SMTT alerta para alterações no trânsito durante São Pedro e São Marçal

são marçalPara orientar e disciplinar o trânsito durante as festividades de São Pedro e São Marçal, a Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), fará intervenções no tráfego nas imediações da Capela de São Pedro e interditará algumas avenidas de acesso ao bairro do João Paulo. Portaria disciplinando o trânsito e transporte durante o evento foi publicada na segunda-feira (27), pela SMTT. Na portaria a secretaria orienta os condutores de veículos para as alternativas de tráfego.

Na noite desta terça-feira (28), a SMTT fará disciplinamento do trânsito na Avenida Senador Vitorino Freire, na Areinha. Agentes de trânsito se posicionarão em frente a Capela de São Pedro para prestar as orientações. Não haverá interdição de vias no local.

As avenidas Kennedy, na altura do Colégio Gonçalves Dias no bairro de Fátima; Getúlio Vargas, próximo ao semáforo do cruzamento com a Avenida dos Franceses, no Monte Castelo, e São Marçal, em frente a feira do João Paulo, serão interditadas no período entre 22h de quarta-feira (29), a zero hora de sexta-feira (30), devido ao tradicional festejo de São Marçal, que encerra o período junino. A interdição do tráfego de veículos se estende também às transversais de ligação com estas avenidas.

No sentido bairro-centro, a opção de desvio indicada pela SMTT para quem estiver trafegando pela Avenida São Marçal, será feito pela Rua 05, da Jordoa, podendo seguir em frente até acessar o elevado Alcione Nazaré, na Ivar Saldanha.

Para os que estejam trafegando no sentido centro-bairro, percorrendo a Avenida Kennedy, o desvio será para a rua Armando Vieira da Silva, onde está localizado o Colégio Gonçalves Dias. Por estas vias, o tráfego desaguará na Avenida Getúlio Vargas. A SMTT permitiu que os carros de abastecimento tenham livre trânsito, até as 22h da quarta-feira (29).

Os ônibus do Sistema de Transporte Coletivo de São Luís que trafegam pelo João Paulo terão seus itinerários modificados, conforme os mesmos desvios até o fim das festividades na Avenida São Marçal.

Deputado cobra Flávio Dino por reajuste salarial a professores

fcabb197-9c05-41ab-a2ab-df09dc3f4453Durante a sessão plenária desta terça-feira (28), o deputado estadual Wellington do Curso (PP) defendeu as reivindicações dos professores da rede pública estadual de ensino. Indo ao encontro dos educadores, Wellington solicitou que o Governo do Estado destinasse atenção ao reajuste e, ao menos, concedesse uma resposta aos professores, que sofrem com o silêncio, inclusive, do Sindicato da categoria.

“Trazemos aqui a solicitação dos professores da rede pública estadual de ensino. Professores que não estão pedindo ‘favor’ para ninguém. Conceder reajuste de 11,36% não é favor e, tão pouco, aumento salarial. Não é algo facultativo. No dia 14 de janeiro, o então ministro de educação anunciou esse reajuste. Mais de 05 meses já passaram e nossos educadores não receberam algo que possui previsão nacional. Pior que isso, se quer receberam uma justificativa oficial ou outra proposta. Enquanto educador, eu não poderia me abster disso… Por isso, apelo para a sensibilidade do Governador, que também foi professor, e solicito que destine atenção aos professores, quanto ao reajuste e, pelo menos, dê uma justificativa à categoria”, afirmou Wellington.

Wellington alertou ainda para a não concessão do reajuste dos professores da rede pública municipal de São Luís, que estão em greve há quase 40 dias.

“Nós fazemos essa solicitação porque é um direito dos professores e porque sabemos que quem sofre as consequências de uma greve, por exemplo, são os estudantes. Em São Luís, não foi concedido o reajuste de 11,36%. Como resultado, os professores municipais estão em greve há quase 40 dias não apenas por causa do reajuste, mas também reivindicando reformas na infraestrutura precária de escolas. Pretendendo evitar consequências negativas, no âmbito estadual, deixamos aqui a nossa solicitação… de que o Governo aprecie a possibilidade de conceder o reajuste de 11, 36% aos professores da rede pública de ensino.”, ressaltou o professor Wellington.

Fábio Câmara rechaça desistir de disputa pela Prefeitura de São Luís

fabio_camaraO vereador Fábio Câmara (PMDB) reagiu a uma mensagem de texto que circula em grupos de WhatsApp, e rechaçou desistir da disputa pela Prefeitura de São Luís.

A mensagem, classificada por ele de falsa, afirma que o peemedebista havia informado a assessores, em reunião, que disputaria a reeleição para a Câmara Municipal.

“Isso não existe Gilberto, eu sou pré-candidato a prefeito de São Luís. Agora vão inventar tudo. Eu sou, pré-candidato a prefeito de São Luís, para ter zero, para ter um, para ter dois, 10, para ter 20 ou para obter êxito na eleição”, falou, pausadamente.

Fábio Câmara enfrenta resistência de uma ala do PMDB, que acredita que a sua candidatura não encontrou viabilidade nas pesquisas de intenções de votos. A avaliação do peemedebista é de que as pesquisas não são confiáveis.

“O governo de todos nós virou um governo para poucos”, diz Adriano

adrianoUm grupo de parlamentares do Partido Verde (PV) e de outros partidos, incluindo da base aliada ao governo, uniram-se em protesto, nesta terça-feira (28), para obstruir a pauta de votação da sessão plenária da Assembleia Legislativa. Projetos tidos como importantes para o Executivo deixaram de ser votados e foram adiados para a próxima sessão. “O governo de todos nós virou um governo para poucos”, afirmou o deputado Adriano Sarney (PV), ao avaliar o fato ocorrido, em discurso na tribuna.

“Entre os projetos de lei (do Executivo) que não foram votados na sessão, há um de suma importância, que dispõe sobre diretrizes para a elaboração e execução da Lei Orçamentária de 2017. É importante que o Governo do Estado, o governador e os seus secretários, recebam esta mensagem clara da Assembleia Legislativa, uma mensagem que reflete a insatisfação de muitos deputados com o Executivo, por que não têm suas emendas parlamentares liberadas e, por isso, sofrem com a insatisfação de suas bases políticas no interior do estado”, analisou Adriano.

O deputado criticou a liberação seletiva de emendas parlamentares, beneficiando grupos políticos de uma região em detrimento de outros grupos, conforme a conveniência das ligações políticas do Poder Executivo. “O governo do Maranhão deveria ser do Maranhão e não um governo somente dos seus aliados”, destacou.

Emenda

A emenda parlamentar é o instrumento dos deputados (estaduais ou federais) para participar da elaboração do orçamento anual em âmbito estadual ou federal. Por meio das emendas os parlamentares procuram aperfeiçoar a proposta encaminhada pelo Poder Executivo, visando uma melhor alocação dos recursos públicos para projetos de infraestrutura, saneamento básico, saúde, educação, entre outros.

Prefeitura de Estreito faz o melhor arraial junino do sul do estado

arraial interiorAs festividades juninas realizadas no último fim de semana no município de Estreito foram um sucesso. O público lotou o espaço reservado para a festança nos três dias de evento marcado pela alegria e animação dos presentes em um ambiente seguro, cheio de cores e brilhos característicos do folclore maranhense.

As festas foram realizadas pela prefeitura de Estreito, através da Secretaria Municipal de Cultura. O prefeito Cícero Neco, sempre recebido com muito carinho por todos, agradeceu aos empreendedores que participaram da 1ª FESC que esteve mais uma vez realizando essa parceria de sucesso junto à prefeitura, expondo seus produtos e abrilhantando o evento.

Também participaram da FESC, escolas municipais e estaduais, acadêmicos da FAÍSA, além de instituições e Associações que colocaram seus Stands ofertando o melhor da comida tipica junina.

A alegria da família estreitense e visitantes foi o marco deste evento.

“Sentimos a sinergia positiva, em um clima familiar e festivo na realização do Arraial Municipal”, relatou o prefeito Cícero Neco.

Atrações locais, brincadeiras regionais, danças, quadrilhas, bem como shows, fez deste um dos melhores arraiais do sul do Maranhão.arraial interior 2

André Fufuca oficializa saída de liderança da bancada na Câmara

AndreFufuca5“Meus amigos,

Inicialmente eu gostaria de oficializar minha saída da coordenação da bancada federal. Como é sabido por todos, estou de licença das funções de deputado federal e acredito que meu ciclo na função deve chegar ao fim.

Nesses meses em que tive a oportunidade de coordenar os trabalhos da bancada maranhense, cresci não apenas como político, mas como pessoa. Sou muito grato a todos por cada momento que, juntos, pudemos trabalhar e trazer melhorias para o nosso estado, o nosso querido Maranhão.

Hoje tenho a certeza do dever cumprido. Vou levar no currículo não apenas a honra de ser o coordenador de bancada mais jovem do meu país, mas com muitas conquistas para o nosso estado.

Esta na hora de sobrevoar novos caminhos e desvendar outros horizontes. E a vontade que me impulsionou ao cargo de coordenador da bancada agora me alça a aceitar novos desafios, como a liderança do meu partido no estado e a preparação para as eleições que se aproximam em 2016 e 2018.

Graças a Deus a vaidade que a muitos consome em mim não recebe guarita. Deixo o cargo, torno a dizer, com a sensação do dever cumprido e sabendo que mesmo fora da coordenação, muito ainda posso fazer por nosso estado, que tanto amamos.

Espero que os colegas entendam minha decisão e que conduzam ao cargo um novo coordenador, ou coordenadora, que tenha êxito na tarefa de nos manter unidos e coesos.

Todo time vencedor vez ou outra precisa trocar a braçadeira de capitão para seguir vencendo. E nós somos um time vencedor.

Viva o Maranhão e vamos em frente”.

André Fufuca

Base governista reage e obstrui pauta de Flávio Dino na Assembleia

plenario

Imagem meramente ilustrativa do Plenário da Assembleia

Deputados que integram a base governista e de oposição obstruíram há pouco a votação de pautas de  interesse do Poder Executivo na Assembleia Legislativa.

O ato ocorreu como uma resposta do Legislativo ao governador Flávio Dino (PCdoB), em decorrência do não pagamento das emendas parlamentares.

Dentre as pautas de interesse de Dino, havia a mensagem de autoria do Executivo, que trata da lei nº 068/2016 que dispõe sobre as diretrizes para a elaboração e execução da Lei Orçamentária 2017.

Outra matéria, em regime de prioridade, encaminhado pelo governador Flávio Dino ao Legislativo, foi o projeto de lei nº 086/2016 que dispõs sobre a designação de policiais civis aposentados para a realizçaão de tarefas por prazo certo.

Havia também na pauta o projeto de lei nº073/2016 que dispõe sobre a transferência dos saldos credores acumulados do ICMS em decorrência de operações de exportação de mercadorias.

O recado a Dino parece ter sido dado…

 

Projeto de Wellington prioriza idosos na marcação de consultas

wellingtonO deputado estadual Wellington do Curso (PP) apresentou projetos de sua autoria em defesa dos idosos do Maranhão. Wellington destacou algumas solicitações já feitas por ele, a exemplo da instalação de delegacias de Polícia de Proteção ao Idoso em todos os municípios com mais de 100 mil habitantes.

Na ocasião, Wellington mencionou projeto que prioriza idosos e viabiliza a marcação de consultas e exames no prazo máximo de 15 dias.

“Esse projeto nasceu de sugestões de senhoras e de uma, em específico, que estava há 2 meses tentando autorizar um exame. Senhoras que nós encontramos em uma de nossas visitas à Central de Marcação de Consultas em São Luís. É algo que, em tese, a Constituição já assegura está englobado no conceito de ‘prioridade’. Infelizmente, prioridade que acaba ocupando uma das últimas posições quando o assunto é respeito e saúde. Essa ideia tem por objetivo atenuar esse desrespeito que é ver idosos padecendo em filas. É nossa obrigação, enquanto ser humano, cuidar daqueles que cuidaram da gente. Portanto, respeitá-los é dever e honrá-los é obrigação moral hoje e sempre”, declarou Wellington.

O Projeto de Lei N.º 95/2016 segue agora para análise na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia.

O Estado inicia série de pesquisas em São Luís

escutecO jornal O Estado do Maranhão informou na ediçãod e hoje que inicia no próximo fim de semana uma série de pesquisas de intenções de votos, do Instituto Escutec, a respeito da sucessão eleitoral de São Luís. A previsão é de que pelo menos quatro levantamentos sejam realizados divulgados até o mês de outubro.

A primeira pesquisa, já registrada na Justiça Eleitoral, será publicada, com todos os cenários, sábado.

O primeiro levantamento apresentará ao eleitorado dos cenários estimulados: um com todos os candidatos incluindo o deputado estadual Bira do Pindaré (PSB) e outro sem o parlamentar.

Eliziane Gama (PPS), Edivaldo Júnior (PDT), Wellington do Curso (PP), Fábio Câmara (PMDB), Eduardo Braide (PMN), Rose Sales (PMB), João Bentivi (PHS), Valdeny Barros (PSOL) e Zeluis Lago (PPL) são as demais figuras presentes no levantamento. Essa será a primeira pesquisa que inclui pré-candidatos da chamada ultra-esquerda.

No início dos meses subsequentes: agosto, setembro e outubro, outras três pesquisas serão publicadas. Caso haja segundo turno na capital, outros dois levantamentos serão preparados.

 

Edilázio relata decepção de eleitores de Dino no sul do estado

edilazioO primeiro secretário da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Edilázio Júnior (PV), relatou hoje na tribuna da Casa, a decepção de eleitores do governador Flávio Dino (PCdoB) na região sul do estado.

Ele também fez críticas em relação à política econômica e financeira adotada pelo comunista e apontou o não cumprimento de promessas de campanha feitas por Dino em 2014.

“A base do governo falou aqui há pouco que o governador Flávio Dio ajuda todo mundo, que não persegue. Na verdade, ele não ajuda nem quem o ajudou. Passe o final de semana nos municípios da região sul do estado e o que mais ouvia era a pergunta se o governador Flávio Dino já havia tomado posse, porque ninguém sabe por lá se ele governa esse estado”, disse.

Edilázio também afirmou ter ido à Agrobalsas e disse ter constatado a queda do evento por falta de incentivos por parte do Governo do Estado.

“A feira teve uma queda de 35% nos negócios devido à falta de incentivo do Governo do Estado. Enquanto o presidente da República Michel Temer ajuda os estados dando anistia ao pagamento de dívidas públicas, Flávio Dino vai aumentando os impostos, vai tributando boa parte dos pecuaristas do nosso estado”, disse.

O deputado também recebeu grave denúncia de produtores de soja do estado, que consiste na perda de investimentos da ordem de R$ 500 mil por causa do Governo do Estado.

“Enquanto estive andando por lá um produtor me chamou a atenção para os blimps [balões infláveis flutuantes] com a marca do Governo. Eu perguntei logo se havia ocorrido que nem na Expoema 2015, quando Flávio Dino colocou propaganda e não pagou, ele me explicou o fato. ‘Não deputado. Nós, produtores, conseguimos um convênio com a ex-ministra Kátia Abreu, de R$ 500 mil’. Só que esse convênio é  firmado via Governo. Simplesmente o Governo do Estado perdeu o convênio e o dinheiro não veio. É um Governo incompetente”, completou.

Edilázio disse que irá cobrar informações da Secretaria de Estado do Planejamento e da Secretaria de Estado da Agricultura e da Indústria e Comércio, para saber se houve algum patrocínio do Estado, uma vez que havia publicidade da pasta do Planejamento no Agrobalsas. “Quero saber qual a situação. Se houve patrocínio, se foi pago, se está empenhado ou se haverá novo calote”, finalizou.