Eleitor de São Luís monitorado

Pesquisa Eleitoral 2Há pelo menos dois pré-candidatos a prefeito de São Luís monitorando constantemente o eleitorado da capital.

O prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PTC), candidato natural à reeleição pelo grupo de Flávio Dino (PCdoB), tem-se preocupado, principalmente, com sua rejeição. E concentra esforços na busca por explicações para o fato, como forma de buscar soluções para a cidade que amenizem o conceito ruim que tem perante o eleitorado.

Outro que olha São Luís mirando 2016 é o ex-prefeito de Santa Rita, Hilton Gonçalo (PDT). Ele ganhou certa notoriedade na cidade neste ano, devido à sua insistência em lançar-se candidato a governador pelo PDT.

Com histórico de bom gestor – apesar de já haver sido preso, por suposto crime eleitoral, em 2010 -, Gonçalo vem medindo a meses os “humores” do eleitorado de São Luís. O objetivo é saber se ele tem alguma chance de entrar na disputa.

A partir de janeiro de 2015, pesquisas de intenção de voto – para consumo interno ou para publicação – devem ser feitas com maior frequência. Até porque mais pretensos candidatos devem começar a se interessar por quantificar seus cacifes eleitorais.

Presidência da República diz que Veja “manipula” informação em reportagem sobre escândalo Petrobras

NOTA À IMPRENSA

A reportagem de capa da revista Veja de hoje é mais um episódio de manipulação jornalística que marca a publicação nos últimos anos.

Depois de tentar interferir no resultado das eleições presidenciais, numa operação condenada pela Justiça eleitoral, Veja tenta enganar seus leitores ao insinuar que, em 2009, já se sabia dos desvios praticados pelo senhor Paulo Roberto Costa, diretor da Petrobras demitido em março de 2012 pelo governo da presidenta Dilma.

As práticas ilegais do senhor Paulo Roberto Costa só vieram a público em 2014, graças às investigações conduzidas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público.

Aos fatos:

Em 6 de novembro de 2014, Veja procurou a Secretaria de Imprensa da Presidência da República informando que iria publicar notícia, “baseada em provas factuais”, de que a então ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, recebeu mensagem eletrônica do senhor Paulo Roberto Costa, então diretor da Petrobras, sobre irregularidades detectadas em 2009 pelo Tribunal de Contas da União nas obras da refinaria Abreu e Lima. O repórter indagava que medidas e providências foram adotadas diante do acórdão do TCU. A revista não enviou cópia do e-mail.
No dia 7 de novembro, a Secretaria de Imprensa da Presidência da República encaminhou a seguinte nota para a revista:
“Em 2009, a Casa Civil era responsável pela coordenação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Assim, relatórios e acórdãos do TCU relativos às obras deste programa eram sistematicamente enviados pelo próprio tribunal para conhecimento da Casa Civil.
Após receber do Congresso Nacional (em agosto de 2009), do TCU (em 29 de setembro de 2009) e da Petrobras (em 29 de setembro de 2009), as informações sobre eventuais problemas nas obras da refinaria Abreu e Lima, a Casa Civil tomou as seguintes medidas:
a. Encaminhamento da matéria à Controladoria Geral da União, em setembro de 2009, para as providências cabíveis;
b. Determinação para que o grupo de acompanhamento do PAC procedesse ao exame do relatório, em conjunto com o Ministério de Minas e Energia e a Petrobras;
c. Participação em reunião de trabalho entre representantes do TCU, Comissão Mista de Orçamento, Petrobras e MME, após a inclusão da determinação de suspensão das obras da refinaria Abreu e Lima no Orçamento de 2010, aprovado pelo Congresso.
Nesta reunião, realizada em 20 de janeiro de 2010, “houve consenso sobre a viabilidade da regularização das pendências identificadas pelo TCU” nas obras da refinaria Abreu e Lima (conforme razões de veto de 26 de janeiro de 2009). Foi decidido, também, o acompanhamento da solução destas pendências, por meio de reuniões regulares entre o MME, o TCU e a Petrobras.
A partir daí, o Presidente da República decidiu pelo veto da proposta de paralisação da obra, com base nos seguintes elementos:
1) a avaliação de que as pendências levantados pelo TCU seriam regularizáveis;
2) as informações prestadas em nota técnica do MME que evidencia os prejuízos decorrentes da paralisação; e
3) o pedido formal de veto por parte do então Governador de Pernambuco, Eduardo Campos.
Este veto foi apreciado pelo Congresso Nacional, sendo mantido.
A partir de 2011, o Congresso Nacional, reconhecendo os avanços no trabalho conjunto entre MME, Petrobras e TCU, não incluiu as obras da refinaria Abreu e Lima no conjunto daquelas que deveriam ser paralisadas.
E a partir de 2013, tendo em vista as providências tomadas pela Petrobras, o TCU modificou o seu posicionamento sobre a necessidade de paralisação das obras da refinaria Abreu e Lima”.
A inconsistência da reportagem de Veja é evidente. As pendências apontadas pelo TCU nas obras da refinaria Abreu e Lima já haviam sido comunicadas, em agosto, à Casa Civil pelo Congresso e foram repassadas ao órgão competente, a CGU.
Como fica evidente na nota, representantes do TCU, Comissão Mista de Orçamento do Congresso, Petrobras e do Ministério de Minas e Energia discutiram a solução das pendências e, posteriormente, o Congresso Nacional concordou com o prosseguimento das obras na refinaria.
Mais uma vez, Veja desinforma seus leitores e tenta manipular a realidade dos fatos. Mais uma vez, irá fracassar.

SECRETARIA DE IMPRENSA
PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

FAMEM adere à campanha “Novembro Azul”

gilA Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM) aderiu à campanha “Novembro Azul” da Fundação Antonio Dino, mantenedora do Hospital do Câncer Aldenora Bello, iniciativa que visa conscientizar os maranhenses sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer masculino.

Além de incentivar a compra das camisas por parte dos nossos associados, também iremos contribuir divulgando as ações da campanha e o importante trabalho desenvolvido por todos que fazem o Hospital Aldenora Bello - afirmou o presidente da entidade municipalista, prefeito Gil Cutrim (São José de Ribamar), que, nesta sexta-feira (21), esteve reunido com o vice-presidente da Fundação, Antonio Dino Tavares.

Também participaram do encontro os prefeitos Djalma Melo (Arari) e Beto Pixuta (Matinha).

Antonio Dino agradeceu a parceria da FAMEM e elogiou a iniciativa do presidente Gil Cutrim.

De acordo com ele, somente unindo forças será possível fazer com que as informações necessárias sobre o combate ao câncer masculino cheguem ao maior número possível de maranhenses.

- A FAMEM possui contato direto com os municípios, seus gestores e agentes administrativos. Essa parceria, tenho certeza, fará com que as informações sobre a campanha e as nossas atividades cheguem mais rápido a todos os cantos do Estado. Nós, da Fundação e do Aldenora, só temos a agradecer a iniciativa do presidente Gil - afirmou Dino.

Programação

As atividades da campanha “Novembro Azul” da Fundação Antonio Dino terão continuidade neste domingo (23) com a realização da “Corrida Azul: uma corrida pela vida”, voltada para a conscientização e prevenção e diagnóstico precoce do câncer masculino. O percurso de 5km terá início às 7:00 da manhã, com concentração na Praça do Pescador, na Avenida Litorânea.

No próximo dia 26, das 8h às 11h no Aldenora Bello, será promovido o “Atendimento Aberto à População Masculina”.

Os consultórios do Hospital estarão voltados para a ação social que busca conscientizar a população sobre a importância do exame precoce para prevenção e controle do câncer.

Já no dia 27 será realizado o “Almoço para Homens”, no Restaurante Sal e Brasa, a partir das 12:00h, cuja renda será destinada ao atendimento dos pacientes da unidade especializada de saúde.

PMs do Choque são mortos a tiros após tentativa de assalto

corposDois homens Batalhão de Choque da Polícia Militar foram mortos a tiros, na manhã de hoje (22), após uma tentativa de assalto na região metropolitana de São Luís.

David Chapuy

David Chapuy

David do Vale e David Chapuy participavam de uma confraternização em um bar na estrada do porto de Mocajituba quando os assaltantes chegaram em um Celta preto para praticar o crime.

Ao perceber que os dois eram policiais, eles atiraram contra as duas vítimas, que reagiram, também a tiros, mas morreram na hora.

Um dos assaltantes também foi baleado e morreu.

David do Vale

David do Vale

Em visita a Pasadena, maranhense vê lugar velho e sem importância

Do blog do Daniel Matos

pasadenaO aposentado maranhense Antônio Meneses visitou, nesta sexta-feira, a célebre Refinaria de Pasadena, no Texas (EUA), e saiu de lá com a pior impressão possível. Segundo ele, o empreendimento, comprado pela Petrobras em 2006, conta com forte aparato de segurança, que não se justifica diante de sua pouca significância se comparado às demais refinarias instaladas na região.

“Não sei julgar o preço, mas me pareceu um lugar velho no meio de grandes refinarias. A ‘nossa’ é, talvez, a menor e uma das menos importantes. Foi o que senti”, assinalou, após conferir as instalações, mantidas sob vigilância cerrada, talvez para impedir presenças indesejáveis, como a de jornalistas.

O brasileiro incluiu a “refinaria da confusão”, como decidiu chamar, em seu roteiro de visitas devido à forte repercussão da transação, apontada como um fiasco retumbante, com indício de superfaturamento. “Muita segurança. Não são permitidas fotos (mesmo assim conseguiu fazer algumas). É muito pequena. O escritório tem dimensões  reduzidas”, descreveu Meneses, em viagem de turismo aos Estados Unidos.

Continue lendo aqui.

Roberto Rocha se fortalece

robertorocha1A indicação de Marcelo Coellho (PSB) como futuro secretário de Estado de Meio Ambiente do governo Flávio Dino (PCdoB) – o anúncio foi feito na quarta-feira (19) cedo, cedo até demais para alguns (reveja) -, é mais um passo para o fortalecimento do vice-prefeito de São Luís, Roberto Rocha (PSB).

Coelho é o atual secretário municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento da Prefeitura de São Luís, por indicação de Rocha.

E agora, eleito senador, foi também o socialista quem indicou sua preferência pelo aliado na Sema do Governo do Estado, que agora constitui-se no seu primeiro – mas não único – nicho de poder no Executivo.

Alguns aliados mais próximos de Dino não vêem o fortalecimento de Roberto Rocha como problema. Mas há entre os neo-governistas quem acredite que o senador eleito venha a se transformar numa “pedra no sapato” do futuro governador já em 2016…

Um justo reconhecimento ao delegado Augusto Barros

Do blog do Jorge Aragão

augustoAlém dos dois nomes da Polícia Militar adiantados mais cedo pelo Blog, o coronel Marco Antonio Alves da Silva que será o Comandante Geral da PM do Maranhão e o tenente coronel Raimundo Nonato Santos Sá que será o Subcomandante da PM, o governador eleito Flávio Dino anunciou mais outros nomes para a Segurança no seu futuro governo.

Ainda na esfera militar, Flávio Dino confirmou que o coronel Célio Roberto Pinto de Araújo, será o novo comandante do Corpo de Bombeiros, e o major Everaldo Santana será o Chefe da Casa Militar do Governo do Maranhão.

Já na área da Polícia Civil, Dino soube reconhecer o excelente trabalho que vai sendo desenvolvido pelo competente delegado Augusto Barros, confirmando que ele será o futuro Delegado Geral da Polícia Civil.

Continue lendo aqui.

Domingos Dutra garante vaga no governo Flávio Dino

Dutra: comparado a "Satanás"O deputado federal Domingos Dutra (SDD) garantiu hoje (21) sua vaga no governo Flávio Dino (PCdoB).

Depois de fracassar no intento de reeleger-se para a Câmara Federal, o parlamentar seguirá em Brasília a partir do dia 1° de janeiro.

O governador eleito o nomeou futuro o secretário-chefe de Representaçâo Institucional no Distrito Federal.

Não era bem o que o “futi” queria. Mas tá valendo…