eleições no estado. Para ele, o partido vive um novo momento.

“Aqui, o nosso MDB está com um grande número de candidatas mulheres às prefeituras. O partido tem aberto a estrutura para que as mulheres participem ativamente. Também estamos reforçando o trabalho com a juventude, para fortalecer ainda mais”, destacou Costa.

O vídeo completo da live está disponível no perfil do Deputado Roberto Costa, no Instagram. Basta buscar: robertocostama_

PSL: após fechar com Duarte, Chico Carvalho recua e diz que aguarda ‘posição da direção nacional’

O vereador Chico Carvalho, presidente estadual do PSL no Maranhão, confirmou hoje (10), por meio de nota, o que já se sabe desde o início da semana: a aliança com o pré-candidato do Republicanos à Prefeitura de São Luís, deputado estadual Duarte Júnior, “subiu no telhado”.

Depois de praticamente fechar o acordo por aqui mesmo, Carvalho agora admite que precisa de um aval da direção nacional para definir o rumo da sigla na capital maranhense.

“Aguardamos a posição da direção nacional para oficializarmos os caminhos que serão seguidos pelo PSL em São Luís. Ainda estão acontecendo conversas e diálogos e assim que se findarem, a posição será apresentada”, destacou o vereador numa quilométrica nota que não diz muito além disso.

A aliança Republicanos/PSL parecia estar selada desde junho, quando Lorena Macedo, esposa do deputado estadual Fábio Macedo – também do Republicanos e entusiasta da pré-candidatura de Duarte -, foi nomeada presidente municipal do PSL em São Luís.

Mas movimentos do PDT e do DEM, via Brasília, fizeram a direção nacional do PSL intervir, possivelmente para que o partido feche questão com a pré-candidatura do democrata Neto Evangelista (saiba mais).

Para evitar o revés, Brandão também procurou caciques do PSL em Brasília. E topa até mesmo filiar-se à sigla, deixando o Republicanos, se esta for uma forma de garantir o apoio a Duarte.

Roseana diz por que não será candidata em SLZ: ‘Já trabalhei como prefeita’

A ex-governadora Roseana Sarney (MDB) manifestou-se hoje (10), em sua conta no Instagram (@roseanasarneym) sobre a sucessão em São Luís, e explicou por que, mesmo convidada pelo MDB, optou por não lançar-se candidata a prefeita da capital.

De acordo com a emedebista, ela avaliou que, enquanto governadora, já atuou como uma espécie de prefeita da cidade e que, por isso, já deixou o seu legado para os ludovicenses.

“Achei melhor não entrar nessa disputa, mesmo porque eu acho que eu já tive uma experiência bem boa aqui em São Luís. Trabalhei como uma prefeita. Fizemos grandes avenidas, fizemos as UPAs, fiz aqui a Lagoa da Jansen, o Espigão”, relembrou.

Para as eleições de 2020, Roseana diz que prefere apoiar um candidato que esteja na disputa. Mas não declinou quem será.

Juiz eleitoral não vê propaganda irregular de empresário em outdoor

O empresário Jorge Maciel, da Impacto Outdoor, pré-candidato a vereador em São Luís, foi absolvido nesta sexta-feira (10) da acusação de propaganda eleitoral antecipada formulada pelo Ministério Público Eleitoral.

As decisões, em duas representações diferentes, são do juiz eleitoral Marco Antonio Teixeira, da 2ª zona eleitoral.

Maciel foi representado após pedido do procurador regional eleitoral no Maranhão, Juraci Guimarães Júnior, em virtude da veiculação de outdoors e busdoors com sua imagem pela cidade. E antes mesmo de qualquer decisão, o empresário retirou sua foto das placas (saiba mais).

O magistrado, contudo, não atendeu ao pedido do MPE. “No presente caso, não vislumbro restar caracterizada a propaganda eleitoral antecipada, muito menos irregular, por não restar caracterizado qualquer pedido explícito de voto pelo Representado, nem expressão similar que remeta à intenção de captar o voto do eleitor, mas tão somente a produção de propaganda comercial de sua empresa, vez que da imagem do outdoor não se extrai nenhuma referência, mesmo subliminar, a pleito ou candidatura, mas tão somente a sua foto, a frase: ‘São Luís Bem melhor!’ e a logomarca da sua empresa”, destacou Marco Antonio Teixeira.

Maciel, então, ganhou o direito de voltar a veicular as imagens, se assim desejar.

Polícia Civil faz busca e apreensão em endereços de Abdon Murad Jr.

A Polícia Civil do Maranhão aprendeu hoje (10), em condomínios de luxo em São Luís, documentos, computadores, pen drives e celulares do médico Abdon Murad Júnior.

Ele foi o alvo da Operação Ramsés, deflagrada após investigações apontarem suspeitas de que o dono da AMJ Participações poderia ser o autor de golpes milionários em investidores de todo o país.

Segundo a polícia, o esquema investigado pode ser uma das maiores fraudes financeiras do Brasil, com movimentações estimadas em mais de R$ 500 milhões.

Durante a operação, a polícia esteve em dois endereços de Abdon Júnior na Península, além de uma residência onde já teria funcionado a sede da AMJ Participações.

Tornozeleira

Desde o mês de junho, por decisão do juiz Francisco Ferreira Lima, da Central de Inquéritos, Abdon Júnior foi obrigado a entregar seu passaporte e a usar tornozeleira eletrônica. Ele também está proibido de se ausentar de São Luís.

O médico é apontado como responsável pela Abdon Murad Júnior Participações e Empreendimentos Imobiliários e pelo fundo AMJ Participações. Além de ações na Justiça, ele figura neste inquérito na Polícia Civil e foi chamado a depor em sindicância aberta no Tribunal de Justiça para apurar o caso (reveja).

No caso do TJ, o procedimento foi aberto após informação de que juízes e desembargadores mantinham “investimentos” no “negócio”. O caso foi revelado em depoimento do proprietário de outra suposta pirâmide, Pedro Henrique de Sampaio, da PH Participações.

Segundo PH, promotores também investiram com Abdon Júnior. Há informações de que vários políticos também mantinham “investimentos” nas duas corretoras.

De acordo com a Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), o médico é apontado como responsável por captar altos valores financeiros de terceiros, com o argumento de realizar investimento em mercado de capitais. A polícia investiga o número de vítimas prejudicadas com a suposta fraude. “Há casos de pessoas que chegaram a perder milhões no esquema”, informa o delegado Jânio Pacheco. A apuração policial identificou ligação da pirâmide do médico com outra que era aplicada no Rio de Janeiro. 

Outros envolvidos neste esquema e mais quatro casos de pirâmides estão sob investigação policial. O autor pode responder pelos crimes de estelionato, crime contra economia popular e evasão de divisas. A investigação foi conduzida pela Superintendência de Polícia Civil da Capital (SPCC), por meio da Delegacia Especializada de Defraudações e Delegacia do Vinhais, com apoio do Laboratório de Tecnologia contra Lavagem de Dinheiro (LAB-LD).

Outro lado

Em recente manifestação ao Uol, Abdon Jr. disse que precisaria de tempo para preparar uma resposta capaz de esclarecer “uma história de 10 anos de investimentos”. Mas, segundo o portal, não encaminhou tal manifestação.

O Blog do Gilberto Léda está aberto a qualquer manifestação.

Aluisio Mendes é o novo vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara

O presidente Jair Bolsonaro indicou o deputado Aluisio Mendes (PSC-MA) para a função de vice-líder do Governo. A formalização ocorreu na quinta-feira (09), em mensagem publicada no Diário oficial da União (DOU).

Aluisio Mendes é policial federal de carreira e também advogado, como político é um dos mais influentes na Câmara dos Deputados. Exercendo seu segundo mandato, o parlamentar é bem avaliado na opinião dos congressistas e sempre manteve boa relação com todos os blocos partidários na Câmara.

Como vice-líder do PSC, Aluisio se destacou encabeçando articulações importantes e decisivas na pauta da Câmara Federal.  Membro titular de Comissões Especiais e Permanentes, o parlamentar é um dos mais atuantes na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

“Recebi o convite e me sinto honrado pela oportunidade. Agradeço ao presidente Jair Bolsonaro pela confiança que, neste momento, eleva ainda mais a minha responsabilidade e dedicação como parlamentar maranhense. Vamos vencer os desafios e defender as pautas que o Brasil tanto precisa para desenvolver e continuar avançando”, agradeceu Aluisio Mendes.

Covid-19: Dino admite alerta, mas vai manter flexibilização

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), reforçou hoje (10) que a situação é de alerta em virtude da possibilidade de uma segunda onda de contaminação pelo novo coronavírus.

Em coletiva de imprensa, o comunista disse que a intenção é manter a atual situação de flexibilização das atividades, mas de olho nos dados sobre os novos casos.

“A nossa intenção é manter a situação vigente pelos meses de julho e agosto. A minha avaliação hoje é de que não precisamos aumentar e nem diminuir as medidas restritivas, mas é necessário manter os cuidados sanitários. Em face da palavra alerta, nós precisamos redobrar a vigilância das medidas sanitárias para proteção da saúde da população”, disse.

Na quinta-feira (9), o médico epidemiologista Antônio Augusto Moura Silva, professor doutor titular do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), realizou mais uma live em seu perfil no Instagram para tratar da reaceleração da transmissão do novo coronavírus na Ilha de São Luís.

Segundo ele, pela segunda semana seguida houve aumento do número de novos casos registrados na Região Metropolitana da capital – após quatro semanas de queda (saiba mais).

Daí a necessidade de as autoridades ficarem em alerta…

Empresa quer devolver dinheiro de respiradores ao Consórcio Nordeste

A Biogeoenergy protocolou petição no Superior Tribunal de Justiça (STJ) para negociar a devolução dos valores repassados pela Hempcare Pharma para a aquisição de 380 ventiladores pulmonares para o combate à Covid-19.

Os equipamentos foram pagos pelo Consórcio Nordeste, com dinheiro enviado pelos governos estaduais. Ao Maranhão, seriam destinados 30 aparelhos.

Apesar do contrato com a Hempcare Pharma, a Biogeoenergy acabou entrando no negócio porque a primeira não conseguiu adquirir os respiradores da China, como prometido. Assim, recorreu à empresa nacional para fabricar os equipamentos.

“A intenção da empresa é devolver aos estados integrantes do Consórcio do Nordeste o recurso recebido, ou entregar os aparelhos, caso haja interesse”, diz uma nota emitida ontem (9) pela Biogeoenergy.

De acordo com o empresário Paulo de Tarso, proprietário da empresa, existe a disposição de se buscar uma solução consensual para os problemas gerados através do contrato executado com a Hempcare. Ele também solicitou, via advogados, acesso aos autos do processo criminal e dos seus conexos.

Paulo de Tarso enfatizou no requerimento que, ao contrário da Hempcare, a Biogeoenergy não possui contrato firmado com o Consórcio do Nordeste.

Duas compras

Segundo revelou o Blog do Gilberto Léda ainda em junho, o Governo do Maranhão efetuou duas compras por meio do Consórcio Nordeste, mas não recebeu os respiradores em nenhuma delas.

Na primeira, o Estado pagou R$ 4,9 milhões por 30 respiradores que nunca chegaram (reveja). É parte desse dinheiro que a Biogeoenergy quer devolver.

Na segunda, o governo pagou R$ 4,3 milhões, também não recebeu os respiradores – seriam 40 -, mas diz que foi ressarcido dos valores pelo consórcio (relembre).

Apesar dos calotes, o governador Flávio Dino (PCdoB) garante que não houve irregularidades nos procedimentos (saiba mais).

Covid-19: São Luís tem segunda semana seguida com alta de novos casos

O médico epidemiologista Antônio Augusto Moura Silva, professor doutor titular do Departamento de Saúde Pública da Universidade Federal do Maranhão (Ufma), e professor de Epidemiologia do Programa de Pós-Graduação em Saúde Coletiva da Ufma, realizou na noite de ontem (9) mais uma live em seu perfil no Instagram para tratar da reaceleração da transmissão do novo coronavírus na Ilha de São Luís.

Segundo ele, pela segunda semana seguida houve aumento do número de novos casos registrados na Região Metropolitana da capital – após quatro semanas de queda.

O “repique” coincide com a maior flexibilização das medidas de isolamento sociail.

Outro dado preocupante refere-se à taxa de transmissão (Rt): na Ilha esse índice esteve abaixo de 1 por cinco semanas consecutivas, o que significa que seria necessária mais de uma pessoa com o vírus para transmitir a alguém saudável. De acordo com o epidemiologista da Ufma, o Rt da capital voltou a passar de 1.

Os novos dados confirmam alerta anterior do médico, de que o Maranhão pode estar entrando numa segunda onda de contaminação pela Covid-19 (reveja).

2 mil

Dados do boletim epidemiológico emitido ontem pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) apontam que houve o registro de 2.384 novos casos da Covid-19 em todos o Maranhão nas últimas 24h. Destes, 2.275 ocorreram no interior do estado.

Veja aqui o boletim completo.

Covid-19: protocolo adotado pela Prefeitura salva vidas em Santa Rita

As prefeituras de Santa Rita e Bacabeira decidiram adotar um protocolo medicamentoso – a base de ivermectina – indicado pelo prefeito Hilton Gonçalo, que tem formação em medicina pela Universidade Federal do Maranhão. Resultado disto é que vidas estão sendo salvas e os dois municípios possuem um grande intervalo sem registro de mortes por covid-19.

Hilton Gonçalo defendeu desde o inicio da pandemia, que o poder público deveria agir rápido, iniciando uma testagem em massa e a ação imediata de um protocolo para quem apresentasse sintomas gripais. Intitulado de protocolo preventivo, a primeira etapa consiste em oferecer doses de ivermectina a pacientes, sendo detectada a presença do novo coronavírus introduzia-se a azitromicina e caso fosse necessário, a hidroxicloroquina e corticoides seriam adotados.

Essa tomada de decisão do prefeito de Santa Rita foi baseado em alguns modelos médicos. Hilton Gonçalo baseou-se em atitudes adotadas como os ‘Protocolo de Madrid’ , ‘Protocolo de Bérgamo’ e ‘Protocolo de Marseille’, assim como aqueles seguidos no Brasil nas cidades de Floriano (PI), Macapá (AP) e Porto Feliz (SP).

Para aplicar essa proposta, Hilton Gonçalo agiu rápido e adquiriu através da Prefeitura de Santa Rita testes rápidos, assim como também foram encomendados os remédios em farmácias de manipulação.

Essa ação rápida do prefeito Hilton Gonçalo trouxe resultado imediato. Santa Rita que possui pouco mais de 40 mil habitantes, possui apenas 195 casos e o registro de seis óbitos, o último registrado no dia 27 de junho. De acordo com o apurado, todos as mortes, infelizmente, ocorreram por não terem seguido o protocolo indicado pela Secretaria municipal de Saúde.

Vale lembrar que tanto a ivermectina, quanto azitromicina, hidroxicloroquina e outros remédios estão disponíveis na rede municipal de Santa Rita.

Hilton Gonçalo explica, “ainda no começo da pandemia, nós decidimos adotar um tratamento precoce de todos os pacientes com sintomas leves de Covid, distribuímos ivermectina através das nossas equipes de saúde e felizmente, todos que trataram precocemente não evoluíram com gravidade e mesmo que evoluam para a fase 2, o tratamento passa a ser mais fácil. ”

“Nossa experiência é de sucesso, o que nos preocupa é a procura tardia, os pacientes deixam para nos procurar com sintomas adiantados ou esperam o resultado exame sorológico ou do PCR que demora dez dias na rede estadual de saúde”, alerta Hilton Gonçalo.

O prefeito de Santa Rita, ainda adotou outras medidas sanitárias como a instalação de túneis de desinfecção e abertura de Unidades Básicas de Saúde exclusivas para pacientes com sintomas gripais.

A cidade de Bacabeira que possui convênio e parceria institucional formalizada com Santa Rita, adotou o mesmo protocolou. Na cidade vizinha foram apenas 123 diagnósticos de covid-19 e duas mortes, a última sendo registrada no dia 19 de maio.

Hilton Gonçalo lembra que foi o primeiro prefeito do Maranhão a adquirir testes rápidos, remédios e os túneis de descontaminação. “Esses protocolos devem ser colocados rapidamente em todas as cidades para que a gente não entre em colapso. Infelizmente, esse tratamento foi politizado e a população das cidades foi colocada em risco”.