Fábio Gentil anuncia de abono salarial a profissionais da educação em julho

Portal Guanaré

O anúncio aconteceu durante o IV Seminário Segurança Alimentar e Nutricional, que teve como tema: Boas práticas na manipulação de alimentos.

O evento promovido pela Prefeitura de Caxias, por meio da Secretária Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia , contou a participação do Prefeito Municipal de Caxias, Fábio Gentil, da Secretária de Educação, Profª Msc. Ana Célia Damasceno, de Vereadores, Gestores, Coordenadores Pedagógicos e todos os manipuladores de alimentos das zonas urbana e rural de Caxias.

Durante seu discurso, o Prefeito Fábio Gentil anunciou a inauguração de várias obras na cidade, resultado da parceria entre a Prefeitura  de Caxias e o Governo do Estado. As inaugurações serão no dia 05 de julho, data em que é comemorado o aniversário de emancipação política da Princesa do Sertão.

Além das obras, Fábio destacou que no seu governo educação e saúde são prioridades e aproveitou a oportunidade para anunciar o pagamento de um abono salarial a todos os funcionários da educação de Caxias no mês de julho. “Nunca na história de Caxias, vigilantes, manipuladores de alimentos, secretários escolares receberam abono, mas no nosso governo sim, todos os profissionais da educação são valorizados. Isso mostra nosso compromisso com a Educação de Caxias”. Disse o prefeito.

Carlos Brandão anuncia alta médica

O governador do Maranhão, Carlos Brandão (PSB), acaba de anunciar que recebeu alta médica, após mais de um mês internado para tratamento de saúde.

Nas redes sociais, ele informou que dará detalhes do seu retorno ao estado em entrevista à TV Mirante.

“Boa tarde! Recebi alta médica e amanhã estarei de volta ao Maranhão. Logo mais, concedo entrevista à Mirante para detalhar o tema. Sugiro que acompanhem. Um forte abraço e até breve, com a graça de Deus!”, afirmou.

NOTINHAS DA TARDE

De volta

Ao que tudo indica, o governador Carlos Brandão (PSB), retorna mesmo na sexta-feira, 1º, ao Maranhão, após mais de 40 dias afastado do estado para tratamento de saúde. O socialista retoma o comando do Executivo praticamente a três meses das eleições.

Ôh, língua…
Ao tomar posse como governador interino do Maranhão, no dia 1º de junho, o desembargador Paulo Velten fez uma brincadeira sobre um retorno, “não tão breve” do governador Carlos Brandão. Disse ele: “Aqui nós estamos cumprindo um papel institucional, que é de dar face à representatividade governamental, mas assegurando a normalidade e a continuidade das ações governamentais do governador Carlos Brandão, a quem a gente aguarda que retorne muito brevemente, não tão brevemente, mas que ele retorne com saúde e com grande disposição e ânimo para cumprir a tarefa delegada a ele pela população do Maranhão” (reveja).

isso? I
O TSE definiu a base de cálculo do reajuste para o limte de gastos de candidatos nas eleições de 2022. Levando em conta o índice de inflação entre 2018 e este ano – de 26,21% -, os novos limites para gastos nas campanhas eleitorais seriam de:

  • Presidente da República, 1º turno: até R$ 88,35 milhões
  • Presidente da República, 2º turno: até R$ 44,17 milhões
  • Deputado federal, R$ 3,15 milhões
  • Deputado estadual ou distrital, R$ 1,26 milhão

Só isso? II
Se a tabela for mostrada a alguns pré-candidatos a deputado do Maranhão, eles caem pra trás. Tem gente por aí que já gastou mais do que isso só na pré-campanha.

Só isso? III
O limite de gastos dos candidatos a governador só será conhecido depois, porque leva em consideração, também, o eleitorado de cada estado.

Quem me dera…
Do pré-candidato do PSC ao Governo do Maranhão, Lahesio Bonfim, em conversa com jornalistas em Timon, sobre apoio de Jair Bolsonaro (PL): “Quem dera eu pudesse ser o candidato[do Bolsonaro]. […] Eu nunca neguei minha essência, que é conservadora (…) Eu vou votar no Bolsonaro, eu sou eleitor convicto, eu sou conservador. O nosso foco é o estado do Maranhão”.

Abalo
Foi recebida com supresa e tristeza nas hostes pedetistas a notícia da debandada de mais dois prefeitos do PL: Dr. Erivelton, de Carolina, e Dino Penha, de São Bento. O abalo se deu por conta da percepção de que os gestores liberais não estavam assim tão fechados com Josimar de Maranhãozinho como se imaginava.

Edilázio é eleito 1º vice-presidente de Comissão Especial da PEC 39/21

O deputado federal Edilázio Júnior (PSD) foi eleito 1º vice-presidente da Comissão Especial que analisará a PEC 39/21.

O colegiado vai discutir a proposta que pretende limitar a quantidade de recursos que chegam ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), dentro de um parâmetro que estabelece uma espécie de filtro de relevância.

A Comissão Especial vai ouvir ministros do STJ e a OAB, para buscar uma solução à elevada demanda no tribunal e dar maior celeridade na tramitação e julgamento de processos.

Além de Edilázio, foram eleitos Acácio Favacho (MDB-AP) e David Soares (União-SP), respectivamente, 2º e 3ª vice-presidentes do colegiado, que tem como presidente o deputado Marcos Pereira (Republicanos-SP).

“Uma das nossas metas é abrir um diálogo para ouvir os ministros e a OAB, para buscarmos juntos um denominador comum visando desafogar o STJ e dar celeridade nos processos. Estou muito feliz em participar desta comissão, em especial, pois o assunto da PEC que iremos discutir é semelhante ao tema da minha monografia quando estava me formando em direito, pois na época trabalhava na presidência do Tribunal de Justiça e atuava justamente no setor de admissão de recursos extraordinários e especiais.
E o legal é que hoje, estou legislando do outro lado da discussão”, enfatizou Edilázio.

A Comissão Especial se reunirá na próxima semana para definir cronograma de trabalho.

Pesquisa Modalmais: Lula tem 38,9%; Bolsonaro, 37,6%

Terra

Pesquisa Modalmais/Futura Inteligência divulgada nesta quinta-feira, 30, mostra que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL) estão tecnicamente empatados na corrida presidencial, conforme o cenário estimulado com todos os pré-candidatos apresentados. De acordo com o levantamento, o petista tem 38,9% das intenções de voto e o chefe do Executivo aparece com 37,6%. A margem de erro do levantamento é de 2,2 pontos porcentuais, o que leva ao empate técnico.

Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro lugar, com 7,3%. Em seguida vem André Janones (Avante), com 2,2%, e Simone Tebet (MDB) tem 2%.

Vera Lúcia (PSTU) tem 0,5%, enquanto Luiz Felipe d’Avila (Novo) aparece com 0,2%. José Maria Eymael (DC) e Leonardo Pericles (UP) têm 0,1%. Luciano Bivar (União Brasil) não pontuou. Os indecisos somam 5,2% e brancos e nulos, 5,8%.

Segundo Turno

A pesquisa mostra que Lula venceria Bolsonaro no segundo turno. De acordo com o levantamento, o petista teria 49% dos votos e Bolsonaro, 41,7%.

A pesquisa realizou 2.000 entrevistas por telefone, com margem de erro de 2,2 pontos porcentuais e confiabilidade de 95%. As entrevistas foram realizadas entre os dias 20 e 24 de junho de 2022 e está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-09994/2022.

Roseana confirma tendência de apoio do MDB a Brandão

A ex-governadora Roseana Sarney confirmou nesta quinta-feira, 30, que o seu partido, o MDB, tem tendência de apoiar mesmo a reeleição do governador Carlos Brandão (PSB) no Maranhão.

Ela concedeu entrevista exclusiva ao Imirante.

“Essa conversa é uma conversa longa. Vamos fazer uma reunião, semana que vem, para mais uma etapa, para a decisão, com os nosso pré-candidatos a deputados, para que a gente tenha uma decisão. […] O que eu sinto, na realidade, é que há uma tendência de o MDB, nossos pré-candidatos, apoiarem o governador [Carlos] Brandão”, declarou.

Autora de fortes críticas ao ex-governador Flávio Dino (PSB), Roseana destacou que “o Senado é mais complicado”, ao referir-se a um possível apoio ao socialista.

“Mas estou aberta a ouvir o partido”, ponderou.

Flávio Dino comenta resultados da pesquisa Econométrica

O ex-governador Flávio Dino (PSB) comentou, em postagem nas redes sociais, os resultados da pesquisa Econométrica/Blog do Gilberto Léda divulgada nesta semana.

O levantamento aponta liderança do socialista na disputa pelo Senado, e do governador Carlos Brandão (PSB) para a reeleição.

Mais dois aliados de Josimar decidem apoiar Brandão

Segue a debandada de prefeitos filiados ao PL – do deputado Josimar de Maranhãozinho – rumo ao palanque do governador Carlos Brandão (PSB) para as eleições de 2022.

Nos últimos dias, desistiam de seguir o parlamentar no apoio ao senador Weverton Rocha (PDT) os gestores de Carolinas, Dr. Erivelton, e de São Bento, Dino Penha.

“Parceria fechada, Carolina irá avançar muito mais. Com o time do trabalho Carolina não pode parar”, destacou Erivelton.

Já Penha, de São Bento, fez um anúncio público, ao lado do pré-candidato a vice-governador na chapa de Brandão, Felipe Camarão (PT).

________________Leia mais
Econométrica: apoio de Josimar a Weverton pode ser um fardo

“Hoje, estou assumindo o compromisso Felipe, o compromisso com Brandão. O meu candidato a governador é Carlos Brandão, que possamos ganhar essa eleição e que o Maranhão seja um estado com muito sucesso. Se ficar igual o Maranhão de Flávio Dino fez já está bom demais”, declarou Dino Penha.

Nas redes sociais, Camarão agradeceu o novo apoio.

“Dino Penha e o povo de São Bento sabem que o Maranhão não pode parar! O prefeito de São Bento, Dino Penha (PL), me convidou para estar no município para acompanhar, ao seu lado, na TV São Bento, o anuncio de que ele tem lado e seu lado é ao lado do povo e em defesa das inúmeras conquistas que sua cidade e o Maranhão obtiveram nos últimos anos. O time do Maranhão não pode parar segue crescendo e feliz com o reconhecimento de todos. É Carlos Brandão para o bem do Maranhão! TMJ”, destacou o petista.

Após denúncias de assédio sexual, presidente da Caixa pede demissão

O Antagonista

Após denúncias de assédio sexual, Pedro Guimarães pediu há pouco demissão do cargo de presidente da Caixa. O executivo, um dos mais importantes aliados de Jair Bolsonaro, era o único comandante de estatal que estava no cargo desde o início do governo atual.

Ele será substituído por Daniella Marques Consentino, braço direito do ministro Paulo Guedes e hoje secretária de Produtividade e Competitividade.

Como noticiamos ontem, funcionárias da Caixa denunciaram o executivo após ele ter feito várias abordagens consideradas impróprias, com toques íntimos não autorizados e convites incompatíveis com a atividade profissional. O caso, revelado pelo site Metrópoles, está em sob investigação preliminar do Ministério Público Federal e corre sob sigilo

Segundo a reportagem do Metrópoles, as supostas investidas de Pedro Guimarães ocorreram durante viagens a trabalho.

“É comum ele pegar na cintura, pegar no pescoço. Já aconteceu comigo e com várias colegas. Ele trata as mulheres que estão perto como se fossem dele”, disse uma das funcionárias da Caixa ao site.

De acordo com as vítimas ouvidas pelo site, durante as viagens, eram costumeiros convites para que elas fossem ao quarto de Guimarães, à sauna ou à piscina em companhia do executivo, fiel aliado de Jair Bolsonaro e presença constante nas lives do presidente.

Em uma das viagens, uma pessoa bastante próxima do presidente da Caixa teria perguntado a uma das funcionárias, conforme o site: “E se o presidente quiser transar com você?”.

Em outro depoimento ao Metrópoles, uma funcionária afirma que, durante um jantar em uma cidade nordestina, Guimarães teria proposto organizar uma “micareta privê” em Porto Seguro. “A gente vai fazer um Carnaval fora de época (…). Ninguém vai ser de ninguém. E vai ser com todo mundo nu”, teria dito o presidente da Caixa, que segundo a funcionária ainda se virou para ela e disse “vou te rasgar. Vai sangrar”.

As denúncias foram classificadas como “intoleráveis” por Jair Bolsonaro. Segundo assessores palacianos, Guimarães conversou com o presidente por telefone após a publicação da reportagem e declarou que pretendia deixar a função o quanto antes para se dedicar exclusivamente à sua defesa.

A pessoas próximas, Guimarães afirmou desde ontem que, em sinal de sua fidelidade ao presidente, não gostaria de “estender a crise” para o centro do Palácio do Planalto e pretendia deixar o cargo o mais rapidamente possível.

Guimarães é considerado um dos principais aliados de Jair Bolsonaro na Esplanada dos Ministérios. Tanto que ele chegou a ser sondado como possível vice na chapa à reeleição.

TCE avalia gestão de Bruno Silva como uma das mais transparentes do Maranhão

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE- MA), avaliou a Prefeitura de Coelho Neto como uma das mais transparentes do Maranhão. O último relatório mostrou o Portal da Transparência de Coelho Neto, como um dos que mais se adequa a Lei de Transparência no mês de junho de 2022.

O levantamento de avaliação do Portal da Transparência, emitido pelo TCE, avaliou diversos dados que são disponibilizados no portal desde a existência no ar, contratos, arrecadações e serviços de interesse ao cidadão coelhonetense que são oferecidos no portal como pagamentos, licitações e orçamentos. Com isso, o município está em situação regular com a Lei da transparência com a nota 9,79.

Nestes um ano e sete meses de governo, a gestão Bruno Silva (PP), tem priorizado os seus canais oficiais para tornar todas as ferramentas necessárias direta de comunicação importante para o povo coelhonetense, resultando numa gestão transparente com suas funções e obrigações.

O relatório do Tribunal de Contas do Maranhão concedeu nota 9.79 ao Portal da Prefeitura Municipal de Coelho Neto, tornando uma das maiores notas em relação às demais cidades do Estado se enquadrando no nível A.

Blog do Lucas Moura